Excel para concursos: veja os conteúdos mais cobrados

Disciplina é cobrada em diversos concursos para os mais variados cargos e gera muitas dúvidas entre os concurseiros

Camila Diodato
Publicado em 17/08/2017, às 09h52

Todos que sonham se tornar um funcionário público dedicam boa parte do seu tempo para os estudos, já que o conteúdo programático costuma ser bem extenso e a concorrência grande. Dentro da disciplina de informática existe um tópico temido por muitos concurseiros, que é o Excel.
As planilhas do Excel têm diversas funções e fórmulas que são consideradas muito complicadas pelos estudantes. E como todos sabem uma questão errada pode ser o suficiente para perder o tão desejado cargo público com a sua estabilidade.
Para ajudar a todos que se esforçam constantemente a conquistar este sonho, o JC Concursos reuniu alguns especialistas na área para apresentar quais são as fórmulas e funções de Excel que costumam ser mais cobradas nas provas dos concursose o que elas significam.
A professora Emannuelle Gouveia, do CERS Cursos Online, disse que os concurseiros precisam estudar o conteúdo completo, lendo no livro, repetindo a operação no computador, para depois fechar os olhos e visualizar mentalmente. “Assim eles aprendem a funcionalidade, fazem a memorização visual e garantem a fixação longe da máquina”, explica.
O professor de informática Rene Maas, do Instituto Daniel Sena, comentou que todos devem estudar no próprio aplicativo do Excel, pois assim terão “condições melhores de percorrer os caminhos que aparecerão na prova”.

