Concurso Sefaz RS: último dia de inscrição para auditor

Edital reúne 50 vagas. Carreira cobra curso superior e oferece remuneração inicial de R$ 20,4 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro
Publicado: 13/11/2018 - 09:06 | Atualizado: 13/11/2018 - 15:43

Terminam às 18h desta terça-feira (13) as inscrições do concurso da Sefaz RS (Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul) para auditor-fiscal da Receita Estadual. São ofertadas 50 vagas, sendo cinco reservadas a pessoas com deficiência e oito a negros.  

O salário é de R$ 20.463,50, acrescido de prêmio de produtividade e eficiência variável. Os contratados cumprirão jornada semanal de 40 horas, havendo a possibilidade de atividades aos sábados, domingos e feriados. 

• CURSO CONCURSO SEFAZ RS 2018 - AUDITOR FISCAL

A carreira é destinada a profissionais com curso superior em administração, ciências contábeis, ciências econômicas, ciências jurídicas e sociais, engenharia ou tecnologia da informação.

Concurso Sefaz RS: inscrição e prova

As inscrições para o processo seletivo devem ser efetuadas exclusivamente via internet, por meio do endereço http://www.cespe.unb.br/concursos. A taxa custa R$ 187,77. 

A prova objetiva do concurso da Sefaz RS está dividida em três blocos, sendo o primeiro agendado para 2 de fevereiro e os outros dois para o dia 3 do mesmo mês. Os exames ocorrerão em Porto Alegre. Ao todo, os candidatos solucionarão 260 questões de múltipla escolha.

O conteúdo programático inclui: língua portuguesa; direito empresarial, civil e penal; tecnologia da informação; matemática e raciocínio lógico; contabilidade; direito administrativo e constitucional; tributário; legislação tributária estadual; auditoria contábil e fiscal.

De acordo com o edital, o concurso da Sefaz RS terá validade de dois anos, a contar da data de publicação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da pasta. 

Concurso Sefaz RS: atribuições do auditor

Lavrar termos, intimações, notificações, autos de apreensão, na conformidade da legislação competente; dar início à ação fiscal, executar a auditoria fiscal em relação a contribuintes e demais pessoas naturais ou jurídicas envolvidas na relação jurídico-tributária e constituir o crédito tributário mediante o respectivo lançamento; exercer a fiscalização repressiva, com imposição das multas cabíveis, nos termos da lei; proceder à apreensão, mediante lavratura de termo, de bens, equipamentos, objetos, livros, papéis e documentos em qualquer meio de armazenamento, inclusive digital ou eletrônico, necessários ao exame fiscal; proceder à verificação do interior dos estabelecimentos de contribuintes e demais pessoas vinculadas à situação que constitua fato gerador de tributo; determinar a abertura de móveis, lacrá-los ou removê-los em caso de negativa, até que, mediante colaboração policial ou por via judicial, seja cumprida a ordem; proceder ao arbitramento do montante das operações realizadas pelo sujeito passivo da obrigação tributária, nos casos e na forma previstos em lei; proceder à intimação de contribuintes e outras pessoas naturais ou jurídicas, de direito privado ou público, a fim de prestarem informações e esclarecimentos devidos ao fisco por força de lei; representar a Receita Estadual, pronunciando-se em procedimentos judiciais e extrajudiciais de inventários, arrolamentos, separações, divórcios e sobrepartilhas, acerca dos valores de bens e de direitos a eles relativos, inclusive como assistente técnico, nas avaliações judiciais contraditórias, e do correto lançamento do cálculo de liquidação judicial e demais fatos geradores de tributos de competência estadual; proceder à estimativa fiscal de bens, inclusive quando contraditória, para fins de recolhimento de tributos; administrar e executar a cobrança administrativa dos créditos tributários e não tributários, inclusive sua inscrição em dívida ativa; gerenciar e, em fase administrativa, conceder moratória e parcelamento dos créditos tributários e não tributários; responder a consultas formuladas por contribuintes no âmbito da administração tributária estadual; prover a interpretação oficial para a aplicação da legislação tributária estadual; elaborar e expedir normas jurídicas e propor a edição de leis e decretos pertinentes, relativos às atividades da Receita Estadual; atuar no procedimento administrativo-tributário de primeira instância, em qualquer fase do processo, inclusive no julgamento, e em segunda instância na qualidade de membro julgador, representante da Secretaria da Fazenda, ou de Defensor da Fazenda Pública; exercer ou executar outras atividades ou encargos pertinentes à ação fiscal relativa aos tributos dos quais o Estado detenha capacidade tributária ativa; dar cumprimento à legislação tributária; gerenciar, supervisionar e especificar os sistemas de informação da Receita Estadual.

O que estudar para a prova do concurso de auditor da Sefaz RS

Língua portuguesa - 1 Leitura e análise de textos. 2 Estruturação do texto e dos parágrafos. 3 Articulação do texto: pronomes e expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais. 4 Significação contextual de palavras e expressões. 5 Interpretação: pressuposições e inferências; implícitos e subentendidos. 6 Variedades de texto e adequação de linguagem. 7 Equivalência e transformação de estruturas. 8 Discurso direto e indireto. 9 Sintaxe: processos de coordenação e subordinação. 10 Emprego de tempos e modos verbais. 11 Pontuação. 12 Estrutura e formação de palavras. 13 Funções das classes de palavras. 14 Flexão nominal e verbal. 15 Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. 16 Concordância nominal e verbal. 17 Regência nominal e verbal. 18 Ocorrência de crase. 19 Ortografia oficial. 20 Acentuação gráfica. 21 Figuras de linguagem.

Direito empresarial, civil e penal - DIREITO EMPRESARIAL: 1 Empresário: caracterização, inscrição, capacidade. 2 Empresa individual de responsabilidade limitada. 3 Sociedade: empresária e simples; sociedade não personificada; sociedade personificada; espécies. 4 Lei Federal nº 6.404/1976, e suas alterações (Sociedade Anônima). 5 Estabelecimento: disposições gerais; registro; nome empresarial; prepostos. 6 Escrituração. 7 Liquidação da sociedade; transformação; incorporação; fusão; cisão. 8 Órgãos sociais; responsabilidade dos sócios; responsabilidade dos administradores. 9 Desconsideração da personalidade jurídica. 10 Sociedades coligadas, controladoras e controladas; grupo de sociedades; consórcio; sociedade cooperativa; empresa de pequeno porte e microempresa. 11 Sociedade nacional; sociedade estrangeira. 12 Contratos e obrigações mercantis: regras e princípios gerais; compra e venda mercantil; transporte. 13 Títulos de crédito: regras e princípios gerais; requisitos; classificação; exceções oponíveis e inoponíveis ao portador; nota promissória; letra de câmbio; duplicata; cheque. 14 Falência e recuperação judicial (Lei nº 11.101/2005, e suas alterações): regras e princípios gerais; caracterização e decretação da falência; efeitos da decretação da falência; administração da falência; declaração, verificação e classificação dos créditos; liquidação; extinção das obrigações; crimes falimentares. 15 O comércio eletrônico. II DIREITO CIVIL: 1 A Lei: vigência no tempo e no espaço. 2 Sujeitos do Direito: pessoas naturais, pessoas jurídicas; personalidade; capacidade das pessoas naturais e das pessoas jurídicas; domicílio. 3 Objeto do Direito: bens; divisão e espécie de bens. 4 Fatos jurídicos. 5 Negócios jurídicos. 6 Validade e defeitos. 7 Nulidade. 8 Atos jurídicos. 9 Atos ilícitos, exclusão da ilicitude, abuso do direito. 10 Prescrição e decadência: conceitos. 11 Direitos reais e obrigacionais: conceito; natureza; distinção. 12 Propriedade: conceito; noções gerais; aquisição, perda; restrições ao direito de propriedade; condomínio. 13 Posse: conceito; classificação; aquisição; perda; efeitos da posse; posse e detenção. 14 Direitos reais sobre a coisa alheia: conceito, superfície, servidões, usufruto, uso, habitação, penhor, hipoteca e propriedade fiduciária. 15 Obrigações: direitos reais, direitos pessoais; obrigações de dar, de fazer, de não fazer; obrigações decorrentes de atos ilícitos; solidariedade, indivisibilidade, inexecução; transmissão das obrigações; adimplemento e extinção. 16 Contratos: conceito, classificação; formação; efeitos; revisão; extinção; contrato, pré-contrato e negociações preliminares; compra e venda; troca ou permuta; doação; empréstimo; prestação de serviço; empreitada; depósito; mandato, fiança e aval; sociedade; parceria rural; transporte. 17 Alienação fiduciária em garantia. 18 Cooperativas: conceito; natureza; regime jurídico; atos cooperativos, operações de mercado. 19 Casamento: regime de bens; dissolução da sociedade conjugal. 20 Sucessão legítima: ordem de vocação hereditária; herdeiros legítimos, necessários; direito de representação. 21 Sucessão testamentária: noções; testamento público; particular; capacidade para testar; usufruto; revogação dos testamentos. 22 Herança: noções; aceitação; desistência; exclusão. 23 Inventário e partilha. 24 Temáticas de Gênero, Raça e Etnia. 24.1 Lei nº 11.340/2006, e suas alterações (Lei Maria da Penha). 24.2 Lei nº 12.288/2010 (Estatuto Nacional da Igualdade Racial) e Lei Estadual nº 13.694/2011 (Estatuto Estadual da Igualdade Racial). III DIREITO PENAL: 1 Aplicação da lei penal. 2 Crime. 3 Dolo e culpa. 4 Crimes contra a fé pública: falsidade de títulos e outros papéis públicos; falsidade documental; fraudes em certames de interesse público. 5 Crimes contra a administração pública: crimes praticados por funcionário público e por particular contra a administração em geral. 6 Lei nº 8.429/1992, e suas alterações (Improbidade administrativa). 7 Lei nº 8.137/1990, e suas alterações (Crimes contra a ordem tributária). 8 Lei nº 10.028/2000 (Crimes contra as finanças públicas). 9 Infração administrativa.

Tecnologia da informação - 1 Gerência de Projetos: Conceitos. Processos do PMBOK. 2 Gestão de Processos de Negócio: Modelagem de processos. Técnicas de análise e modelagem de processo. BPM – Business Process Modeling. 3 Gerência de Serviços de TI: Fundamentos da ITIL® (Versão 3). Fundamentos de COBIT (Versão 5). 4 Banco de dados: conceitos. Modelagem de dados relacional. Modelagem de dados multidimensional. Conceitos e estratégias de implantação de Data Warehouse, OLAP, Data Mining, ETL e Business Intelligence. 5 Segurança da informação: conceitos básicos. Plano de continuidade de negócio. Noções sobre criptografia, assinatura digital e autenticação. Certificação digital. Auditoria, vulnerabilidade e conformidade.

Matemática e raciocínio lógico - MATEMÁTICA: 1 Álgebra: conjuntos e conjuntos numéricos; sistema legal de medidas; razões e proporções; sequências numéricas; regras de três simples e compostas; porcentagem; equações e inequações de 1º e 2º graus; progressões aritmética e geométrica; análise combinatória, arranjos e permutações; matrizes determinantes e sistemas lineares; 2 Trigonometria. 3 Geometria plana. 4 Juros simples. Montante e juros. Descontos simples. Equivalência simples de capital. Taxa real e taxa efetiva. Taxas equivalentes. Capitais equivalentes. 5 Juros compostos. Montante e juros. Desconto composto. Taxa real e taxa efetiva. Taxas equivalentes. Capitais equivalentes. Capitalização contínua. Equivalência Composta de capitais. 6 Descontos: simples, composto. Desconto racional e desconto comercial 7 Rendas certas. Amortização: sistema francês; sistema de amortização constante. 8 Fluxo de caixa: fluxo de caixa da empresa e fluxo de caixa do acionista. Valor atual. Taxa Interna de Retorno: TIR do acionista e TIR do projeto. Payb ack e Valor Presente Líquido. II RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. 2 Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal; raciocínio matemático; raciocínio sequencial; orientação espacial e temporal; formação de conceitos; discriminação de elementos. 3 Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.

Contabilidade - I CONTABILIDADE GERAL: 1 Contabilidade: conceito, objeto, objetivos, campo de atuação e usuários da informação contábil. 2 Princípios e Normas Brasileiras de Contabilidade emanadas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC). 3 Conceitos, forma de avaliação, evidenciação, natureza, espécie e estrutura. 4 Atos e fatos administrativos. 5 Livros contábeis obrigatórios e documentação contábil. 6 Variação do patrimônio líquido – receita, despesa, ganhos e perdas. 7 Apuração dos resultados. 8 Regimes de apuração – caixa e competência. 9 Escrituração contábil – lançamentos contábeis; contas patrimoniais, resultado. 10 Fatos contábeis – permutativos, modificativos e mistos. 11 Itens Patrimoniais: conteúdo, conceitos, estrutura, formas de avaliação e classificação dos itens patrimoniais do ativo, do passivo e do patrimônio líquido. 12 Demonstrações contábeis – balanço patrimonial, demonstração do resultado do exercício, demonstração de lucros ou prejuízos acumulados, demonstração das mutações do patrimônio líquido, demonstração dos fluxos de caixa e demonstração do valor adicionado. 13 Notas explicativas às demonstrações contábeis – conteúdo, forma de apresentação e exigências legais de informações. 14 Ajustes, classificações e avaliações dos itens patrimoniais exigidos pelas novas práticas contábeis adotadas no Brasil trazidas pela Lei nº 11.638/2007, e suas alterações, e Lei nº 11.941/2009, e suas alterações. 15 Estoques – tipos de inventários, critérios e métodos de avaliação. 16 Apuração do custo das mercadorias vendidas, tratamento contábil dos tributos incidentes em operações de compras e vendas. II ANÁLISE EMPRESARIAL E FINANCEIRA: 1 Objetivo da Análise de Balanços. 2 Análise da Evolução Temporal e de Composição: Análise Vertical e Horizontal. 3 Indicadores de Situação Financeira. 4 Índices de Liquidez: objetivos, características e interpretação. 5 Forma de Financiamento dos Ativos e Imobilização de Capitais. 6 Indicadores de Avaliação do Passivo: Endividamento. 7 Indicadores de Ciclo Operacional e Financeiro. 8 Indicadores de Desempenho e Lucratividade: características, análise, controle e interpretação. 9 Margem Bruta, Margem Operacional e Margem Líquida. 10 Indicadores de Retorno. 11 Análise do Capital de Giro, Capital Circulante Líquido. 12 Capital de Giro Próprio e Capital Permanente Líquido. 13 Imobilização do Capital Próprio. 14 Indicadores de Rentabilidade. 15 Margens de Lucro sobre as Vendas. Giro do Ativo. 16 Taxa de Retorno sobre os Investimentos. III CONTABILIDADE AVANÇADA: 1 Conteúdo integral da disciplina Contabilidade Geral e ainda: Critérios de avaliação e baixas das contas do Ativo – Investimentos, Imobilizado e Intangível. 2 Contabilização de vendas, compras, devoluções, abatimentos, despesas e receitas operacionais e outras receitas e despesas. 3 Consolidação das Demonstrações Contábeis: Conceito e objetivos da consolidação, procedimentos e critérios contábeis aplicados, obrigatoriedade e divulgação. 4 Reorganização e reestruturação de empresas: Incorporação, fusão, cisão e extinção de empresas - Aspectos contábeis, fiscais, legais e societários da reestruturação social. 5 Redução ao valor recuperável de ativos: Objetivo, alcance, definições, procedimentos, divulgação e demais aspectos objeto da Resolução CFC nº 1.292/2010, e suas alterações. 6 Ativo intangível: Objetivo, alcance, definições, procedimentos, divulgação e demais aspectos objeto da Resolução CFC nº 1.303/2010, e suas alterações. Conceitos e procedimentos: Reconhecimento e mensuração. Reconhecimento de despesa. Mensuração após reconhecimento. Vida útil. Ativo intangível com vida útil definida e indefinida. Recuperação do valor contábil – perda por redução ao valor recuperável de ativos. Baixa e alienação. 7 Ajuste a valor presente: Objetivo, alcance, definições, procedimentos, divulgação e demais aspectos objeto da Resolução CFC nº 1.151/2009, e suas alterações. IV CONTABILIDADE DE CUSTOS: 1 Conceitos gerais e terminologia aplicável à contabilidade de custos. 2 Conceitos e classificação dos custos. 3 Apropriação dos custos à produção: conceito e critérios de atribuição dos custos. 4 Departamentalização: conceito, tratamento contábil, forma de apropriação e impacto no custo do produto. 5 Taxa de aplicação dos custos indiretos de produção. 6 Apuração da produção acabada, dos produtos em elaboração e dos produtos vendidos. 7 Utilização de equivalentes de produção. 8 Tipos de produção (conceito, aplicabilidade, tratamento contábil e apropriação dos custos): produção por ordem, produção contínua, produção conjunta. 9 Tipos de custeio: conceitos, diferenciações, apropriação dos custos, impactos nos resultados. 10 Formas de controle dos custos. 11 Custos estimados: conceito, tratamento contábil, análise das variações. 12 Custos controláveis: conceito, tratamento contábil e aplicação. 13 Custo padrão: conceito, tratamento contábil, aplicação e análises das variações. 14 Margem de contribuição: conceito, cálculos e aplicação. 15 Análise do custo x volume x lucro. 16 Variações do ponto de equilíbrio. 17 Grau de alavancagem operacional. 18 Margem de segurança.

