Receita, Correios e MTE aguardam aval do governo

Só para esses três órgãos está prevista a abertura de mais de 15 mil vagas em concursos que dependem de autorização do Ministério do Planejamento

Redação
Publicado em 07/05/2012, às 15h21

A boa notícia da semana é que o governo federal tem mantido a promessa de autorizar a abertura de concursos para áreas prioritárias. Quatro concursos importantes deverão ser autorizados em breve, conforme destacados a seguir.
A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que já solicitou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) pedido de abertura de mais de 13 mil vagas no seu quadro de pessoal. A expectativa é que entre 9 mil e 10 mil destas oportunidades sejam preenchidas no próximo concurso.
A Receita Federal do Brasil (RFB), órgão que administra os tributos de competência da União, e o Ministério da Fazenda pretendem realizar concursos em breve. A expectativa é de que sejam abertas 4.850 oportunidades para ambos os órgãos. A seleção só depende do aval da ministra do Planejamento, Miriam Belchior.
Já o recém-empossado ministro Brizola Neto (PDT) tem como importante missão resgatar o concurso para 600 vagas de auditor fiscal do trabalho previsto para este ano e anunciado em 2011. A carreira é para candidatos com nível superior completo e oferece remuneração inicial de cerca de R$ 13 mil.
Já autorizados Em fase mais adiantada estão os editais do Ibama – 300 vagas para técnico administrativo e 108 de analista ambiental – e os da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), que abrirá 44 vagas até outubro, e a Fundação Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que também foi autorizada esta semana a preencher 140 novos postos em seu quadro de servidores.
Confira os detalhes na edição impressa do JC&E desta semana.


Comentários

Mais Lidas