Transportes: ANTT e DNIT planejam abrir concursos

Ambos os órgãos dependem apenas da autorização do Ministério do Planejamento para lançar os respectivos editais que, juntos, irão somar 1.831 vagas em carreiras de níveis médio e superior

Camila Diodato
Publicado em 26/01/2015, às 10h46

Dois órgãos vinculados ao Ministério dos Transportes aguardam a autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para realizar novos processos seletivos. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) já enviaram pedidos de concurso que, juntos, somam 1.831 vagas e esperam receber o aval para lançar seus respectivos editais neste ano.

Ambas as solicitações foram encaminhadas em 6 de junho de 2014 para o MPOG e, agora, estão em trâmite no Departamento de Modelos Organizacionais e Força de Trabalho nos Setores de Infraestrutura e de Articulação Governamental (Desig/Segep).

A expectativa é de que o Planejamento libere o aval para os dois órgãos logo após a aprovação do orçamento deste ano, que deverá acontecer em fevereiro ou, no mais tardar, em março.

DNIT


O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes solicitou ao Ministério do Planejamento a abertura de concurso com 1.131 oportunidades a serem preenchidas em seu quadro de pessoal.

Até o momento não foram divulgadas as carreiras requeridas, mas deverão ser as mesmas que constaram na seleção de 2012. Na época, o certame apresentou chances para técnico administrativo, técnico de suporte em infraestrutura de transportes, analista administrativo e analista em infraestrutura de transportes.

O órgão não definiu a lotação das vagas, que poderão ser distribuídas entre a sede, localizada em Brasília (DF), e as unidades regionais presentes em todos os Estados.

Confira mais informações sobre o concurso aqui.

ANTT


A Agência Nacional de Transportes Terrestres pretende divulgar edital com 670 vagas de níveis médio, médio/técnico e superior. Os vencimentos iniciais partem de R$ 5.418,25 e chegam a R$ 11.403,90, sem incluir os benefícios.

Os cargos de técnico administrativo e técnico em regulação são destinados aos profissionais com ensino médio e/ou médio/técnico. Já as colocações de analista e especialista em regulação aceitam formação superior em diversas áreas de atuação.
Veja também: Pré-Sal intensifica preparativos para concurso

Sobre os Estados de lotação, a assessoria de imprensa do órgão informou que eles só serão estabelecidos após a obtenção do aval. Como o último concurso, que ocorreu em 2013, teve chances apenas para Distrito Federal, Roraima, Rondônia e Acre é provável que o próximo contemple as demais regiões que constaram na seleção de 2008, que apresentou, de um total de 355 ofertas, 61 apenas para o Estado de São Paulo.

Outras informações sobre o concurso ANTT podem ser conferidas aqui.

Comentários

Mais Lidas