Direito administrativo e constitucional - I DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Conceito, fontes, codificação, interpretação. 2 Estado, Governo e Administração Pública: conceito, elementos, poderes e organização; natureza e fins; princípios. 3 Organização administrativa: administração pública direta e indireta (Decreto-Lei Federal nº 200/1967, e suasalterações, e Emenda à Constituição Federal nº 19/1998, e suas alterações); Autarquias e Fundações; Empresas públicas e Sociedades de Economia Mista; Serviços Sociais Autônomos; Agências Reguladoras. 4 Agentes Públicos: espécies e classificação; poderes, deveres e prerrogativas; cargo, emprego e função públicos; regime jurídico único: provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; direitos e vantagens; regime disciplinar; responsabilidade civil, criminal e administrativa; processo administrativo disciplinar, sindicância e inquérito. 5 Poderes administrativos: poder regulamentar, poder hierárquico, poder disciplinar, poder de polícia. 6 Ato administrativo: conceito; requisitos - perfeição, validade e eficácia; atributos; nulidades e sanatória; extinção e desfazimento; classificação, espécies e exteriorização; atos vinculados e atos discricionários; mérito; uso e abuso de poder. 7 Contrato administrativo: conceito e características; cláusulas exorbitantes; garantias; formalização; execução, alteração, inexecução e rescisão; sanções administrativas e penalidades; espécies. 8 Convênio: conceito e características; requisitos; prestação de contas. 9 Licitação: conceito, objeto, finalidades e princípios; dispensa e inexigibilidade; vedações; modalidades e tipos de licitação; procedimentos e fases; revogação e invalidação; sanções administrativas e penalidades. 10 Lei Federal nº 12.462/2011, e suas alterações (Regime Diferenciado de Contratações Públicas). 11 Serviços públicos: noções fundamentais sobre delegação, concessão, permissão e autorização. 12 Domínio público: bens públicos; conceito, classificação em espécies. 13 Intervenção na propriedade: noções fundamentais sobre função social da propriedade, desapropriação direta e indireta, servidões administrativas e requisição. 14 Lei Orgânica da Administração Tributária: do órgão da administração tributária estadual, da carreira de Auditor-Fiscal da Receita Estadual e disposições gerais e transitórias. (Lei Complementar Estadual nº 13.452/2010). II DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Teoria geral do Estado. 2 Os poderes do Estado e as respectivas funções. 3 Teoria geral da Constituição: conceito, origens, conteúdo, estrutura e classificação. 4 Supremacia da Constituição. 5 Tipos de Constituição. 6 Constituições brasileiras. 7 Poder constituinte: conceito; espécies. 8 Emenda, reforma e revisão constitucional. 9 Princípios constitucionais. 10 Interpretação da Constituição. 11 Controle de Constitucionalidade: inconstitucionalidade formal e material. 12 Jurisdição constitucional; ação declaratória de inconstitucionalidade; ação direta de inconstitucionalidade; arguição de descumprimento de preceito fundamental (Lei Federal nº 9.882/1999). 13 Aplicabilidade e eficácia das normas constitucionais. 14 Análise do princípio hierárquico das normas. 15 Princípios fundamentais da Constituição Federal. 16 Direitos e garantias fundamentais.17 Ações constitucionais: hab eas corpus, mandado de segurança individual e coletivo; mandato de injunção, hab eas data, ação popular e ação civil pública. 18 Organização do Estado: organização político-administrativa; competência legislativa privativa e concorrente. 19 Administração Pública: princípios; servidores públicos. 20 Organização dos Poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. 21 Funções essenciais à justiça: Ministério Público; Advocacia Pública e Defensoria Pública. 22 A defesa do Estado e das instituições democráticas. 23 A Constituição do Estado do Rio Grande do Sul: os poderes legislativo, judiciário e executivo.

Direito tributário - 1 Tributo: conceito e classificação (impostos, taxas, contribuições de melhoria, empréstimos compulsórios e contribuições diversas). 2 Normas gerais de direito tributário: legislação tributária (Constituição, emendas à Constituição, leis complementares, leis ordinárias, medidas provisórias, leis delegadas, decretos legislativos, resoluções do Senado Federal, decretos e normas complementares); vigência e aplicação da legislação tributária; interpretação e integração da legislação tributária. 3 Obrigação tributária principal e acessória; hipótese de incidência e fato gerador da obrigação tributária; sujeição ativa e passiva; solidariedade; capacidade tributária; domicílio tributário. 4 Responsabilidade tributária: conceito; responsabilidades dos sucessores; responsabilidade de terceiros; substituição tributária; responsabilidades por infrações. 5 Crédito tributário: conceito; constituição; lançamento (modalidades de lançamento; hipótese de alteração do lançamento); suspensão da exigibilidade; extinção; exclusão; garantias e privilégios do crédito tributário. 6 Administração tributária: características, prerrogativas, fiscalização; dívida ativa; certidões negativas. 7 Sistema Tributário Nacional: princípios gerais; regime especial de tributação das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Lei Complementar Federal nº 123/2006, e suas alterações); limitações ao poder de tributar; tributos de competência da União (impostos, taxas, contribuições de melhoria, empréstimos compulsórios e contribuições diversas); tributos de competência dos Estados e do Distrito Federal (impostos, taxas, contribuições de melhoria, contribuições para custeio do regime previdenciário); tributos de competência dos Municípios e do Distrito Federal (impostos, taxas, contribuições de melhoria, contribuições para custeio do regime previdenciário e contribuição para custeio do serviço de iluminação pública); repartição das receitas tributárias. 8 ICMS nas operações interestaduais e nas exportações e importações (Lei Complementar Federal nº 87/1996, e suas alterações). 9 Execução fiscal (Código de Processo Civil): foro; título executivo. 10 Convênios para a concessão de isenções de ICMS (Lei Complementar Federal nº 24/1975).

Legislação tributária estadual - 1 Sistema Tributário do Estado do Rio Grande do Sul (Constituição do Estado): disposições gerais; impostos do Estado. 2 ICMS (Lei nº 8.820/1989, e suas alterações e Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 37.699/1997): obrigação principal (hipóteses de incidência, momento da ocorrência do fato gerador, local da operação e da prestação, isenção, não incidência, contribuinte, responsável, base de cálculo, alíquota, crédito fiscal, apuração e pagamento do imposto, substituição tributária, suspensão, transferência de saldo credor, compensação, restituição); obrigação acessória (inscrição, documentos fiscais relativos às operações de circulação de mercadorias e prestações de serviços de transporte e de comunicação, livros fiscais, guias informativas, equipamento emissor de cupom fiscal, equipamento de processamento eletrônico de dados, regimes especiais e demais obrigações do contribuinte e de terceiros). 3 IPVA (Lei nº 8.115/1985, e suas alterações e Decreto nº 32.144/1985, e suas alterações): fato gerador; não incidência; isenção; contribuinte; responsável; inscrição; base de cálculo; alíquota; obrigações dos contribuintes. 4 ITCD (Lei nº 8.821/1989, e suas alterações, e Decreto nº 33.156/1989, e suas alterações): fato gerador; não incidência; isenção; contribuinte; responsável; base de cálculo; alíquota; obrigações dos contribuintes e de terceiros. 5 Taxas (Leis nº 8.109/1985, e suas alterações e Lei Estadual nº 14.634/2014, e suas alterações): fato gerador; contribuinte; responsável; isenções; base de cálculo; alíquota. 6 Procedimento Tributário Administrativo (Lei nº 6.537/1973, e suas alterações): Infrações à legislação tributária (disposições gerais, processo contencioso, efeitos das decisões e do inadimplemento, procedimentos especiais, consulta, apreensão, restituição e isenção infrações materiais, infrações formais, medidas acauteladoras, penalidades, redução ou dispensa da aplicação de multas); Tribunal Administrativo de Recursos Fiscais (composição, funcionamento e defesa da Fazenda Pública); das demais formas de extinção do crédito tributário (disposições gerais, dação em pagamento e transação).

Auditoria contábil e fiscal - I AUDITORIA CONTÁBIL 1 Auditoria: conceitos, objetivos e exercícios práticos. 2 Distinção entre auditoria interna, auditoria independente e perícia contábil. 3 Procedimentos de auditoria. 4 Testes de observância. 5 Testes substantivos. 6 Papéis de trabalho e documentação de auditoria. 7 Normas de execução dos trabalhos de auditoria. 8 Planejamento da auditoria. 9 Fraude e erro. 10 Relevância na auditoria. 11 Riscos da auditoria. 12 Supervisão e controle de qualidade. 13 Estudo e avaliação do sistema contábil e de controles internos. 14 Continuidade normal dos negócios da entidade. 15 Amostragem: tamanho, tipos e avaliação dos resultados. 16 Processamento eletrônico de dados. 17 Estimativas contábeis. 18 Transações com partes relacionadas. 19 Contingências. 20 Transações e eventos subsequentes. 21 Evidência em auditoria. 22 Avaliação do negócio. 23 Carta de responsabilidade da administração. 24 Pareceres de auditoria. 25 Parecer sem ressalva. 26 Parecer com ressalva. 27 Parecer adverso. 28 Parecer com abstenção de opinião, parágrafo de ênfase. 29 Princípios de contabilidade e estrutura conceitual para a elaboração e apresentação das demonstrações contábeis: NBC TSP Estrutura Conceitual/2016 e Resolução CFC nº 1.374/2011. II AUDITORIA FISCAL: 1 Questões práticas sobre aplicação da Legislação Tributária do Estado do Rio Grande do Sul.


Ads

Baixe E-book: Raciocínio Lógico para o CESPE

Reunimos nesse e-book, um guia que irá alavancar seus resultados em Raciocínio lógico e matemático e que certamente irá desvendar muitos dos segredos do “temido” CESPE. Baixe gratuitamente.       


Vídeos SEFAZ

Mais Lidas

Mais Recentes

Notícias Recentes SEFAZ

Notícias Relacionadas SEFAZ

Atualizado: 29/10/2018 - 17:34

Concurso Receita Federal: é grande pressão por aval

Oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento são para as carreiras de auditor-fiscal e analista tributário. Iniciais do concurso da Receita serão de até R$ 16,2 mil

5.000 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Uma das autorizações mais esperadas é a do concurso da Receita Federal do Brasil (RFB). Acontece que o órgão sofre com uma grande defasagem de pessoal, que afeta gravemente a qualidade dos serviços prestados à população, conforme vem sendo discutido pela categoria e apontado em relatório do Tribunal de Contas da União (TCU).

A última solicitação encaminhada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) é para o preenchimento de 5.000 vagas, de acordo com o diretor do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público (Deret/SGP), Paulo de Tarso Cancela Campolina de Oliveira. 

Os dados mostram que a situação da RFB está cada vez mais crítica devido à sua grande defasagem de pessoal, que tem aumentado a cada novo levantamento. A tendência é que a quantidade de servidores fique cada vez mais escassa, caso uma nova seleção não ocorra.

• APOSTILAS CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL|
• CURSO CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL

Sindicatos da categoria demonstraram diversas vezes, ao longo dos últimos meses, a necessidade de um certame urgente e que os serviços prestados à população podem ser seriamente prejudicados se nada for feito pelo governo.

Último levantamento, de agosto de 2018, aponta que a Receita Federal tem 21.237 postos em aberto, número em constante crescimento. Do déficit de servidores, 11.197 são de auditores e 10.040 de analista. A situação pode ficar mais crítica, ainda mais que cerca de 20% do pessoal já está apto a se aposentar.

 

 

Defasagem de pessoal na Receita Federal - Levantamento de agosto/2018

 

 

Pedido do concurso da Receita Federal 2018

A solicitação do concurso da Receita Federal é para 3.000 oportunidades de analista-tributário de 2.000 de auditor-fiscal.

Ambas as carreiras aceitam profissionais com formação superior completa em diversas áreas de atuação. O salário inicial corresponde a R$ 16.201,64 e a R$ 9.714,42, respectivamente, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

Veja também: simulado completo para o concurso da Receita 2018

Concurso da Receita Federal para a área administrativa

Outra seleção aguardada é a que contempla 400 vagas para os cargos de assistente-técnico administrativo e analista administrativo, com lotação no quadro de pessoal da Receita Federal. Vale ressaltar que o lançamento do edital, assim que autorizado pelo MPDG, é feito pelo Ministério da Fazenda, que depois distribui as oportunidades para o seu quadro e o da RFB.

Para concorrer a assistente é necessário possuir ensino médio, sendo que o salário inicial, atualizado, é de R$ 4.137,97, considerando o vale-alimentação de R$ 458. Já a função de analista administrativo pede nível superior e oferece vencimento de R$ 5.490,09, incluindo o benefício.

Uma vez autorizado, o concurso contará com uma grande parte das vagas destinada para o Estado de São Paulo, por não ter sido contemplado na última seleção para os cargos administrativos.

Preparação para o concurso da Receita Federal 2018

Por ser considerado um dos concursos mais concorridos do Brasil, já que soma milhares de concorrentes, quem deseja conquistar um posto na RFB deve iniciar os estudos com antecedência. Em entrevista anterior ao JC, o auditor-fiscal da Receita Federal e ex-presidente do Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Pedro Delarue, comentou que “as provas são disputadíssimas e as pessoas que estão estudando estão super preparadas, então, é necessário estudar bastante, já que há uma grande variedade de temas”.

Uma opção para se preparar para a seleção é analisar o conteúdo programático e as avaliações dos processos seletivos anteriores. 

Último processo seletivo

No caso de assistente técnico-administrativo, o concurso anterior ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). A prova contou com 70 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 20 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 20 de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de atualidades. Em conhecimentos específicos, cinco de gestão de pessoas e atendimento ao público, cinco de ética do servidor na administração pública, cinco de administração pública brasileira e cinco do regime jurídico dos agentes públicos. Informática e atualidades contaram com peso um e as demais disciplinas, com peso dois.  

Prepare-se para o concurso Receita Federal

PROVA ANTERIOR CONCURSO RFB

Para analista técnico administrativo, a última seleção foi em 2013, também organizada pela Esaf. O cargo contou com duas provas, sendo a primeira com 65 questões de conhecimentos básicos e a segunda com 50 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram 15 de língua portuguesa, dez de atualidades, dez de raciocínio lógico quantitativo, dez de direito constitucional dez de direito administrativo e dez de informática básica. Língua portuguesa e conhecimentos específicos tiveram peso dois, enquanto as demais disciplinas contaram com peso um. Além disso, os candidatos foram submetidos a uma prova discursiva.

Saiba mais sobre o concurso da Receita Federal 2018

 


Ads

Uma das vagas na Receita Federal será sua!

Essa é sua chance. São mais de 2 mil oportunidades com remuneração de até R$ 20.123. Garanta sua vaga e construa uma carreira de sucesso!


 

 

 


Continuar lendo

Atualizado: 19/10/2018 - 16:33

Ministério da Fazenda: concurso depende de autorização

Solicitação para a abertura de concurso do Ministério da Fazenda refere-se a vários cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino

1.301 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Ministério o Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) ainda avalia o pedido do concurso do Ministério da Fazenda (MF), encaminhado no ano passado. A solicitação requer um total de 1.301 vagas para o seu quadro de pessoal.

A seleção precisa realizada devido à grande defasagem de pessoal no MF. Atualmente, existem 3.148 postos vagas, sendo 2.254 referente aos cargos de nível médio e 894 para ensino superior.

As oportunidades do concurso do Ministério da Fazenda requeridas ao Planejamento estão distribuídas da seguinte maneira: assistente técnico administrativo (904), analista técnico administrativo (257), arquiteto (12), arquivista (9), bibliotecário (12), contador (53), engenheiro (15), enfermeiro (5), pedagogo (6), psicólogo (6) e técnico em comunicação social (22).

Para concorrer ao posto de assistente é necessário possuir ensino médio completo, enquanto as demais funções aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. Os salários iniciais atuais oscilam entre R$ 3.953,68 e R$ 6.388,27, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

A solicitação do concurso do Ministério da Fazenda 2018/2019 encaminhada ao MPDG não apresentou as regiões de lotação das oportunidades, mas é bem provável que São Paulo e Distrito Federal sejam os locais com a maior quantidade de oportunidade, e o motivo é que no último certame eles não foram abrangidos.

• CURSO CONCURSO MINISTÉRIO DA FAZENDA 2018 - DIVERSOS

O detalhe do processo seletivo que pode ser dado como certo é a escolha da empresa organizadora, que será a Esaf (Escola de Administração Fazendária), como de costume nos concursos do órgão. Assim, os candidatos podem ir se preparando com as provas e os editais de seleções anteriores, uma vez que a banca se repete.

Concurso Ministério da Fazenda: outras oportunidades

Junto com as vagas para o seu próprio quadro de pessoal, o MF pediu mais 3.040 chances distribuídas entre os seus órgãos vinculados. Os postos são para os níveis médio e superior.

Para a Receita Federal são as 630 vagas para auditor-fiscal e as 1.453 para analista tributário. O quadro do Tesouro Nacional é composto pelas colocações de auditor federal de finanças e controle (30) e técnico de finanças e controle (70), enquanto a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) fica com a função de procurador da Fazenda (240). 

Para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o pedido contempla 16 oportunidades para a carreira de inspetor, 30 para analista e 82 para agente executivo.

Na Superintendência de Seguros Privados (Susep), são 55 chances para analista técnico. Por fim, as demais profissões se destinam ao quadro da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), sendo elas as de especialista em previdência social (48), analista administrativo (23), técnico administrativo (39), administrador (11) e atuário (7).

Esses detalhes foram divulgados pelo Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC). 

Concurso Ministério da Fazenda: edital anterior

No início de 2014, o MF abriu processo seletivo visando a contratar 1.026 profissionais na carreira de assistente. As chances disponibilizadas pelo certame foram distribuídas entre os Estados do Acre (18 vagas), Alagoas (14), Amazonas (28), Amapá (6), Bahia (80), Ceará (53), Espírito Santo (14), Goiás (31), Maranhão (30), Minas Gerais (101), Mato Grosso do Sul (34), Mato Grosso (27), Pará (55), Paraíba (20), Pernambuco (52), Piauí (17), Paraná (97), Rio de Janeiro (61), Rio Grande do Norte (17), Rondônia (13), Roraima (8), Rio Grande do Sul (155), Santa Catarina (74), Sergipe (9) e Tocantins (12).

Todos os candidatos passaram por provas objetivas de conhecimentos básicos e específicos com 70 perguntas de múltipla escolha. Os assuntos abordados nos testes foram língua portuguesa; matemática e raciocínio lógico; conhecimentos de informática; atualidades; gestão de pessoas e do atendimento ao público; ética do servidor na administração pública; administração pública brasileira; e regime jurídico dos agentes públicos.

Concurso Ministério da Fazenda: sobre o órgão

O Ministério da Fazenda é o órgão da estrutura administrativa da República Federativa do Brasil responsável pela formulação e execução da política econômica.

Continuar lendo

Atualizado: 09/10/2018 - 14:51

Taquari RS prorroga inscrições de concurso com 32 vagas

Novo prazo vai até 16 de outubro. Oportunidades são destinadas a cargos de níveis médio, técnico e superior

Ganhos de até R$ 6,4 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Rio Grande do Sul, a Prefeitura Municipal de Taquari prorrogou até 16 de outubro as inscrições do concurso público que preencherá 32 vagas do seu quadro de pessoal, além de formar cadastro reserva. O prazo inicial estava previsto para terminar nesta terça-feira (9). 

Para médio e/ou curso técnico, as chances do edital são para as funções de assessor administrativo (1 vaga), fiscal de saúde e meio ambiente (1), instrutor de informática (3), profissional de apoio escolar (2), auxiliar de pré-escola (2) e técnico de enfermagem (3). Os salários iniciais oscilam entre R$ 908,63 e R$ 2.633,58. 

Candidatos que têm o nível superior podem disputar os cargos de farmacêutico (1), médico clínico geral (1), médico ginecologista/obstetra (1), médico psiquiatra (1), nutricionista (1) e professor nas especialidades de atendimento educacional especializado (2), artes (2), ciências (1), educação física (2), geografia (2), história (2), música (3) e língua estrangeira - inglês (1). As remunerações variam de R$ 1.127,29 a R$ 6.481,91. 

Para participar basta preencher o formulário de inscrição no site www.fundacaolasalle.org.br/concursos e efetuar o pagamento da taxa, que oscila entre R$ 75 e R$ 130. 

Concurso Prefeitura de Taquari RS: provas

Todos os participantes serão avaliados por meio de prova objetiva, eliminatória e classificatória. Ela contemplará 50 questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, raciocínio lógico, informática, legislação, didática e/ou conhecimentos específicos. 

O exame será aplicado na cidade de Taquari/RS no dia 9 de dezembro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado a partir do dia 30 de novembro. 

Aqueles que pleiteiam os postos de professores ainda serão submetidos à análise de títulos, unicamente classificatória. 

Descrição do assessor administrativo da Prefeitura de Taquari RS

Examinar processos; redigir pareceres e informações; redigir expedientes administrativos, tais como: memorandos, cartas, ofícios, relatórios; revisar quanto ao aspecto redacional ordens de serviço, instruções, exposições de motivos, projetos de Lei, minutas de decreto e outros; realizar e conferir cálculos relativos a alterações de tributos, vantagens financeiras e descontos determinados por Lei; realizar ou orientar coleta de preços de materiais que possam ser adquiridos sem concorrência; efetuar ou orientar o recebimento, conferência, armazenagem e conservação de materiais e outros suprimentos; fazer levantamentos de bens patrimoniais; eventualmente realizar trabalhos datilográficos, operar com terminais eletrônicos e equipamentos de microfilmagem; realizar atividades afins.
 

Continuar lendo

Atualizado: 04/10/2018 - 09:56

Concurso CRBM RS: inscrições abertas para quatro postos

Ofertas do edital do Conselho Regional de Biomedicina da 5ª Região são para candidatos de níveis fundamental, médio e superior

Ganhos de até R$ 3,4 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Conselho Regional de Biomedicina da 5ª Região, no Rio Grande do Sul (CRBM/RS) abriu as inscrições do concurso público que visa o provimento de quatro vagas, pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A lotação ocorrerá na cidade de Porto Alegre/RS. 

Candidatos que concluíram o ensino fundamental podem disputar a função pública de auxiliar de serviços gerais (1 vaga), cujo salário inicial é de R$ 1.196,47. 

Para quem tem o ensino médio completo, a chance do edital é para o emprego de agente administrativo/auxiliar de escritório júnior (1), com vencimento de R$ 1.800. 

Aqueles que têm o nível superior estão aptos às carreiras de fiscal biomédico (1) e assistente de comunicação (1). As respectivas remunerações são de R$ 3.460,32 e R$ 1.800. 

O CRBM/RS ainda oferece para os seus servidores os seguintes benefícios: auxílio-alimentação; vale-transporte; e auxílio-refeição (concedido somente para os cargos com carga horária de 40 horas semanais).

Concurso CRBM RS: inscrições e provas

O Instituto Nosso Rumo é o responsável pela organização e execução do certame. As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, através do site www.nossorumo.org.br, até o dia 22 de outubro. Os valores da taxa de participação são de R$ 35 (ensino fundamental), R$ 44 (nível médio) e R$ 62 (formação superior). 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela comtemplará questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, noções de informática, legislação, conhecimentos gerais e/ou conhecimentos específicos. 

O exame será aplicado na cidade de Porto Alegre/RS no dia 25 de novembro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site do Instituto Nosso Rumo a partir do dia 14 desse mesmo mês.

Aqueles que pleiteiam os cargos de nível superior ainda serão submetidos à prova dissertativa, eliminatória e classificatória, a ser realizada na mesma data da objetiva. Ela tem o objetivo de avaliar o domínio do conhecimento teórico-prático, uso adequado da linguagem, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação teórico-metodológica e o uso correto do vernáculo. 
 

Continuar lendo

Atualizado: 21/05/2018 - 10:45

Arroio do Meio/RS tem concurso com inscrições abertas

Oferta no concurso da Prefeitura Municipal de Arroio do Meio é de cinco vagas para cargos de todos os níveis escolares, com salários de até R$ 3,4 mil

Até 27 de maio

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Arroio do Meio, situada no Estado do Rio Grande do Sul, está com inscrições abertas de concurso público para provimento de cinco vagas do seu quadro de efetivos.

 

O cargo de operador de máquinas (1 vaga) exige o ensino fundamental completo e carteira de habilitação na categoria “C”. O salário inicial é de R$ 2.475.

 

Aqueles que têm o ensino médio completo e carteira de habilitação na categoria “B” estão aptos às carreiras de agente administrativo (1), agente administrativo auxiliar (1) e fiscal municipal (1). Os respectivos vencimentos são de R$ 2.475, R$ 2.062,50 e R$ 3.465.

 

Quem concluiu o nível superior, possui carteira de habilitação na categoria “B” e registro no órgão de classe pode se inscrever para o posto de farmacêutico (1). A remuneração é de R$ 3.465.

 

 

Inscrição e provas do concurso da Prefeitura de Arroio do Meio/RS

 

 

Para participar basta preencher a ficha cadastral no endereço eletrônico www.schnorr.com.br e efetuar o pagamento da taxa, que varia de R$ 80 a R$ 120. O prazo de inscrição se encerrará no dia 27 de maio.

 

Todos os inscritos no concurso da Prefeitura de Arroio do Meio serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório. Ela será constituída por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de português, matemática, informática, legislação, conhecimentos gerais e/ou conhecimentos específicos.  

 

A prova será aplicada no município de Arroio do Meio/RS no dia 9 de junho para os cargos de operador de máquinas, agente administrativo auxiliar, fiscal municipal e farmacêutico, e no dia 10 de junho para agente administrativo.

 

Apenas os candidatos que pleiteiam o emprego de operador de máquinas realizarão a prova prática de serviço.

 

 

Atribuições do fiscal municipal da Prefeitura de Arroio do Meio/RS

 

 

Instruir o contribuinte sobre o cumprimento da legislação tributária; coligir, examinar, selecionar e preparar elementos necessários à execução da fiscalização externa; verificar, em estabelecimentos comerciais, a existência e a autenticidade de livros e registros fiscais instituídos pela legislação específica; verificar os registros de pagamento dos tributos nos documentos em poder dos contribuintes; investigar a evasão ou fraude no pagamento dos tributos; fazer plantões fiscais e relatórios sobre as fiscalizações efetuadas; informar processos referentes à avaliação de imóveis; lavrar autos de infração e apreensão, bem como termos de exame de escrita, fiança, responsabilidade, intimação e documentos correlatos; propor a realização de inquéritos e sindicâncias que visem salvaguardar os interesses da Fazenda Municipal; propor medidas relativas à legislação tributária, fiscalização fazendária e administração fiscal, bem como ao aprimoramento das práticas do sistema arrecadador do Município; verificar e orientar o cumprimento da regulamentação urbanística concernente a obras públicas e particulares; executar outras tarefas correlatas.
Continuar lendo

Atualizado: 04/05/2018 - 10:30

Últimos dias do prazo para 5.707 vagas em 22 concursos

Oportunidades para cargos de todos os níveis escolares nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Bahia, Sergipe, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná

Ganhos de até R$ 11,9 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Chegam ao fim nesta sexta-feira (4), sábado (5) e domingo (6) as inscrições de 22 concursos públicos. Ao todo, eles selecionarão pelo menos 5.707 profissionais para cargos de todos os níveis escolares, com remunerações iniciais de até R$ 11,9 mil por mês.

As ofertas estão nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Bahia, Sergipe, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

 

São Paulo

 

No Estado de São Paulo, as oportunidades estão no Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM); Câmara Pedro de Toledo/SP; e nas prefeituras de Ibaté, Itatiba, Sarapuí, Itariri e Santa Cruz da Esperança.

 

Demais Estados

 

Os interessados ainda podem se inscrever nos concursos do Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas/RJ); Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB); Secretaria de Justiça e de Defesa ao Consumidor (Sejuc/SE); Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região de Alagoinhas/BA; Universidade Federal do Pará (UFPA); câmaras de Cocos/BA e Santa Lúcia/PR; e nas prefeituras de Pará de Minas/MG, Itaocara/RJ, Guapó/GO, Eusébio/CE, Olho D’água das Cunhãs/MA, Fortaleza/CE, Liberato Salzano/RS e Mafra/SC.

 

 

Prepare-se para os concursos públicos

 

Videoaulas para concursos públicos

Provas Anteriores de concursos públicos

 

Confira abaixo todos os concursos que encerram inscrições:
 

 

Sexta-feira (4)

 

Salários de até R$ 7,2 mil
Concurso HSPM/SP encerra hoje inscrições para 85 vagas

Todos os níveis
Concurso Pará de Minas/MG: prazo de inscrição acaba hoje

Todos os níveis
Aberto concurso para 26 vagas na Prefeitura de Ibaté/SP

Níveis médio e superior
Inscrições abertas para 46 vagas em concurso da UFPA

 

 

Sábado (5)

 

Salários de até R$ 3,6 mil
Concurso em Sarapuí/SP reúne 13 oportunidades

Nível médio
Concurso em Eusébio/CE abre inscrições para 63 vagas

Nível superior
UFSB recebe inscrições de concurso com 73 vagas

 

Domingo (6)

 

Níveis médio e superior
Pedro de Toledo/SP reabre inscrições de concurso

Salários de até R$ 6 mil
Itaocara/RJ prorroga inscrição de concurso com 264 vagas

Níveis médio, técnico e superior
Itatiba/SP abre inscrições de concurso com 110 vagas

Saúde
Concurso Iabas/RJ: abertas inscrições para 13 vagas

Níveis dundamental e superior
Prefeitura de Itariri/SP: concurso com inscrição aberta

Superior
Santa Cruz da Esperança: concurso com inscrições abertas

Todos os níveis
Guapó/GO divulga edital de concurso com 861 vagas

Nível médio
Concurso Sejuc/SE: últimos dias do prazo para 100 vagas

Todos os níveis
Olho D’água das Cunhãs/MA divulga concurso com 257 vagas

Salários de até R$ 6,2 mil
Câmara de Cocos/BA reabre inscrições para concurso

Salários de até R$ 9,8 mil
Concurso Fortaleza/CE: 2.467 vagas com inscrição até 6/5

Níveis médio/técnico e superior
Consórcio de Saúde de Alagoinhas: concurso tem 57 vagas

Todos os níveis
Liberato Salzano/RS inscreve para concurso com 20 vagas

Salários de até R$ 11,9 mil
Prefeitura de Mafra/SC: concurso reúne 16 ofertas

Nível médio
Câmara de Santa Lúcia/PR: concurso tem vaga para agente

 

 

Confira aqui todos os concursos com inscrições abertas

Continuar lendo

Atualizado: 30/04/2018 - 11:28

Liberato Salzano/RS inscreve para concurso com 20 vagas

Oportunidades no concurso da Prefeitura Municipal de Liberato Salzano são para candidatos de todos os níveis escolares. As inscrições serão recebidas até o dia 6 de maio

Ganhos de até R$ 4,9 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Rio Grande do Sul, encontram-se abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de Liberato Salzano. A seleção visa o provimento de 20 vagas, além de formação de cadastro reserva (CR) para futuras oportunidades.

 

Aqueles que têm o ensino fundamental podem concorrer para as funções de auxiliar de mecânica (CR), auxiliar de serviços sociais (CR), cozinheiro (2 vagas), eletricista (1), motorista (1), operador de máquinas (1), operário (2), servente (2), vigia (1) e zelador (1).

 

Quem tem o ensino médio e/ou curso técnico está apto às carreiras de auxiliar de saúde bucal (1), fiscal de obras e posturas (CR), fiscal sanitarista (CR), fiscal tributário (1), professor séries iniciais (1) e técnico em enfermagem (1).

 

Nível superior é requisito para os postos de agente do controle interno (1), analista de licitações e contratos (1), assistente social (CR), farmacêutico/bioquímico (1), fisioterapeuta (CR), fonoaudiólogo (CR), médico clínico geral (1), nutricionista (1), professor séries finais - geografia (CR) e psicólogo (CR).

 

Os salários iniciais oferecidos pela Prefeitura de Liberato Salzano partem de R$ 954 e chegam a R$ 4.998,79.

 

 

Participação no concurso da Prefeitura de Liberato Salzano/RS

 

 

As inscrições deverão ser realizadas na página eletrônica www.scconcursos.com.br até o dia 6 de maio. Os valores da taxa são de R$ 103,50 para os empregos de ensino fundamental, R$ 150 para nível médio e curso técnico e R$ 175 para formação superior.

 

O município disponibilizará um espaço com computador e acesso à internet para o candidato que desejar realizar a sua inscrição, situado na Avenida Rio Branco, nº 234, Centro, no horário de atendimento das 8h às 11h e das 13h às 16h.

 

 

Provas do concurso da Prefeitura de Liberato Salzano/RS

 

 

Todos os candidatos serão submetidos à prova objetiva, caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e atualidades e/ou conhecimentos específicos.

 

A avaliação será aplicada no município de Liberato Salzano/RS no dia 27 de maio. As informações sobre os locais e horários serão divulgadas no edital de convocação, a ser publicado em momento oportuno.

 

O concurso da Prefeitura de Liberato Salzano ainda será constituído das seguintes etapas: prova prática para os cargos de motorista e operador de máquinas; e análise de títulos para professores.

Continuar lendo

Atualizado: 23/02/2018 - 14:29

Concurso em Não-Me-Toque/RS reúne 15 vagas

Oportunidades no concurso da Prefeitura Municipal de Não-Me-Toque são para candidatos de todos os níveis escolares, com salários de até R$ 5,5 mil

Até 27 de fevereiro

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado do Rio Grande do Sul, o município de Não-Me-Toque está com inscrições abertas em dois editais de concurso público. Ao todo, serão preenchidas 15 vagas, além de formação de cadastro reserva (CR) de futuras oportunidades. 
Para ensino fundamental, as chances são para as funções de auxiliar de operações (2 vagas + CR), auxiliar de serviços gerais (2 + CR), auxiliar de consultório dentário (CR), motorista (1 + CR), agente de combate às endemias (CR), agente comunitário de saúde (3 + CR), pedreiro (1 + CR), eletricista (CR), operador de máquinas (CR) e educador/cuidador (1 + CR).  
Quem tem o médio e/ou curso técnico está apto às carreiras de atendente de farmácia (CR), fiscal tributário (CR), fiscal de obras e posturas (CR), fiscal ambiental (CR), fiscal sanitário (1 + CR), monitor de escola (1 + CR), técnico em enfermagem (CR), telefonista (CR) e tesoureiro (CR). 
Nível superior é requisito para os cargos de agente ambiental (CR), cirurgião dentista (CR), enfermeiro (CR), farmacêutico (CR), médico (CR), médico ginecologista/obstetra (1 + CR), médico pediatra (1 + CR), nutricionista (CR), professor anos iniciais (CR), professor anos finais - artes (CR) e professor anos finais - língua inglesa (1 + CR). 
Os salários iniciais oferecidos pela Prefeitura de Não-Me-Toque partem de R$ 1.010,10 e chegam a R$ 5.511,26. 

