Edital da SPPrev com 202 vagas sai nesta semana

Serão 165 colocações para técnico em gestão previdenciária I, voltadas aos profissionais de nível médio, e 37 para analista em gestão previdenciária, que exige formação de nível superior em qualquer área do conhecimento

Redação
Publicado em 28/05/2012, às 14h52

Tem previsão de sair nesta semana o edital para o concurso da São Paulo Previdência (SPPrev), voltado ao preenchimento de 202 oportunidades de níveis médio e superior. A comissão do concurso se reuniu na última sexta-feira (25) para acertar os últimos detalhes da divulgação.
De acordo com a autarquia, serão 165 colocações para técnico em gestão previdenciária I, voltadas aos profissionais de nível médio, e 37 para analista em gestão previdenciária, que exige formação de nível superior em qualquer área do conhecimento. Ambos exigem conhecimento de informática sobre a área de atuação.
A Fundação Carlos Chagas (FCC) será a empresa responsável por organizar o processo seletivo e, segundo a assessoria de imprensa da SPPrev, as taxas serão de R$ 39 (técnico) e R$ 62 (analista) para garantir a participação.
Os salários variam de R$ 1.544,20 a R$ 3.107,18 para técnico e R$ 4.191,40 a R$ 8.433,78 para analista.
A SPPrev é uma autarquia, vinculada à Secretaria da Fazenda, responsável por administrar a folha de pagamento das pensões e aposentadorias da administração direta e indireta do Estado de São Paulo, bem como da Assembleia Legislativa, do Tribunal de Contas, das universidades, do poder Judiciário, do Ministério Público e da Defensoria Pública.
Veja os detalhes na matéria da edição impressa do JC&E que está nas bancas.
Autorizações O Governo Federal liberou a realização de dois grandes concursos na última semana. O mais aguardado, para a Receita Federal, que poderá contratar 200 novos auditores-fiscais e 750 novos analistas-tributários. Ambas as funções são destinadas a quem concluiu o ensino superior, com vencimentos iniciais de R$ 13.600 e R$ 7.996, respectivamente. Para se preparar antes do edital sair, fique atento ao programa de estudos do último concurso de analista, realizado em 2009 pela Esaf, publicado na edição desta semana do JC&E.
E por fim, mas não menos importante, o primeiro concurso para a carreira de analista em políticas públicas, seleção inédita para o cargo que foi regulamentado em 2010. Serão abertas 825 vagas, para as quais será preciso nível superior em diversas áreas. Os aprovados serão distribuídos em órgãos como os ministérios da Educação, Previdência Social, Justiça, Saúde, Cidades entre outros. Os salários podem chegar a R$ 10.210.

Comentários

Mais Lidas