Principais fórmulas do Excel


O professor Rene enfatizou que “quando falamos sobre planilhas de cálculo sempre nos deparamos com a matemática e seus sinais básicos de mais, menos, multiplicação, divisão e, obviamente, o Excel é obrigado a seguir essas regras que sempre aprendemos. Um exemplo comum em prova é a prioridade de solução das questões que estão dentro de parentes, e quando não tem parentes é preciso lembrar que a multiplicação e a divisão devem ser resolvidas com prioridade sobre a soma e diminuição, ou seja, conhecimentos básicos que já fazem parte do aprendizado matemático. O outro aspecto que sempre aparece nas provas são as funções de cálculos como SOMA ou MÉDIA, que facilitam a vida do usuário. Vou compartilhar as oito funções mais usadas nas principais bancas e concursos. Essas oito funções dominam 70% das questões da prova: SOMA, MÉDIA, MÁXIMO, MÍNIMO, MAIOR, MENOR, ARREDONDAMENTO e SE (função condicional)”.
Já a professora Emannuelle apresentou as principais fórmulas com base no livro “Informática para Concursos”, da editora Juspodivm:
1. SOMA: A função soma (núm1; núm2,...) retorna a soma de todos os números em uma lista de até 30 segmentos. Se um parâmetro for um intervalo ou referência, apenas os valores numéricos do intervalo ou referência serão contados, ou seja, as células em branco, valores lógicos, texto ou valores de erro do intervalo ou referência são ignorados.Os argumentos que são valores de erro ou texto e que não podem ser traduzidos em números geram erros. Para somar intervalos (matrizes) digite = soma (célula inicial: célula final do intervalo) 2. MÉDIA: A função média (núm1; núm2; ...) retorna a média aritmética de até 30 parâmetros. Os parâmetros devem ser números ou nomes, intervalos ou referências que contenham números. Veja os exemplos abaixo.Se A1:A5 contiver os números 10, 7, 9, 27 e 2, então:MÉDIA(A1:A5) é igual a 11MÉDIA(A1:A5;5) é igual a 10MÉDIA(A1:A5) é igual a SOMA(A1:A5)/CONT.NÚM(A1:A5) que é igual a 11 3. MÁXIMO:  Mostra qual é o valor máximo entre os números selecionados. Exemplo: a fórmula =MÁXIMO(A1:A10) faz o Excel procurar o maior número existente entre A1 e A10. 4. MÍNIMO: Mostra qual é o valor mínimo entre os números selecionados. Exemplo: a fórmula =MÍNIMO(A1:A10) faz o Excel procurar o menor número existente entre A1 e A10. 5. SE:Use a função SE para realizar testes condicionais sobre valores e fórmulas e para efetuar ramificações de acordo com o resultado deste teste. O resultado do teste determina o valor retornado pela função SE. A função SE tem a seguinte sintaxe:           = SE(teste; valor se verdadeiro; valor se falso). Teste lógico: é qualquer valor ou expressão que pode ser avaliada como VERDADEIRO ou FALSO.Valor se verdadeiro: é o valor fornecido se o teste lógico for VERDADEIRO. Se o teste lógico for VERDADEIRO e valor se verdadeiro for omitido, o valor VERDADEIRO será fornecido.Valor se falso: é o valor fornecido se o teste lógico for FALSO. Se o teste lógico for FALSO e valor se falso for omitido, o valor FALSO será fornecido. 6. OU: Retorna VERDADEIRO se qualquer parâmetro for VERDADEIRO; retorna FALSO se todos os parâmetros forem FALSOS. Ex: =OU(A1;A2)7. CONT.SE: Calcula o número de células não vazias em um intervalo que corresponde a determinados critérios. Sintaxe: CONT.SE(intervalo;critérios) Exemplo prático:seja uma planilha com nome de alunos e suas médias. Para saber quantos alunos tiraram médias maior e igual a 9, temos: =CONT.SE(B2:B5;”>=9”)Onde:[ (B2:B5) ]: refere-se ao endereço das células que você deseja contar.[ ; ]: utiliza-se como parte da sintaxe para separar.[ “>=9” ]: refere-se à condição, ou seja, esta fórmula só irá contar as células que contêm valores maiores ou iguais a 9.A condição também pode ser texto, porém, independente de ser texto ou valor numérico, deve-se colocar entre as aspas.Ex.: =CONT.SE(C2:C5;”Aprovado”). Neste exemplo, o Excel contará apenas as células em que houver a palavra “Aprovado”. 8. SOMASE:  Adiciona as células especificadas de acordo com um determinado critério. Sintaxe: SOMASE(intervalo;critérios;intervalo soma) Exemplo prático: seja somar as faturas que foram pagas. Então na planilha, a coluna A tem os nomes dos clientes, a coluna B tem os valores das faturas e na coluna C, as situações (pago ou não).Neste exemplo, o Excel deve somar somente as faturas que estiverem pagas, assim podemos saber o quanto já foi recebido:=SOMASE(C2:C7;”PG”;”B2:B7) Onde:[ C2:C7 ]: é o endereço inicial e final de células onde foi, ou não, digitado o texto “PG”, especificando se foi pago ou não.[ “PG” ]: é o critério para somar, ou seja, só somará se neste intervalo de células de “C2” até “C7”, e onde houver o texto”PG”. O critério deverá ser sempre colocado entre aspas.[ B2:B7 ]: é o intervalo de células onde será somado, mediante a condição, ou seja, ele somará somente aqueles valores que na coluna “C” houver digitado o texto “PG”. 9. MOD: Calcula o resto de uma divisão. Sintaxe: =MOD(valor1;valor2)10. MULT: Multiplica os valores passados como parâmetros. Sintaxe: =MULT(valor1;valor2)11. ABS: Calcula o valor absoluto de um número. Sintaxe: =ABS(célula)12. AGORA: Mostra a data e a hora atuais. Sintaxe: =AGORA()13. DATA: Exibe a data atual. Sintaxe: =DATA()14. HORA: Exibe a hora atual. Sintaxe: =HORA()15. ARRED: Arredonda o número em uma determinada quantidade de dígitos. Sintaxe: =ARRED(valor;número de dígitos)16. SEN: Calcula o seno. Sintaxe: =SEN(ângulo)17. COS: Calcula o coseno. Sintaxe: =COS(ângulo)18. TAN: Calcula a tangente. Sintaxe: =TAN(ângulo)19.FATORIAL: Calcula o fatorial de um número. Sintaxe: =FATORIAL(valor)20.LOG: Calcula o logaritmo, do valor passado, em uma determinada base. Sintaxe: =LOG(valor;base)21.RAIZ: Calcula a raiz quadrada do valor passado. Sintaxe: =RAIZ(valor)22. HOJE: Mostra a data atual. Sintaxe: =HOJE()23.TEXTO: Coloca as datas por extenso. Sintaxe:=TEXTO(data atual;”formato desejado”). EX: =TEXTO(DATA ATUAL;”MMM”) – colocará a data atual, com os meses abreviados; 24. MÊS: Mostra a posição numérica de cada mês. Sintaxe: =MÊS(data)25. MAIÚSCULA: Coloca o conteúdo da célula passada em maiúsculo. Sintaxe: =MAIÚSCULA(célula)26.MINÚSCULA: Coloca o conteúdo da célula passada em minúsculo. Sintaxe: =MINÚSCULA(célula)27.CONCATENAR: Une o conteúdo de células. Sintaxe:=CONCATENAR(Célula1;celula2)28.POTÊNCIA: Calcula a potência de um número em uma determinada base. Sintaxe:=POTÊNCIA(base;expoente)29.CONT.NUM: Calcula a quantidade de células com valores numéricos em um intervalo. Sintaxe: =CONT.NUM(intervalo)30. CONT.VALORES: Conta todas as células em um intervalo com valores de texto ou numéricos. Sintaxe: =CONT.VALORES(intervalo)31.CONTAR.VAZIO: Conta quanta células vazias existem em um determinado intervalo. Sintaxe: =CONTAR.VAZIO(intervalo)32.EXATO: Compara se o conteúdo de duas células são iguais. Sintaxe: =EXATO(célula1;célula2)33.REPT: Repete o conteúdo de uma célula na quantidade de vezes especificada. Sintaxe: =REPT(célula, nºde vezes)34.INT: Mostra apenas a parte inteira de um número. Sintaxe: =INT(célula)35. E: Serve como elo entre funções; a resposta será verdadeira se todos os parâmetros de entrada forem verdadeiros. Sintaxe: =E(célula1;célula2).

