MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Governo SP: Doria envia projeto de lei para reajuste de 20% aos servidores das áreas de educação e segurança

Projeto do governo SP, enviado para a Assembleia Legislativa, prevê revisão salarial para as áreas de saúde e segurança

Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 03/03/2022, às 13h48 - Atualizado às 14h15

None
Governador João Doria Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O governador de São Paulo, João Doria, encaminhou, nesta quinta-feira, 3 de março, três projetos de lei para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) com o objetivo de conceder reajuste salarial aos servidores do governo SP. Uma das propostas prevê um aumento de 20% das remunerações para as áreas de saúde e segurança pública, enquanto um segundo texto prevê um reajuste de 10% para o pessoal das demais áreas de atuação. Uma terceira proposta trata da reestruturação das carreiras da área de educação do estado. 

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta, Doria anunciou que, com o plano de modernização das carreiras de educação, os profissionais poderão contar  com reajustes de até 73%. “Nessa manhã, a Assembleia Legislativa, na pessoa do seu presidente, Carlão Pignatari, recebe o projeto do Executivo de reajuste salarial para os profissionais da Educação, da Saúde, da Segurança e todos os demais servidores estaduais”, disse. “As medidas passam a valer tão logo tenhamos a aprovação da Assembleia Legislativa, mas a data base é 1º de março, seja qual for a data de votação e aprovação”, ressaltou.

No caso da área da educação, o projeto do governo SP prevê um salário inicial de R$ 5 mil para a carreira de professores com jornada de trabalho de 40 horas semanais. No caso de profissionais no topo da carreira, os profissionais contarão com aumento salarial e promoção por mérito.

O plano de carreiras da área de educação deve abranger não somente os professores, mas também diretores escolares e supervisores educacionais. 

Neste caso, os profissionais que já atuam na rede poderão optar pela inclusão na nova carreira.  O prazo de adesão será de 60 dias, correspondendo ao período de regulamentação da nova lei, caso aprovada.

Já no caso de reajuste de 20% para a área de segurança, além das áreas policiais também serão beneficiados os servidores da área de administração penitenciária. 

 

 

  

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesconcursosconcursos 2023concursos sp (são paulo)provas anteriores

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.