MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

MEC vai ofertar 70 vagas de nível superior no Concurso Nacional Unificado

O Ministério da Educação (MEC) anunciou sua participação no Concurso Nacional Unificado, que vai ofertar 6.590 vagas para o serviço público federal

Ministro da Educação, Camilo Santana
Ministro da Educação, Camilo Santana - Luis Fortes/Divulgação/MEC
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 03/10/2023, às 07h30

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Ministério da Educação (MEC) anunciou sua participação no Concurso Nacional Unificado (CNU), uma iniciativa do Ministério da Gestão e Inovação (MGI) que visa ofertar 6.590 vagas para o serviço público federal. Desse total, 70 vagas do CNU serão ofertadas pelo MEC para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais (ATPS), que exige curso superior.

A adesão do MEC a esse concurso representa mais uma oportunidade aos candidatos que desejam ingressar no serviço público federal. Vale destacar que o último concurso público para cargos de nível superior realizado pelo MEC ocorreu em 2004.

Além da confirmação da participação no Concurso Unificado, o MEC já está promovendo outro processo seletivo. Este, por sua vez, tem o objetivo de preencher 220 vagas de nível superior para o cargo de Técnico em Assuntos Educacionais, conforme o Edital 1/2023.

As inscrições encerraram-se em 28 de agosto, e as provas estão marcadas para o próximo domingo, 8 de outubro. Os candidatos serão avaliados por meio de 120 questões do tipo "certo" ou "errado", sendo a banca organizadora responsável pela aplicação das provas o Cebraspe. Os aprovados receberão um salário inicial de R$ 6.255,90, além de auxílio-alimentação no valor de R$ 658.

Saiba mais sobre o Concurso Nacional Unificado

O Concurso Público Nacional Unificado, carinhosamente chamado de "Concursão", segue as diretrizes do Decreto 11.722/2023 e é um modelo inovador de realização conjunta de concursos públicos. A principal característica desse modelo é a aplicação simultânea de provas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

A iniciativa do governo visa estabelecer o concurso unificado como a principal forma de seleção de servidores públicos federais, com a perspectiva de realizá-lo anualmente ou a cada dois anos, oferecendo uma oportunidade contínua para os candidatos que almejam cargos no serviço público.

Segundo o MGI, o objetivo central desse projeto é promover:

  • igualdade de oportunidades no acesso aos cargos públicos efetivos
  • padronizar procedimentos na aplicação das provas
  • aprimorar os métodos de seleção de servidores públicos, priorizando as qualificações necessárias ao desempenho das atividades no setor público
  • assegurar o princípio da impessoalidade em todas as fases e etapas do certame

A publicação do edital do Concurso Nacional Unificado está prevista para ocorrer até o dia 20 de dezembro, com a realização das provas programada para acontecer entre o final de fevereiro e meados de março, em aproximadamente 180 cidades de forma concomitante.

Vagas por cargos

A seguir, você pode conferir a lista de cargos disponíveis dos 20 órgãos participantes, juntamente com o número de vagas e o nível escolar exigido para cada posto:

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos - MGI

  • Analista Técnico Administrativo: 190 vagas (nível superior)
  • Economista: 27 vagas (nível superior)
  • Psicólogo: 2 vagas (nível superior)
  • Estatístico: 12 vagas (nível superior)
  • Técnico em Comunicação Social: 10 vagas (nível superior)
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 2 vagas (nível médio)
  • Arquivista: 16 vagas (nível superior)
  • Arquiteto: 14 vagas (nível superior)
  • Engenheiro: 68 vagas (nível superior)
  • Bibliotecário: 4 vagas (nível superior)
  • Contador: 5 vagas (nível superior)
  • Médico: 20 vagas (nível superior)

Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços - MDIC

  • Analista de Comércio Exterior (ACE): 50 vagas (nível superior)
  • Analista Técnico Administrativo: 50 vagas (nível superior)
  • Economista: 10 vagas (nível superior)

Agência Nacional de Transportes Aquaviários - ANTAQ

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários: 30 vagas (nível superior)

Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL

  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia: 40 vagas (nível superior)

Ministério da Agricultura e Pecuária - MAPA

  • Auditor Fiscal Federal Agropecuário: 200 vagas (nível superior)
  • Analista em Ciência e Tecnologia: 40 vagas (nível superior)
  • Tecnologista: 40 vagas (nível superior)
  • Agente de Atividades Agropecuárias: 100 vagas (nível médio)
  • Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal: 100 vagas (nível médio)
  • Técnico de Laboratório: 40 vagas (nível médio)

Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - INCRA

  • Analista Administrativo: 137 vagas (nível superior)
  • Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário: 446 vagas (nível superior)
  • Engenheiro Agrônomo: 159 vagas (nível superior)

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTI

  • Analista em Ciência e Tecnologia: 296 vagas (nível superior)

Ministério dos Direitos Humanos

  • Analista Técnico de Políticas Sociais - ATPS: 40 vagas (superior)

Ministério da Educação (MEC)

  • Analista Técnico de Políticas Sociais - ATPS: 70 (superior)

Fundação Nacional dos Povos Indígenas - FUNAI

  • Indigenista Especializado: 152 vagas (nível superior)
  • Administrador: 26 vagas (nível superior)
  • Antropólogo: 19 vagas (nível superior)
  • Arquiteto: 1 vaga (nível superior)
  • Arquivista: 1 vaga (nível superior)
  • Assistente Social: 21 vagas (nível superior)
  • Bibliotecário: 6 vagas (nível superior)
  • Contador: 12 vagas (nível superior)
  • Economista: 24 vagas (nível superior)
  • Engenheiro: 20 vagas (nível superior)
  • Engenheiro Agrônomo: 31 vagas (nível superior)
  • Engenheiro Florestal: 2 vagas (nível superior)
  • Estatístico: 1 vaga (nível superior)
  • Geógrafo: 4 vagas (nível superior)
  • Psicólogo: 6 vagas (nível superior)
  • Sociólogo: 12 vagas (nível superior)
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 2 vagas (nível superior)
  • Agente em Indigenismo: 152 vagas (nível médio)
  • Técnico em Comunicação Social: 10 vagas (nível superior)

Ministério da Saúde - MS

  • Tecnologista: 220 vagas (nível superior)

Ministério da Justiça e Segurança Pública - MJSP

  • Analista Técnico Administrativo: 100 vagas (nível superior)

Ministério do Trabalho e Emprego - MTE

  • Auditor Fiscal do Trabalho (AFT): 900 vagas (nível superior)

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - PREVIC

  • Analista Administrativo: 15 vagas (nível superior)
  • Especialista em Previdência Complementar: 25 vagas (nível superior)

Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS

  • Especialista em Regulação de Saúde Suplementar: 35 vagas (nível superior)

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

  • Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas: 275 vagas (nível superior)
  • Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas: 312 vagas (nível superior)
  • Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas: 8 vagas (nível superior)
  • Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas: 300 vagas (nível médio)

Advocacia-Geral da União - AGU

  • Administrador: 154 vagas (nível superior)
  • Arquiteto: 5 vagas (nível superior)
  • Arquivista: 2 vagas (nível superior)
  • Analista Técnico Administrativo: 90 vagas (nível superior)
  • Contador: 47 vagas (nível superior)
  • Economista: 35 vagas (nível superior)
  • Engenheiro: 18 vagas (nível superior)
  • Estatístico: 7 vagas (nível superior)
  • Médico: 3 vagas (nível superior)
  • Psicólogo: 10 vagas (nível superior)
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 20 vagas (nível superior)
  • Técnico em Comunicação Social: 9 vagas (nível superior)

Ministério dos Povos Indígenas - MPI

  • Analista Técnico Administrativo: 30 vagas (nível superior)

Ministério do Planejamento e Orçamento - MPO

  • Analista Técnico Administrativo: 45 vagas (nível superior)
  • Economista: 15 vagas (nível superior)

Ministério da Cultura - MinC

  • Analista Técnico Administrativo: 50 vagas (nível superior)

Carreiras transversais - que servem para vários órgãos

  • Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG): 150 vagas (nível superior)
  • Analista de Infraestrutura (AIE): 300 vagas (nível superior)
  • Analista em Tecnologia da Informação (ATI): 300 vagas (nível superior)
  • Analista Técnico de Políticas Sociais – ATPS: 500 vagas (nível superior)

Os interessados devem ficar atentos ao edital oficial, que conterá todas as informações necessárias para a inscrição e preparação para o concurso. Esta é uma oportunidade única para aqueles que buscam ingressar no serviço público federal.

+++Acompanhe o andamento do processo seletivo na página do Concurso Nacional Unificado.

Siga o JC Concursos no Google News

+ Resumo do Concurso Nacional Unificado 2024

Governo Federal
Vagas: 6640
Taxa de inscrição: De R$ 60,00 Até R$ 90,00
Cargos: Médico, Contador, Engenheiro
Áreas de Atuação: Administrativa, Saúde
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 3741,84 Até R$ 22921,71
Organizadora: Fundação Cesgranrio
Estados com Vagas: AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO‍, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC, SP, SE, TO

+ Agenda do Concurso

19/01/2024 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
09/02/2024 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
05/05/2024 Prova Adicionar no Google Agenda
concursos publicosconcursos federais

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.