Tudo Sobre

Concurso PF (Polícia Federal) 2021

Saiba tudo sobre o próximo concurso Polícia Federal

Com salários de até R$ 23,6, o próximo concurso da Polícia Federal está com as inscrições abertas para candidatos com deficiência física



Redação
Publicado em 30/03/2021, às 10h08

None
Divulgação

As inscrições no concurso da Polícia Federal foram reabertas nesta terça-feira (30) para pessoas com deficiência física (PcD). O candidato interessado deve apresentar um laudo médico simples, subscrito por um único médico. O prazo vai até quinta-feira (1º). Além dessa informação, a equipe do JC Concursos reuniu as principais informações do processo seletivo da PF para que você, concurseiro, possa entender tudo, desde a oferta de vagas até às atribuições dos cargos.

O edital do concurso PF foi publicado no dia 15 de janeiro. A seleção pública oferta 1.500 vagas, distribuídas da seguinte forma: agente (893 postos), delegado (123), escrivão (400) e papiloscopista (84). As remunerações iniciais das categorias são de R$ 12.522,50 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 23.692,74 para delegado. 

A distribuição de vagas, considerando reserva de vagas, será a seguinte: agente (669 para ampla concorrência, 179 para negros e 45 para portadores de deficiêcia), delegado (91 para ampla concorrência, 25 para negros e 7 para portadores de deficiência), escrivão (300, 80 e 20, respectivamente) e papiloscopista (62, 17 e 5)  

Além da escolaridade, os interessados devem possuir carteira de habilitação a partir da categoria "B" e, no caso de delegado, pelo menos três anos de atividade policial ou jurídica.

Inicialmente, a seleção da Polícia Federal contará com uma oferta de 1.500 vagas para preenchimento imediato, mas outros 500 aprovados deverão ser convocados posteriormente para o curso de formação, com o objetivo de completar as 2.000 vagas anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro. 

Atribuições aos cargos do concurso PF 

Saiba o que faz cada aprovado no concurso PF, as competências de rotina e se você está apta(o) a exercer a função:

Agente administrativo

As atribuições são compostas de atividades de nível médio, de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica; supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

Administrador

realização de atividades de supervisão, programação, coordenação ou execução especializada em grau de maior complexidade, referentes a estudos, pesquisas, análise e projetos sobre administração pública, de pessoal, material, orçamento, organização e métodos.

Arquivista

realização de planejamento, organização e direção de serviços de arquivo; elaboração de pareceres e trabalhos de complexidade sobre assuntos arquivísticos; assessoramento aos trabalhos de pesquisa científica ou técnico-administrativa e desenvolvimento de estudos sobre documentos culturalmente importantes.

Assistente social

Realização de atividades de execução qualificada, sob supervisão superior, de trabalhos relacionados com o desenvolvimento, diagnóstico e tratamento dos servidores do órgão em seus aspectos sociais.

Contador

Realização de atividades de supervisão, coordenação ou execução em grau de maior complexidade relativas à Administração Pública, financeira e patrimonial, contabilidade e auditoria, compreendendo análise, registro e perícia contábeis, de balancetes, balanços e demonstrações contábeis.

Psicólogo

Realização de atividades relacionadas às áreas de psicologia organizacional e clínica; realizar atividades de desenvolvimento e acompanhamento profissional voltadas para a gestão técnico administrativa e o apoio logístico da área de segurança pública; realizar diagnóstico, intervenção psicoterápica e acompanhamento, individual ou em grupo, para prevenir ou amenizar sofrimento ou conflito psíquico; desenvolver ações para a prevenção de doenças ocupacionais e promoção da saúde; atuar nos processos de seleção, treinamento, análise ocupacional, avaliação de desempenho e desenvolvimento profissional; realizar avaliações psicológicas visando a seleção de pessoal; supervisionar o credenciamento de psicólogos e clínicas autorizadas a emitir o porte de arma; promover estudos e pesquisas na área de psicologia; elaborar documentos técnicos e científicos da área da psicologia; redigir, digitar e conferir diversos expedientes e executar outras atividades de mesma natureza e grau de 4 complexidade relativas à atuação do psicólogo.

Escrivão

Dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais; responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Delegado

Instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação; orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais; participar do planejamento de operações de segurança e investigações;supervisionar e executar missões de caráter sigiloso; participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.

Agente de Polícia Federal

Investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais, observada a competência da Polícia Federal; proceder à busca de dados necessários; executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações; executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal; conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves; auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem 4 atribuídas.

