PM/DF: governador reafirma concurso de 2.024 vagas

Seleção será para ingresso no curso de praças, com exigência de nível superior em qualquer área. Também serão oferecidas oportunidades para especialidades de músicos e corneteiros

JC Concursos - Fernando Cezar Alves - Informe o Erro
Publicado: 24/10/2017 - 11:05 | Atualizado: 05/12/2017 - 10:59

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, confirmou, na última segunda-feira, 23 de outubro, por meio de publicação em uma rede social, que em breve deve ser iniciado o aguardado novo concurso público da Polícia Militar (PM/DF). A seleção, aguardada desde 12 de agosto de 2016, quando anunciada pelo governador, está em fase de assinatura do contrato com  a banca organizadora, que será o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). No último dia 19, o Tribunal de Contas do Distrito Federal decidiu pelo arquivamento do pedido de medida cautelar, em favor do Instituto Idecan, que também participava do processo licitatório.  

Ao todo serão oferecidas 2.024 oportunidades, sendo 2 mil para soldados, seis para soldado especialista músico e 18 para soldado especialista corneteiro.

No caso de soldado, o concurso será para a contratação imediata de 500 servidores. As 1.500 restantes serão destinadas para formar cadastro reserva de pessoal, com o objetivo de suprir a carência de pessoal nas áreas administrativas e operacionais, de acordo com as necessidades.


CURSO ONLINE PM/DF - SOLDADO

Para concorrer ao cargo é necessário possuir nível superior em qualquer área de formação, idade mínima de 18 anos e máxima de 30 até o último dia de inscrição e altura mínima de 1,65 m para homens e 1,60m para mulheres.

A remuneração inicial, no último concurso, realizado em 2012, foi de R$ 3.972,51 durante o curso de praças, incluindo salário de R$ 3.322,51 e auxílio-alimentação de R$ 650. Após o ingresso, o inicial passou a R$ 4.956,79, incluindo salário de R$ 4.306,79 e o benefício. Para o novo concurso, o inicial deve ser um pouco maior, uma vez que a publicação confirma um inicial de R$ 4.069,06 durante o curso de praças.

De acordo com o edital de licitação, a taxa deverá ser de, no máximo, R$ 93,18.

A previsão do órgão é de que o concurso conte com um total de 28 mil inscritos.

Seleção

O concurso é composto de seis fases. Na primeira, os participantes são submetidos a uma prova objetiva e redação. Na segunda, teste de aptidão física, seguido de exames médicos na terceira, avaliação psicológica na quarta, sindicância de vida pregressa e investigação social na quinta e prova prática no caso de vagas para áreas específicas, como músicos.

No concurso anterior, a parte objetiva foi composta de 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais, com peso um, e 40 de conhecimentos específicos, com peso dois. A parte objetiva contou com temas sobre língua portuguesa, atualidades, raciocínio lógico e noções de informática. Em conhecimentos específicos, noções de administração e psicologia, lei orgânica do Distrito Federal, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal, noções de direito processual penal, legislação extravagante e noções de direito penal militar.

A organizadora, na ocasião, foi a Fundação Universa. 

Vídeos PM

Comodismo atrapalha a ascensão profissional


Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping