Quer ser um policial militar?

No caso dos concursos públicos para as carreiras policiais, em especial à de soldado, além da prova escrita o candidato tem outras etapas tão importantes quanto e que exigem prévia preparação

Viviane Rocha
Publicado em 04/08/2016, às 11h44

Estudar para concurso público requer uma dedicação e rotina muito diferente do que a maioria dos candidatos estão acostumados.
Quando pensam em concurso, acham que o início dos estudos deve ocorrer somente após a publicação do edital e que, na verdade, após a saída do edital, o candidato deve investir os horários de estudos às revisões, que visam intensificar o aprendizado.
E no caso dos concursos públicos para as carreiras policiais, em especial à carreira de soldado da Polícia Militar, além da prova escrita o candidato tem outras etapas tão importantes quanto e que exigem prévia preparação.
O conhecimento dos critérios e características de cada uma dessas fases é primordial para que seja possível a organização e planejamento dos estudos e também a preparação para todas as demais etapas do processo seletivo.
Também é importante conhecer a organizadora do certame. No caso da seleção para soldado da Polícia Militar de São Paulo, por exemplo, a banca é a Vunesp e a prova escrita I (objetiva) é composta por 50 questões de múltipla escolha, sendo 18 questões de língua portuguesa, 12 questões de matemática, 10 questões de conhecimentos gerais (história, geografia e atualidades), cinco questões de noções de administração pública (legislação) e cinco questões de noções de informática.
Na prova objetiva, é necessário acertar 25 questões e na redação, o percentual da nota não deve ser inferior a 50%, ou seja, acertar 25 questões na prova objetiva e não obter nota inferior a 50 pontos na redação será suficiente para que o candidato seja convocado para a próxima etapa.
Inicie sua preparação separando tempo para o estudo da teoria, resolução de questões e de provas anteriores de todas as disciplinas.Em conjunto ao estudo das disciplinas, relacione quais serão os exercícios cobrados na segunda etapa do concurso, a fase do Teste de Aptidão Física (T.A.F.) e treine cada um deles, da forma correta. Isso colocará você à frente dos demais candidatos.
A terceira etapa é a fase de Exames Médicos, faça um check-up e certifique-se que não há nada de errado com sua saúde e, caso haja, você terá tempo de resolver um problema que certamente poderia levar-lhe à reprovação.
A quarta e mais temida etapa é composta por Exames Psicológicos. Você poderá antecipar-se conhecendo quais são e como são feitos os testes que compõem essa fase. Uma dica é que você, caso conheça algum policial militar já empossado e que já passou por esse processo, tente entender os critérios e métodos de avaliação.
A quinta etapa é a investigação social e a análise documental. Regularize suas pendências, organize seus documentos, mantenha tudo em dia e à mão, isso facilitará e você gastará seu precioso tempo com o estudo e preparação para as demais etapas.
Por que você precisa conhecer e preparar-se para todas as etapas do concurso? Muitos candidatos preparam-se muito bem para uma etapa e negligenciam as demais, na verdade, ao negligenciar sua preparação para alguma delas, sua aprovação com certeza ficará comprometida.
Leia atentamente o edital, faça um resumo e um plano de treinamento e estudo para cada uma das etapas. Enquanto a maioria dos candidatos prefere aguardar a saída do edital para iniciar seus estudos, pense no quanto você sairá na frente dessa maioria iniciando sua preparação antes dele ser publicado.
Candidato aprovado é candidato preparado, não só em uma fase, mas para todas as que forem necessárias e cobradas no concurso.
Viviane Rocha é professora de Técnicas e Dicas de Estudos na Central de Concursos, pedagoga e mestre em psicologia educacional, especialista no processo de ensino-aprendizagem do adulto (andragogia)

Comentários

Mais Lidas