Tudo Sobre

Concurso Petrobras

Petrobras libera resultado de concurso com 8.088 vagas

A classificação só não envolve o cargo de técnico de perfuração e poços júnior, já que o exame de capacitação física só será aplicado nos dias 24 e 25 de janeiro



Redação
Publicado em 20/01/2015, às 11h39

Foi divulgado, nesta segunda-feira (20), o resultado final do concurso da Petrobras para preenchimento de 8.088 vagas, sendo 663 efetivas e 7.425 para formação de cadastro reserva.
A classificação pode ser consultada aqui. Ela só não envolve o cargo de técnico de perfuração e poços júnior, já que o exame de capacitação física só será aplicado nos dias 24 e 25 de janeiro - o resultado para candidatos a essas vagas está previsto para 12 de fevereiro.
Prepare-se: Edição Digital do Jornal dos Concursos.
Prepare-se: Simulado para Petrobras.
Os pré-aprovados ainda deverão comprovar requisitos e participar das fases de avaliação psicológica e de exames médicos.
O concurso da Petrobras terá validade por seis, podendo ser prorrogável pelo mesmo período.

Concurso

Para nível médio é disponibilizada a função de técnico de administração e controle (47 + 520 CR).
Ensino técnico e registro profissional, quando requerido, são requisitos para os cargos de técnico de comercialização e logística (5 + 75 CR); enfermagem do trabalho (17 + 210); estabilidade (20 + 200); exploração de petróleo – geodésia (3 + 45), geologia (7 + 94 CR) e informática (2 + 30); informática (1 + 15 CR); inspeção de equipamentos e instalações (17 + 185); logística de transporte – controle (26 + 275 CR) e operação com CNH mínima “B” (2 + 30 CR); manutenção – caldeiraria (19 + 246 CR), elétrica (38 + 430 CR), eletrônica (1 + 15 CR), instrumentação (20 + 230 CR) e mecânica (61 + 654 CR); operação (151 + 1.518 CR); perfuração e poços (35 + 354 CR); projetos, construção e montagem – edificações (4 + 60 CR), elétrica (6 + 79 CR), eletrônica (1 + 15 CR), estruturas navais (1 + 15 CR), instrumentação (1 + 15 CR) e mecânica (11 + 124 CR); segurança (14 + 199 CR); suprimento e bens de serviços – administração (14 + 180 CR), elétrica (5 + 50 CR) e mecânica (9 + 105 CR); químico de petróleo (35 + 438 CR); e ambiental (2 + 30 CR).
Concursandos que terminaram a graduação e possuem registro no conselho da categoria, quando cabível, tentam as carreiras de administrador (11 + 129 CR), analista de comercialização e logística (1 + 15 CR), contador (3 + 45 CR), enfermeiro do trabalho (3 + 45 CR), geofísico – geologia (4 + 46 CR), médico do trabalho (1 + 15 CR) e relações públicas (1 + 15 CR). Também existem empregos para engenheiro civil (2 + 30 CR); de equipamentos – elétrica (5 + 50 CR), eletrônica (2 + 30 CR), inspeção (1 + 15 CR) e mecânica (23 + 230 CR); de petróleo (21 + 210); de processamento (5 + 50 CR); de produção (2 + 30 CR); e de segurança (3 + 34 CR).
Para as colocações de nível médio/técnico, os salários variam de R$ 1.721,05 a R$ 2.073,87, com garantia de remuneração mínima de R$ 2.821,96 e R$ 3.400,47, respectivamente. Para os ofícios de nível superior, os pagamentos mensais são de R$ 4.574,75 ou R$ 4.929,01, com garantia de vencimentos de R$ 7.501,06 e R$ 8.081,98.
Veja também: MPU abre concurso com vagas de até R$ 8,1 mil
Só no Estado de São Paulo existem 39 chances imediatas e 519 para cadastro na capital (5 + 75 CR) e nos municípios de Santos (20 + 234 CR), São José dos Campos (8 + 120), Mauá (4 + 60 CR) e Paulínia (2 + 30 CR). Os demais empregos estão nos Estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Bahia, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Alagoas, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pará e Amazonas. Desse total, 5% são para as pessoas com necessidades especiais (PNEs) e 20% se reservam aos afrodescendentes.
A aplicação das provas objetivas foi realizada no dia 7 de dezembro de 2014, concomitantemente, nas cidades de São Paulo, Campinas, Santos, São José dos Campos e Mauá (SP); Rio de Janeiro e Macaé (RJ); Vitória e São Mateus (ES); Belo Horizonte (MG); Brasília (DF); Aracaju (SE); Belém (PA); Campo Grande (MS); Curitiba e São Mateus do Sul (PR); Florianópolis (SC); Fortaleza (CE); Goiânia (GO); João Pessoa (PB); Maceió (AL); Manaus (AM); Natal (RN); Porto Alegre (RS); Recife (PE); Salvador (BA); e São Luís (MA).
Ao todo, o concurso da Petrobras contabilizou 310.893 inscrições, sendo 86.759 para nível médio e 224.134 para nível superior. A concorrência geral é de 468 candidatos por vaga efetiva.

Benefícios

A Petrobras oferece auxílio-creche ou auxílio-acompanhante (somente para mulheres); auxílio-ensino (pré-escolar e ensinos fundamental e médio) para os filhos; complementação educacional (cargos de nível médio); assistências médica, odontológica, psicológica e hospitalar; benefício farmácia; plano de previdência complementar opcional; assistência para pessoas com deficiência ou filhos de empregados com deficiência; participação nos lucros e/ou resultados; incentivo ao ensino superior para os filhos; e complementação do auxílio-doença.

+ Resumo do Concurso Petrobras

Petrobras - Petróleo Brasileiro
Vagas: 8088
Taxa de inscrição: R$ 40 e R$ 58
Cargos: Vários cargos, Administrador, Técnico Químico, Engenheiro de equipamentos
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1721,05 Até R$ 8081,98
Organizadora: Cesgranrio
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

20/01/2016 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas