71 vagas na PRF: provas serão no dia 18 em Brasília

Locais de aplicação podem ser consultados no site do Cespe/UnB. Serão abordadas questões de língua portuguesa, ética e conduta pública, raciocínio lógico, legislação da PRF e conhecimentos específicos

Redação
Publicado em 13/11/2012, às 12h11

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) convoca os candidatos inscritos a realizar as provas objetivas, que serão aplicadas neste domingo (18), para os cargos de nível médio e superior, na capital federal. Ao todo, são oferecidas 71 colocações.

Os locais de aplicação podem ser consultados no site do Cespe/UnB. Serão abordadas questões de língua portuguesa, ética e conduta pública, raciocínio lógico, legislação da PRF e conhecimentos específicos.

As provas acontecem nos turnos da manhã e da tarde. Além da prova objetiva, os candidatos passarão por investigação social e/ou funcional. Vale ressaltar que não haverá a etapa de exame físico por se tratarem se cargos administrativos.

Inscritos

De acordo com a comissão organizadora, são 19.849 pessoas inscritas no processo de seleção, sendo que a carreira de agente administrativo é a que tem o maior número de interessados, com 18.059 - uma média de 269,54 pessoas por vaga.

O cargo de técnico de nível superior possui 1.062 interessados, enquanto o de técnico em assuntos educacionais, 728; uma média de 1.062 e 242,67 candidatos por vaga, respectivamente.

Outros detalhes estão no arquivo anexo ao lado.

Saiba mais sobre as vagas

Para quem tem formação de nível superior, há oportunidades para técnico de nível superior (1) e técnico em assuntos educacionais (3), ambos com salários de R$ 2.975,22 para jornadas de 40 horas semanais. O valor pode chegar a R$ 3.875,72, dependendo da avaliação de desempenho do servidor.

Já para o nível médio, são 67 colocações para agente administrativo, com salários de R$ 2.668,47 (podendo chegar a R$ 3.114,17, de acordo com o desempenho do servidor). A jornada também é de 40 horas semanais. Todas as vagas, incluindo as de nível superior, serão ocupadas em Brasília (DF).

George Corrêa

Comentários

Mais Lidas