Reforma da Previdência deve começar até fim de fevereiro

“A ideia é que no mês de fevereiro, na segunda ou terceira semana isso vá ao Plenário da Casa”, disse Hamilton Ferrari

JC Concursos - Duarte Moreira - Informe o Erro
Publicado: 05/02/2019 - 12:00

Informa Hamilton Ferrari através do site correio Brasiliense que: O secretário da Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, disse que o presidente Jair Bolsonaro tem acompanhado as discussões sobre a Reforma da Previdência e dado sugestões com base em suas “convicções”. O texto deve ser apresentado entre a segunda e terceira semana de fevereiro. As declarações foram dadas após reunião no Ministério da Economia com grupos de trabalho do Tribunal de Contas da União (TCU). 

“A ideia é que no mês de fevereiro, na segunda ou terceira semana isso vá ao Plenário da Casa”, disse. “Vai depender da área política do governo… O ministro da Casa Civil (Onyx Lorenzoni) vai conversar com o da Economia (Paulo Guedes), com o futuro líder do governo, com o presidente da Câmara e do Senado que serão eleitos. É necessário que haja uma combinação entre todas as partes para que não haja ruído”, completou. 

Bolsonaro tem acompanhado as tratativas que a equipe econômica tem feito. “Tem nos dado as orientações que ele acha adequada dentro de seu conforto e convicções. Tem nos ouvido, também e eu não duvido que a proposta será uma que terá alcance fiscal e será justa, no sentido que aqueles que podem vão contribuir mais do que aqueles que podem menos”, ressaltou. 

Reunião

Segundo Marinho, a reunião com os grupos de trabalho do TCU ocorre para apresentação da agenda econômica do governo, como privatizações, reformas, desburocratização. O secretário ressaltou que foram apresentados instrumentos legais para que as medidas ocorram dentro da normalidade. O presidente do TCU, José Múcio, e o ministro Bruno Dantas, também do órgão, participaram da reunião. 

“É uma reunião em que o TCU e o Ministério da Economia estão estabelecendo um procedimento absolutamente normal de sinergia, onde há similaridade e complementaridade”, disse. “A partir dessa conversa que é o resultado de outras que ocorreram anteriormente, a ideia é ter uma parceria no sentido de fazermos com que a agenda do governo Bolsonaro possa ser desenvolvida levando em consideração ao que diz a lei e o que a sociedade espera”, completou.

Demonstrativo de pagamento

Os aposentados e pensionistas de São Paulo Previdência (SPPREV) deixarão de receber, pelo correio, o demonstrativo de pagamento (holerite) de beneficiários. A mudança vale desde a folha de pagamento de competência novembro, com pagamento no quinto dia útil de dezembro de 2018.

Com a mudança, o documento passará a ser disponibilizado em todos os caixas eletrônicos do Banco do Brasil. Além disso, o demonstrativo de pagamento também poderá ser obtido por meio de aplicativo da SPPREV. Mais detalhes em www.spprev.sp.gov.br ou por telefone: 0800-777-7738


Fontes: Hamilton Ferrari, Correio Braziliense, CPP e Duarte Moreira

Notícias Coluna do Servidor

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping