Nadando contra a maré

Com toda sua peculiaridade, a situação conturbada em que o país se encontra tem causado um certo desespero no coração de quem está na busca por uma vida melhor

Daniel Sena
Publicado em 17/11/2015, às 10h36

O termo pode até ser batido, mas nunca esteve tão atual como nos últimos tempos. Vivemos dias difíceis, com o país mergulhado em uma crise política e financeira que tem afetado diretamente a vida de todos os brasileiros. Obviamente, para os mais velhos, nem é lá uma crise muito grave; já vivemos momentos bem piores. Mas, com toda sua peculiaridade, a situação conturbada em que o país se encontra tem causado um certo desespero no coração de quem está na busca por uma vida melhor.
Quando me refiro à busca por uma vida melhor, penso em todas as possibilidades de isso acontecer, principalmente pela via do concurso público. Hoje eu enxergo claramente que o concurso público não é a única forma de alguém arrumar sua vida no Brasil, mas o considero como sendo a melhor forma, ainda mais agora. Nunca me senti tão feliz de ter meu cargo público como agora.
Vocês devem estar acompanhando o aumento das demissões e do desemprego no país nesse último ano. Isso é um excelente motivo para fazer concurso. O problema é que a crise tem exigido do Governo a adoção de medidas para controle dos gastos financeiros e uma delas é a de contenção dos concursos. 
Foram tantos anúncios nesse sentido que nem sei mais quantas vezes vi o desespero dos concurseiros em todo o país. Toda vez que sai um anúncio desse recebo uma enxurrada de e-mails dos alunos perguntando o que devem fazer.
Mas se fosse só isso, tudo bem. O problema é que a maioria dos que estão estudando quando ouve essas notícias para de estudar porque acha que não adianta mais. Aí acontece o que sempre aconteceu e sempre vai acontecer: o candidato para de estudar porque acha que não haverá mais o concurso que ele queria. Passam-se alguns meses e sai o edital para o qual ele estava se preparando. Só que agora é tarde! Como ele parou de estudar, não terá mais tempo de se preparar e mais uma vez perderá a oportunidade de mudar sua vida. E assim uma multidão de pessoas que precisa desesperadamente passar em um concurso está se deixando levar para as notícias ao invés de simplesmente estudar.
Você já parou para ver as seleções que ocorreram nesse ano de crise em que muitos acharam que os concursos iriam acabar no Brasil? Quantos tribunais federais soltaram seus editais? O próprio Poder Executivo Federal realizou vários concursos e agora vem o maior deles, que é o do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). E o que você fez com todas essas oportunidades? Você está no time dos que se abalaram com as notícias e continuou levando a vida do jeito que dava ou simplesmente não deu ouvidos e continuou estudando?
Quem continuou estudando está colhendo os frutos da sábia escolha. E essa é a vida de um concurseiro de verdade. É preciso andar na contramão. É preciso nadar contra a maré. Se você faz como a maioria, você terá o que a maioria tem, e pode ter certeza que a maioria nunca passará em um concurso. Concurso público é para qualquer pessoa, mas não é qualquer pessoa que consegue passar. É preciso fazer a diferença e a primeira delas é não dar ouvidos a notícias que te afastem do que realmente te ajudará a passar. 
Concurso público é uma exigência constitucional para que a administração pública consiga funcionar. Hoje já existe uma deficiência de efetivo na maioria dos órgãos públicos do país. A cada dia mais pessoas nascem no Brasil e a cada dia mais pessoas precisam do serviço público, ou seja, a cada dia a administração pública precisa aumentar o seu efetivo para dar conta de todas as demandas da população. Você percebe o quanto essa lógica pode beneficiá-lo?
Então deixo aqui a minha dica para você: pare de assistir ao jornal e vá estudar! Pare de perder seu tempo no Facebook e vá estudar. Pare de ficar reclamando da situação do país e vá estudar. Enquanto você deixar a maré te levar, você continuará no mesmo lugar. Em tempos difíceis como esse, para vencer é preciso nadar contra a maré!
Daniel Sena, coordenador do Focus Concursos, professor de direito constitucional e especialista em concursos públicos. Facebook: /ProfDanielSena. Twitter: @ProfDanielSena. YouTube: ProfDanielSena.

Comentários

Mais Lidas