Como estudar Excel para concursos


O professor Ranielison F. Passos, da Alfacon Concursos, deixou algumas dicas para todos os concurseiros que precisam estudar Excel se saiam bem na hora da prova:
“A grande maioria dos concurseiros tem dificuldades em estudar a parte dos aplicativos, editores de textos e planilhas, navegadores de Internet, compactadores, da matéria de informática, pois são assuntos complexos e dificilmente são decorados, mas são cobrados frequentemente em concurso público. Realmente não tem como saber tudo sobre os aplicativos, mas existem técnicas de estudo que aumentam o desempenho do candidato e consequentemente uma constância em acertar questões sobre esses assuntos. 
É de extrema importância que o candidato estude as provas anteriores do cargo pretendido e sempre revise as questões das provas já realizadas pela banca organizadora para o nível do seu concurso, assim o candidato saberá quais são as funções mais cobradas e como a banca organizadora cobra os assuntos de prova.
Montar um caderno de apoio, a partir da resolução das questões, auxiliam o candidato na criação de esquemas e tabelas que são mais fáceis de decorar, como, por exemplo, criar tabelas para as teclas de atalhos, opções presentes em cada guia, etc.
Uma das técnicas mais fácil utilizada para estudar aplicativos, como o editor de planilhas da Microsoft Office Excel, é através de resolução de questões, o que auxilia o candidato a efetivamente forçar seu raciocínio diretamente na aplicação do conhecimento e dentre as funções mais cobradas em concurso público, independente da banca organizadora, temos as principais, que são as funções “SE”, “SOMASE”, “MÉDIA” e “CONT.SE”. O candidato precisa decorar a estrutura, sintaxe, de cada uma dessas funções e também a utilidade de cada uma delas. Outro ponto muito importante que precisa ser observado é que não importa se a função está escrita em maiúsculo ou minúsculo, o que importa realmente é se sua estrutura (início, meio e fim) está correta.
Uma dica para crescimento o gradativo nos estudos de aplicativos editores de planilha, é que a melhor técnica que o candidato pode usar para decorar essas funções é resolvendo as questões de concurso e aplicar o conteúdo, as funções, das questões no próprio programa, ‘executar o que pede a questão’. Lembre-se, você não precisa saber tudo, apenas o suficiente para ingressar no cargo público desejado”.

Comentários

Mais Lidas