Para cargo de soldado

Governador reforça novo concurso PM BA 2019

Seleção foi anunciada pelo governador reeleito Rui Costa, mas a oferta de vagas ainda deverá ser confirmada. Exigência de ensino médio e inicial de R$ 2,5 mil

Fernando Cezar Alves
Publicado em 06/02/2019, às 12h06

O governador da Bahia, Rui Costa, reforçou, no último dia 4 de fevereiro, durante evento de abertura do ano legislativo da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Alba), que será realizado ainda em 2019, um novo concurso público para a PM/BA (Polícia Militar da Bahia). O certame já havia sido anunciado pelo governador em janeiro, durante transmissão por meio de uma rede social.  Porém, o número de vagas que serão destinadas para o cargo de soldado ainda deverá ser confirmado. Para concorrer é necessário possuir ensino médio, idade de 18 a 30, altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres, além de carteira de habilitação “‘B”. A remuneração inicial do cargo é de R$ 2.585,05.

• CURSO PARA SOLDADO DA POLÍCIA MILITAR

São atribuições do soldado executar o policiamento ostensivo fardado, nas diversas modalidades, planejado pelas autoridades policiais militares competentes, a fim de assegurar o cumprimento da lei, a preservação da ordem pública e o exercício dos poderes constituídos; exercer a missão do policiamento ostensivo de segurança, de trânsito urbano e rodoviário, de proteção ambiental, guarda de presídios e instalações vitais, além do relacionado com a prevenção criminal, justiça restaurativa, proteção e promoção aos direitos humanos 

 

Último Concurso

O último concurso público para soldados na PM/BA ocorreu em 2017, quando foram oferecidas 2.000 vagas, sendo 1.819 para homens e 181 mulheres. A banca organizadora foi o Instituto de Formação e Capacitação (IBFC), com vagas destinadas para as cidades de Salvador, Juazeiro, Feira de Santana, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba.

A seleção foi composta de provas objetivas, prova dissertativa, avaliação psicológica, exames médicos e odontológicos, teste de aptidão física, exame de documentos e investigação social.
A parte objetiva contou com 80 questões, sendo 30 de conhecimentos gerais e 50 de conhecimentos específicos.  

Em conhecimentos gerais foram abordados temas sobre língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico, história do Brasil, geografia do Brasil e Atualidades.

Em conhecimentos específicos, noções de direito constitucional, noções de direitos humanos, noções de direito administrativo, noções de direito penal e noções de igualdade racial e de gênero.       
 

Comentários

Mais Lidas