600 vagas

Concurso PF: saíram resultados das provas para agente

Com duração máxima de cinco horas, os exames foram realizados no dia 21 de dezembro, a partir das 14h, em todas as capitais do país

Leandro Cesaroni
Publicado em 27/01/2015, às 10h34

Foram publicados os resultados das provas objetiva e discursiva referentes ao concurso da Polícia Federal que vai preencher 600 vagas de agente em diversos Estados do país. As classificações podem ser consultadas no anexo da notícia.

Veja também: Polícia Federal fará novo concurso para perito e delegado em 2015
Recursos contra os resultados poderão ser abertos até as 18h desta quarta (28), por meio do site do Cespe/UnB (www.cespe.unb.br), onde já é possível consultar também o gabarito definitivo e o caderno de prova.
A convocação para a prova de aptidão física, próxima etapa da seleção, está prevista para o dia 13 de fevereiro.
Prepare-se: Provas Anteriores da Polícia Federal.
Prepare-se: Edição Digital do Jornal dos Concursos.
Na avaliação objetiva, aplicada em 21 de dezembro de 2014, os candidatos foram submetidos a 120 questões de múltipla escolha, que abordaram conteúdos de língua portuguesa, noções de informática, atualidades, raciocínio lógico, noções de administração, noções de contabilidade, noções de economia, noções de direito penal, noções de direito processual penal, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional e legislação especial. 
A avaliação discursiva consistiu na elaboração de um texto dissertativo com, no máximo, 30 linhas, sobre um tema estipulado pela comissão de organizadores da seleção.
Ao todo, 98.101 pessoas se inscreveram no concurso, gerando uma concorrência de aproximadamente 163 candidatos por vaga. Deste total, 831 se declararam portadores de deficiência e 21.482 se candidataram no sistema de cotas. Confira as estatísticas no anexo da notícia.
O processo seletivo contará, ainda, com exame de aptidão física, exame médico e avaliação psicológica.

Detalhes do concurso

Das 600 vagas disponíveis no posto de agente da PF, 30 são exclusivas a pessoas com deficiência e outras 120 a candidatos negros. A remuneração inicial oferecida é de R$ 7.514,33. De qualquer forma, já com reajuste aprovado, os salários passarão a R$ 9.075,20, provavelmente a partir de janeiro de 2015. Os contratados trabalharão por 40 horas semanais e receberão ainda auxílio-alimentação de R$ 373.

Veja também: PRF aguarda autorização para abrir 1.500 vagas

Para concorrer, era preciso que os interessados tivessem formação superior em qualquer área (registrada pelo Ministério da Educação), carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria “B” e cumprimento das obrigações eleitorais e militares (a apresentação de certificado de reservista é exclusiva aos homens). 
As vagas serão oferecidas, preferencialmente, em unidades de fronteira do país e nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima. 

Atribuições do cargo

Os novos agentes da Polícia Federal serão responsáveis por executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, cumprir medidas de segurança orgânica, dirigir veículos policiais e desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, entre outras tarefas.
*matéria atualizada às 10h35 de 27 de janeiro de 2015.
APOSTILA CONCURSO POLÍCIA FEDERAL - AGENTE - CLIQUE AQUI

Sobre PF - Polícia Federal

A Polícia Federal tem origem em 10 de maio de 1808, quando a Intendência-Geral de Polícia da Corte e do Estado do Brasil foi criada, por D. João VI. O órgão tinha as mesmas atribuições que tinha em Portugal. Com o decreto 6.378, de 28 de março de 1944, a antiga Polícia Civil do Distrito Federal, que funcionava no Rio de Janeiro, no governo de Getúlio Vargas, foi transformada em Departamento Federal de Segurança Pública (DFSP), subordinado ao Ministério da Justiça e Negócio Interiores. Posteriormente, em 13 de junho de 1946, com o decreto-lei 9.353, foi atribuída competência ao DFSP, em todo território nacional, para serviços de polícia marítima, área de fronteiras e apurações de diversas infrações penais.

Mais Lidas