Segurança pública: mais de 20 mil vagas em todo o país

O que não deve faltar nesse segundo semestre são concursos para na área de segurança pública. Na edição impressa desta semana o JC&E destaca as principais novidades dos Estados que se preparam para abrir cerca de 20 mil vagas na área, em cargos de ní

Redação
Publicado em 23/07/2012, às 15h30

O que não deve faltar nesse segundo semestre são concursos para na área de segurança pública. Na edição impressa desta semana o JC&E destaca as principais novidades dos Estados que se preparam para abrir cerca de 20 mil vagas na área, em cargos de níveis médio e superior.


São 1.600 vagas no Espírito Santo, sendo 500 oportunidades para a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), nos cargos de agente penitenciário e agente de escolta e vigilância, e outras 1.100 para soldado da Polícia Militar; 1.050 para a Polícia Militar do Distrito Federal (soldado, praça e oficial); 1.933 chances para a Secretaria de Segurança Pública e Justiça, incluindo concursos para as Polícias Civil e Militar; aproximadament de 7.000 para a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe); cerca de 2.300 vagas para as Polícias Civil e Militar do Maranhão; e mais 6.200 para a Polícia Militar do Paraná, prometidas já para o mês de agosto.


Além disso, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) pediu ao Ministério do Planejamento, autorização para abertura de 708 novas vagas, principalmente para a função de agente penitenciário federal, suja remuneração inicial fica em torno de R$ 6.000.


Confira todos os detalhes na matéria desta edição.


Agências reguladoras

E o anúncio na última semana da paralisação dos servidores das agências reguladoras pode ter dado margem a dúvidas quanto à abertura dos novos editais previstos para cinco desses órgãos. A Ancine, por exemplo, não perdeu tempo e já divulgou seu edital conforme as previsões.


Já as agências Anac, ANA, ANP e ANTT tiveram a liberação para realizarem novos concursos até o final do ano e pelo menos a maioria delas, com exceção da ANP que não se manifestou, garantiu que a greve não vai atrapalhar o andamento dos trâmites para o lançamento dos editais dentro dos prazos estipulados. Saiba mais na matéria da seção “Concursos Previstos”.

Comentários

Mais Lidas