Papiloscopista

Executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de coleta, revelação, levantamento e armazenamento de fragmentos e impressões papilares, exames e laudos oficiais papiloscópicos, representação facial humana; operação e gestão de bancos e sistemas automatizados de identificação civil e criminal; assistir à autoridade policial; desenvolver estudos na área de papiloscopia; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Escrivão

Dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais; responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Perito criminal Federal

Realizar exames periciais em locais de infração penal; realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados na prática de infrações penais; proceder pesquisas de interesse do serviço; coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais; participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento delas; desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Concurso PF (Polícia Federal):  veja como se inscrever

As inscrições do concurso PF poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da banca organizadora,  o  Cebraspe. Para acessar a página, clique aqui

No primeiro dia de atendimento, as inscrições poderão ser feitas a partir das 10 horas, enquanto no último dia o acesso será permitido até às 18 horas. As taxas serão de R$ 180 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista e R$ 250 para delegado, com pagamento da taxa podendo ser feito até o dia 3 de março.  

Concurso PF (Polícia Federal):  saiba como serão as provas

A aplicação das provas objetivas e discursivas do concurso PF estão marcadas para ocorrer no dia 21  de março. Ao todo, o concurso contará com as seguintes fases: provas objetivas e discursivas, exames de aptidão física, avaliação médica, avaliação oral para o cargo de delegado, prova prática de digitação para o cargo de escrivão, análise de títulos para delegado, avaliação psicológica e curso de formação profissional

Para os cargos de papiloscopista, agente e escrivão, as provas objetivas e dissertativas terão duração de 4h30, realizadas no período da tarde. Somente para delegado, a parte objetiva terá duração de 3h30 no período da manhã e a dissertativa terá cinco horas de duração, no período da tarde.

Para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista, a prova objetiva contará com três blocos, com 60 questões no bloco I, 36 no II e 24 no III, além da prova dissertativa, com até 30 linhas. Para  delegado, a prova objetiva contará com 120 questões e a dissertativa, com três questões e uma peça profissional

Para delegado, as questões versarão sobre direito administrativo, direito constitucional, direito civil, direito processual civil, direito empresarial, direito internacional público e cooperação internacional, direito penal, direito processual penal, criminologia, direito previdenciário e direito financeiro e tributário.

Para agente de polícia, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial, estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática e no bloco III, contabilidade geral.

Para escrivão, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial,  estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática e no bloco III, contabilidade geral e arquivologia.

Para papiloscopista, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial, estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática e no bloco III, biologia, física e química.

Concurso PF: também há expectativa de vagas nas áreas administrativas

Além das 1.500 vagas para as carreiras policiais, já confirmadas pelo presidente Bolsonaro, um outro concurso PF também é aguardado para o preenchimento de postos em cargos administrativos. Neste caso, o pedido já encaminhado ao Ministério da Economia é para 508 oportunidades, destinadas para quem possui  ensino médio  e nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 4.746,16 a R$ 7.841,95, com jornada de trabalho de 40 horas semanais 

Para estas carreiras, a distribuição ocorre da seguinte forma: agente administrativo (349), administrador (21),  arquivista (8), assistente social (10), bibliotecário (1), contador (9),  economista (3), enfermeira (3), engenheiro (1), estatístico (4), farmacêutico (1), médico (65), nutricionista (1), odontólogo (11), psicólogo (5), técnico em assuntos educacionais (13) e técnico em comunicação social (3). 

 Destas opções, o destaque é para a carreira de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e conta com remuneração inicial de R$ 4.746,16, incluindo 2.279,16 de salário básico e R$ 2.467 de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo.

Para os demais cargos, que pedem nível superior, a remuneração, exceto para os médicos,  é de R$ 5.776,47, incluindo salário básico de R$ 2.402,74 e gratificação de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 3.374.

Para os médicos, o inicial é de R$ 7.841,95, incluindo o salário básico de R$ 4.804,95 e a gratificação, no valor de R$ 3.037.

+ Resumo do Concurso PF (Polícia Federal) 2021

PF - Polícia Federal
Vagas: 1500
Taxa de inscrição: De R$ 180,00 Até R$ 250,00
Cargos: Delegado, escrivão, Papiloscopista, Agente Policial
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 12522,00 Até R$ 23692,00
Organizadora: Cebraspe
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

30/03/2021 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
01/04/2021 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
23/05/2021 Prova Adicionar no Google Agenda
concursosconcursos publicosconcursos 2021

Comentários

Mais Lidas