MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Governo Federal tem 1.600 vagas em planejamento para analistas ambientais

Novos concursos do governo federal estão previstos para órgãos como o Ministério do Meio Ambiente, Ibama e Instituto Chico Mendes

Governo Federal tem 1.600 vagas em planejamento para analistas ambientais
Marina Silva e Lula: Divulgação PT
Fernando Cezar Alves

Fernando Cezar Alves

fernando@jcconcursos.com.br

Publicado em 06/06/2023, às 10h57 - Atualizado às 13h31

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O governo federal planeja realizar novos concursos públicos para o preenchimento de nada menos do que 1.600 vagas para a carreira de analista ambiental no decorrer dos próximos anos, até 2027. As oportunidades estão sendo consideradas dentro da quinta fase do Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento da Amazônia Legal, apresentado na última segunda-feira, 5 de maio, pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva e pela ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva.

De acordo com documento que trata do tema, a falta de servidores tem causado o aumento de ocorrências registradas pelo Ibama.

"Uma das ações mais importantes de todo o PPCDAm é a realização de concursos públicos a fim de contratar servidores para monitoramento e atuação em regiões críticas para combate ao desmatamento ilegal na Amazônia, e fornecimento de cursos e eventos para capacitação dos servidores públicos", diz o texto.

No caso do Ibama, atualmente o órgão conta com uma necessidade de nada menos do que 2.620 servidores. Em 2010 existiam 4.420  em atividade, enquanto em 2016 o quantitativo já havia caído para 3.585.

No ICMBio (Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade), a necessidade é de 1.368 vagas em aberto. Em 2010 existiam 2.832 e em 2016 o quantitativo caiu para 1.792 servidores.   

Concurso MMA Já está autorizado

No caso do Ministério do Meio Ambiente um novo concurso para analistas ambientais já está autorizado desde 2 de maio.  Ao todo serão oferecidas 98 vagas e a publicação do edital deve ocorrer, no mais tardar, até 2 de novembro.

Para concorrer é necessário possuir formação de nível superior, com remuneração inicial de R$ 9.735,70, para quem possui apenas graduação.

Além da remuneração inicial ser considerada bastante atraente, ainda pode contar com complementos, de acordo com a formação do servidor, da seguinte forma:

  • para quem possui pós-graduação - R$ 10.121,40
  • para quem possui mestrado - R$ 10.504,80
  • para quem possui doutorado - R$ 10.893,28

Ibama: nova seleção segue em pauta

Um novo concurso Ibama foi anunciado em 17 de abril pela ministra Marina Silva, durante seminário sobre os direitos dos povos indígenas, no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O Ibama conta com um pedido encaminhado para o ministério da Gestão e da Renovação dos Serviços Públicos para o preenchimento de 2.408 vagas, de acordo com documento encaminhado pelo presidente do instituto, Rodrigo Agostinho, para a ministra. 

Destas, 1.500 são para o cargo de analista ambiental. Além disso, também estão sendo pedidas 905 vagas para a carreira de analista administrativo

Concurso ICMBio foi defendido por novo presidente do órgão

No caso do ICMBio, o novo presidente, Mauro Pires, em 25 de maio, durante seu discurso de posse, ressaltou a necessidade de reforço do quadro de servidores.

Em 11 de abril, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, havia informado que o certame deveria ser um dos próximos a ser autorizados pela ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck. Embora isso ainda não tenha acontecido, a seleção segue em pauta.

Atualmente, o ICMBio conta com um pedido de autorização de 887 vagas, sendo 503 para o cargo de analista ambiental. As 384 restantes são para a carreira de analista administrativo.

Siga o JC Concursos no Google Newsconcursosconcursos federaisconcursos 2024provas anteriores

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.