Edital da Sefaz DF pode ser publicado na quinta (17)

Aguardado desde 2014, concurso da Sefaz DF (Secretaria da Fazenda do Distrito Federal) contará com 120 vagas, sendo 40 para preenchimento imediato e 80 para cadastro de pessoal

JC Concursos - Fernando Cezar Alves - Informe o Erro
Publicado: 15/01/2019 - 10:22 | Atualizado: 16/01/2019 - 11:10

A publicação do edital de abertura de inscrições do novo concurso público da  Sefaz DF (Secretaria da Fazenda do Distrito Federal)  para o cargo de auditor fiscal pode ocorrer já nesta quinta-feira, dia 17. Acontece que, de acordo com o edital de licitação para a escolha da banca, a liberação do documento deve ocorrer dentro de um prazo de até 30 dias da assinatura do contrato com a empresa, o que ocorreu em 17 de dezembro, quando o órgão oficializou o Cebraspe.  

 Vale lembrar que a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag/DF) divulgou,  em 4 de outubro, a resolução 02, que prorroga por mais 180 dias o prazo para a liberação do documento, até abril de 2019. De qualquer forma, com a assinatura do contrato, a liberação do documento, mesmo que acabe não ocorrendo na quinta-feira, deve ocorrer antes do término deste prazo. 

• CURSO AUDITOR FISCAL

Quem já está se preparando pode continuar os estudos, tendo em vista que o edital de licitação já define como serão realizadas as provas. 

O documento também determina o cronograma preliminar da seleção, que estabelece que a publicação do edital de abertura de inscrições deve ocorrer dentro de um período de 30 dias, contando da assinatura do contrato com a banca. Com isto, o documento tende a ser liberado antes do novo prazo estipulado pela Seplag/DF. 

De acordo com o documento, a aplicação das provas ocorrerá 90 dias a partir da data de publicação do edital. O resultado da prova objetiva e convocação para a segunda fase deve ser liberado 20 dias após a realização do exame. Já a segunda fase deve ocorrer dez dias após a divulgação da lista de aprovados na primeira. A lista final de aprovados deve ser divulgada 30 dias após a aplicação da segunda etapa. 

A seleção será para a oferta de 120 vagas, sendo 40 para o preenchimento imediato e 80 para formar cadastro reserva de pessoal.

Para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação. A remuneração inicial da carreira é de R$ 12.296, podendo chegar a R$19.173 para o servidor veterano, após aproximadamente 15 anos de exercício.

A comissão do concurso é formada pelas servidoras Kelly de Almeida Ruas e Vanessa Sousa de Oliveira, sendo supervisionadas pela secretária adjunta da SEF/DF, Márcia Wanzoff Robalinho Cavalcanti.

A secretaria não realiza concurso para o cargo há 16 anos. O último ocorreu em 2001, contando com uma oferta imediata de 200 vagas, com complementação de cadastro para mais 20%  do total de classificados durante o prazo de validade.

Atribuições

As atribuições da carreira correspondem a atividades de lançamento,cobrança e fiscalização, com relação aos tributos diretos, bem como mercadorias em trânsito, levantamento físico de estoque em estabelecimentos inscritos ou não no cadastro fiscal do Distrito Federal, e microempresas e empresas de pequeno porte, definidas em lei.

PROVAS

De acordo com o edital de licitação, o concurso contará com duas provas, sendo a primeira objetiva e a segunda discursiva. Na primeira serão160 questões, sendo 80 de conhecimentos gerais e 80 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais serão abordados temas sobre  língua portuguesa, matemática financeira/estatística/raciocínio lógico, direito constitucional, direito administrativo, direito empresarial/penal/civil, tecnologia da informação, contabilidade pública e economia e finanças públicas. Já em conhecimentos específicos, os temas serão sobre direito tributário, legislação tributária, auditoria fiscal,contabilidade geral e de custos e direito financeiro. Já a parte discursiva contará com duas questões de conhecimentos específicos e uma dissertação, que deverá contar de 30 a 60 linhas. Somente serão convocados para a segunda prova os 300 primeiros colocados na parte objetiva, bem como os empatados dentro deste limite, além dos 60 primeiros colocados para as vagas destinadas a portadores de deficiência física.   

Último concurso

O último concurso, realizado em 2001, foi organizado pela Fundação Carlos Chagas.A seleção contou com provas objetivas sobre conhecimentos gerais (com peso 1) e conhecimentos específicos (com peso 2). No primeiro foram cobrados temas sobre língua portuguesa, matemática, contabilidade comercial, contabilidade pública, noções de direito constitucional,noções de direito administrativo, noções de direito comercial, noções de direito penal e noções de informática. Já em conhecimentos específicos,os temas foram sobre direito tributário e legislação tributária do Distrito Federal.     

Vídeos SEFAZ

Comodismo atrapalha a ascensão profissional


Notícias SEFAZ

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping