Tudo Sobre

Concurso Resultado da Enquete

Impressão digital pode coibir fraudes

Fica evidente que cada vez mais os candidatos priorizam a credibilidade e a transparência nos concursos.



Redação
Publicado em 03/09/2008, às 11h25

Os leitores do jcconcursos.com.br se mostraram favoráveis ao procedimento tomado pelas organizadoras de colher impressão digital dos candidatos na hora da realização das provas.

Depois que o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da de Brasília (Cespe/UnB) foi obrigado a suspender a identificação datiloscópica em concursos públicos e exames vestibulares que organiza - acatando a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) - nossa pesquisa constata que os concurseiros se sentem a vontade em fazer a identificação e que desta forma a aplicação dos exames passa a ser mais confiável.

No ar desde o dia 4 de agosto, a enquete recebeu 28.471 votos. A maioria dos internautas que participaram da votação acha que o procedimento é imprescindível (33,41%) e importante para garantir a lisura (36,22%) das seleções.

Apenas 7,51% (2.137) não concorda com o procedimento e acha que a identificação datiloscópica é totalmente dispensável; 10,76% (3.064) encaram como um absurdo, pois seriam taxados como criminosos. Pouco mais de 7% (2.137) não tem uma opinião formada sobre o assunto em questão.

Fica evidente que cada vez mais os candidatos priorizam a credibilidade e a transparência nos concursos públicos. Procedimentos como a identificação datiloscópica podem coibir fraudes que, em alguns casos, levam ao cancelamento total de uma seleção e evitam que os concurseiros percam todo o tempo e dinheiro investidos nos estudos.

Resultado da Enquete


Colher a impressão digital na hora da prova é...


Dispensável

(2137 Votos) 7,51%

Não tenho opinião

(3447 Votos) 12,11%

Importante para garantir a lisura

(10312 Votos) 36,22%

Um absurdo. Não sou criminoso

(3064 Votos) 10,76%

Imprescindível

(9511 Votos) 33,41%

Total:

28471 Votos

Enquete no ar desde segunda-feira, 4 de agosto de 2008



Nova enquete

Na semana passada, o Banco do Brasil ganhou na justiça o direito de não prorrogar o concurso público realizado em 2006. A sentença, favorável ao banco, foi concedida pela juíza do trabalho Raquel Gonçalves Maynarde, da 6ª Vara do Trabalho (DF).

Com a decisão, os candidatos aprovados na seleção deste ano poderão ser contratados. Para que as convocações tenham início, falta apenas resolver uma pendência na Justiça Cível.

Queremos saber qual a sua opinião sobre o caso.

Participe da nova enquete!

+ Resumo do Concurso Resultado da Enquete

Resultado da Enquete
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

03/09/2009 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas