Todos os níveis

Concurso Santo Ângelo RS oferece 158 vagas, em diversos cargos

O concurso da prefeitura de Santo Ângelo contará com oportunidades para níveis fundamental, médio e superior, com iniciais de até R$ 13,1 mil

0,00(0.0%)0 voto(s)

Fernando Cezar Alves
Publicado em 17/06/2019, às 12h38 - Atualizado em 14/07/2019, às 23h30

Prefeitura de Santo Ãngelo
Divulgação

A partir do próximo dia 27 de junho serão recebidas as inscrições doconcurso público Prefeitura Santo Ângelo 2019, no Rio Grande do Sul. A oferta é de 158 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva de pessoal para todas as opções. Do total de postos, 5 são para cargos com exigência de ensino fundamental incompleto, 18 para fundamental completo, 77 para ensino médio ou médio técnico e 58 para nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 1.155,09 a R$ 13.194,21. O atendimento vai até 18 de julho.

Saiba quais cargos estão sendo oferecidos no concurso Santo Ângelo 2019

Ensino Fundamental Incompleto

No concurso Santo Ângelo 2019, para quem possui ensino fundamental incompleto existem 5 oportunidades e cadastro de pessoal para o cargo de porteiro, com inicial de R$ 1.126,91, para 40 horas semanais.

Ensino Fundamental Completo
Para ensino fundamental completo: ferreiro (1 + CR, com curso de 60 horas ou experiência de dois anos, R$ 1.126,90, 40 horas), mecânico (2 + CR, com experiência de dois anos e curso de capacitação em mecânica automotiva, caminhões ou máquinas pesadas, R$ 1.155,08, 40 horas), operário (8 + CR, R$ 1.126,91, 40 horas), padeiro (1 + CR, curso com mínimo de 60 horas ou experiência de dois anos, R$ 1.126,91, 30 horas), pedreiro (4 + CR, com experiência de duas horas, R$ 1.126,91, 40 horas) e pintor (2 + CR, com experiência de dois anos, R$ 1.126,91, 40 horas).

Ensino Médio
Para ensino médio e formação técnica: agente municipal de fiscalização e transportes (6 + CR, com carteira de habilitação “AB”, R$ 2.235,03, 36 horas), atendente de farmácia (2+ CR, curso de atendente de farmácia, R$ 1.126,91, 40 horas), auxiliar de consultório dentário (4 + CR, curso para atuar como auxiliar de consultório dentário e registro no conselho, R$ 1.706,01, 40 horas), auxiliar de secretaria (2 + CR, com curso técnico, R$ 1.677,84, 40 horas), eletricista (3 + CR, com curso específico e carteira de habilitação “C”, R$ 1.155,08, 40horas), fiscal de obras e posturas (2 + CR, R$ 1.677,84, 40horas), fiscal sanitário (2 + CR, R$ 2.235,03, 40 horas), fiscal ambiental (2 + CR, com curso técnico, R$ 2.235,03, 40 horas), fiscal tributário nível I (3 + CR, com curso técnico de contabilidade, R$ 1.677,84, 40 horas), gerente de saúde (1 + CR, com curso técnico, R$ 1.774,88, 40 horas), intérprete de libras (1 + CR, com curso específico, R$ 1.677,84, 40 horas), monitor escolar para educação infantil (10 + CR, curso específico, R$ 1.677,84, 40 horas), monitor de saúde e assistência (3 + CR, R$ 1.126,91, 30 horas), motorista (8+ CR, com carteira de habilitação “D”, R$ 1.155,08, 40 horas), operador de máquina (5 + CR, curso de direção de máquina pesada e dois anos de experiência, com carteira de habilitação “D”, R$ 1.126,91, 30 horas), técnico ambiental (2 + CR, com registro no conselho, R$ 1.677,84, 40 horas), técnico em agropecuária (1 + CR, curso específico, R$ 1.677,84, 40 horas), técnico em enfermagem (5 + CR, com registro no conselho, R$ 1.677,84, 30 horas), técnico em enfermagem ESF (5 + CR, com registro no conselho, R$ 1.706,91, 40 horas), técnico de informática (2 + CR, com curso técnico específico, R$ 1.677,84, 40 horas), técnico em radiologia (1 + CR, com curso técnico, R$ 1.774,88, 36 horas), técnico em segurança do trabalho (1 + CR, com curso específico e dois anos de experiência, R$ 1.774,88, 40 horas), técnico em gestão ambiental (1 + CR, com registro no conselho, R$ 3.233,60, 30 horas), técnico telefonista (2 + CR, com curso especifico, com mínimo de 80 horas, R$ 1.677,84, 30 horas) e vigilante (5 + CR, com curso específico e carteira de habilitação “B”, R$ 1.126,91, 40 horas).

Nível Superior
Por fim, para nível superior: administrador (1 +CR, com quatro anos de experiência, R$ 3.233,60, 30 horas), advogado (4 + CR, com registro na OAB e 2 anos de experiência, R$ 3.233,60, 20 horas), arquiteto (1 + CR, com registro no conselho, R$ 3.233,60, 30 horas), arquivista (1 + CR, com registro no conselho, R$ 3.233,60, 30 horas), assistente social (3 + CR, com registro no conselho, R$ 2.488,59, 30 horas), biomédico (1 + CR, com registro no conselho, R$ 2.832,92, 30 horas), cirurgião dentista ESF (4 + CR, R$ 6.341,99, 40 horas), contador (1 + CR, com dois anos de experiência e registro no conselho, R$ 3.233,60, 30 horas), enfermeiro ESF (4 + CR, com registro no conselho, R$ 4.491,98, 40 horas), engenheiro civil (2 + CR, com registro no conselho e dois anos de experiência, R$ 3.233,60, 30 horas), engenheiro eletricista (1 + CR, com registro no conselho e dois anos de experiência, R$ 3.233,60, 30 horas), engenheiro florestal (1 + CR, com registro no conselho, R$ 3.233,60, 30 horas), engenheiro sanitarista (1 + CR, com registro no conselho, R$ 3.233,60, 30 horas), farmacêutico (4 + CR, registro no conselho, R$ 2.832,92, 30 horas), fiscal tributário nível II (2 + CR, superior em ciências contábeis ou economia, R$ 3.233,60, 30 horas), fisioterapeuta (1 + CR, com registro no conselho, R$ 2.188,08, 20 horas), fonoaudiólogo (1 + CR, com registro no conselho, R$ 2.832,92, 20 horas), médico (1 + CR, 2.188,08, 10 horas), médico ESF (1 + CR, com registro no conselho, R$ 13.194,21, 40horas), médico cirurgião geral (1 + CR, registro no conselho, R$ 2.188,08, 10 horas), médico clínico geral plantonista (5 + CR, com registro no conselho, R$ 2.188,08, 20 horas), médico do trabalho (1 + CR, com registro no conselho, R$ 3.233,60, 20 horas), médico pediatra (2 + CR, com registro no conselho, R$ 2.188,08, 10 horas), médico pediatra plantonista (2 + CR, com registro no conselho, R$ 2.188,08, 20 horas), médico psiquiatra (1 + CR, com registro no conselho, R$ 3.233,60, 15 horas), procurador (1 + CR, com quatro anos de experiência forense, R$ 3.690,62, 20 horas) e químico (1 + CR, com registro no órgão, R$ 3.233,60, 30 horas).

Saiba como se inscrever no concurso Santo Ângelo RS 2019 

As inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da prefeitura, que é www.santoangelo.urj.br/extensao. As taxas são de R$ 60 para cargos com exigência de ensino fundamental, R$ 80 para ensino médio e R$ 120 para nível superior.

A aplicação das provas está marcada para ocorrer em 1 de setembro.

As contratações serão feitas de acordo com o regime estatutário, durante o prazo de validade do concurso, que será de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.

Prova anterior Prefeitura Santo Ângelo (RS)

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou provas anteriores de Médico, além do gabarito para consulta. É importante avaliar se a organizadora será a mesma, direcionando a preparação para o estilo da banca.

JC Concursos fará a cobertura completa da seleção. Confira mais detalhes acessando a página do concurso Prefeitura Santo Ângelo RS.

Sobre Prefeitura Santo Ângelo

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.

Comentários

Mais Lidas