Etapas do concurso da Prefeitura de Não-Me-Toque/RS


As inscrições deverão ser realizadas no endereço eletrônico www.fundacaolasalle.org.br/concursos até o dia 27 de fevereiro. Os valores da taxa são de R$ 45 para ensino fundamental, R$ 65 para nível médio/técnico e R$ 115 para formação superior. 
Todos os candidatos executarão a prova objetiva no dia 18 de março. Ela será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, informática, legislação e/ou conhecimentos específicos. 
O concurso da Prefeitura de Não-Me-Toque ainda será constituído das seguintes etapas: prova prática para os cargos de eletricista, operador de máquinas e pedreiro; e análise de títulos para nível superior. 
Continuar lendo

Atualizado: 22/01/2018 - 11:23

São Vicente do Sul/RS tem concurso com 48 vagas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de São Vicente do Sul deverá ser garantida até o dia 24 de janeiro. Os salários iniciais chegam a R$ 5,4 mil

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Ainda dá tempo de concorrer a uma das 48 vagas do concurso da Prefeitura Municipal de São Vicente do Sul, localizada no Estado do Rio Grande do Sul. Haverá, ainda, formação de cadastro reserva (CR) para eventuais oportunidades. 
Para ensino fundamental, as chances são para as funções de auxiliar de serviços gerais (6 vagas), cozinheira (2), lavadeira hospitalar (1), mecânico (1), motorista (8), operador de máquina (3), operário (6) e operário especializado (2).  
Aqueles que têm o ensino médio estão aptos às carreiras de fiscal de obras (1), fiscal sanitário (1), fiscal tributário (CR), monitor de creche/casa de passagem (2), oficial administrativo (CR) e secretário de escola (1). 
Os cargos de técnico de enfermagem (3), técnico em contabilidade (CR) e técnico em radiologia (1) exigem curso técnico específico. 
Nível superior é requisito para os postos de contabilista/contador (CR), enfermeiro (3), engenheiro civil (1), farmacêutico/bioquímico (CR), fisioterapeuta (CR), médico (3), nutricionista (CR), odontólogo (2), procurador jurídico (1) e psicólogo (CR). 
Os salários iniciais oferecidos pela Prefeitura de São Vicente do Sul/RS oscilam entre R$ 1.020,95 e R$ 5.495,73.

Participação no concurso da Prefeitura de São Vicente do Sul/RS


As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico www.objetivas.com.br, até o dia 24 de janeiro. Os valores da taxa de participação são de R$ 40 para ensino fundamental, R$ 80 para nível médio e curso técnico e R$ 120 para formação superior. 
Todos os candidatos executarão a prova objetiva no dia 25 de fevereiro. Ela será composta por questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de português, informática, matemática, legislação, conhecimentos gerais e/ou conhecimentos específicos. 
A etapa final do concurso da Prefeitura de São Vicente do Sul/RS será o teste prático, exclusivo para os cargos de mecânico, motorista, operador de máquina e operário especializado. 
Continuar lendo

Atualizado: 19/12/2017 - 15:28

Esteio/RS inscreve para concurso com 14 vagas

No edital do concurso da Prefeitura de Esteio há oportunidades imediatas e de cadastro reserva para carreiras de todos os níveis de escolaridade

Diversos cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Esteio, no Rio Grande do Sul, realiza concurso público para o preenchimento de 14 vagas imediatas. O edital ainda dispõe de cadastro reserva (CR) de pessoal para diversas carreiras.
Quem tem ensino fundamental incompleto pode concorrer aos postos de operador de máquinas (CR) e sepultador (CR). Já os profissionais que concluíram tal nível estão aptos para a função de agente comunitário de saúde.
As colocações de auxiliar de farmácia (CR), educador social (CR), fiscal de licenciamento (CR), fiscal de meio ambiente (CR), fiscal de transporte (CR), fiscal sanitário (CR) e guarda municipal (CR) destinam-se aos candidatos com ensino médio.
O curso técnico específico habilita a participação nas posições de técnico de contabilidade (CR) e técnico florestal (CR).
Diploma de formação superior é imprescindível para as carreiras de analista administrativo (1 vaga), analista de logística (CR), analista de sistema (CR), enfermeiro assistencial (CR), cardiologista (1), clínico geral (1), médico comunitário PSF - 40h (CR), médico comunitário PSF - 20h (1), dermatologista (CR), médico do trabalho (1), ginecologista/obstetra (1), infectologista (CR), infectologistainfantil (1), neurologista (1), neuro-pediatra (1), ortotraumatologista (1), pediatra (1), pneumologista (1), proctologista (CR), psiquiatra (1), psiquiatra infantil (1) e preparador físico (CR).
APOSTILA CONCURSO PREFEITURA ESTEIO 2018 - AGENTE COMUNITÁRIO SAÚDE
Consta no edital do processo seletivo que os salários iniciais oferecidos aos futuros servidores do órgão partem de R$ 1.298,64 e chegam ao valor de R$ 7.798,35.

Mais detalhes do concurso da Prefeitura de Esteio


Os interessados em uma das oportunidades do concurso da Prefeitura de Esteio têm até o dia 21 de dezembro para preencher a ficha de inscrição no site da Fundatec (www.fundatec.org.br). As taxas oscilam entre R$ 50 e R$ 105.
Todos os concorrentes serão submetidos a uma prova objetiva com questões de múltipla escolha. A avaliação ocorrerá no dia 4 de março de 2018 nas cidades de Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e/ou São Leopoldo.
A triagem ainda terá teste de aptidão física para guarda municipal; exame prático para operador de máquinas e sepultador; e análise de títulos para analista administrativo, analista de logística, analista de sistemas e educador social.
Continuar lendo

Atualizado: 14/12/2017 - 11:22

Getúlio Vargas/RS abre concurso público com 40 vagas

No edital do concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas há oportunidades para cargos de todos os níveis de escolaridade. Salários iniciais de até R$ 8,8 mil

Prefeitura Municipal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Getúlio Vargas, que fica no Estado do Rio Grande do Sul, realiza concurso público que dispõe de 40 oportunidades, além de cadastro reserva (CR) de pessoal.
O ensino fundamental incompleto habilita a participação para as posições de borracheiro/lavador (CR), mecânico (CR), motorista (1 vaga), operário (4), operador de máquinas (1) e servente (5).
Quem concluiu o nível fundamental está apto para pleitear as carreiras de agente de combate a endemias (1), auxiliar de saúde bucal (CR) e zelador do Parque Municipal das Águas (CR).
A colocação de auxiliar de administração (CR) aceita profissionais que não tenham concluído o ensino médio, enquanto os postos de auxiliar de professor (10), auxiliar de secretaria (CR), fiscal de serviços, obras e segurança patrimonial (CR), inspetor tributário (CR), oficial administrativo (CR), orientador social (1) e professor de educação infantil e séries inicias do ensino fundamental (10) exigem o mesmo nível completo.
Quem possui curso técnico pode ter uma das seguintes opções no concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas: fiscal ambiental (1), técnico de enfermagem (1) e técnico em informática (CR).
O diploma de formação superior é imprescindível para concorrer aos empregos de agente de controle interno (CR), arquiteto e urbanista (CR), assistente social (CR), enfermeiro (CR), engenheiro civil (CR), farmacêutico (CR), fonoaudiólogo (1), licenciador ambiental (CR), médico -  20 horas (CR), médico - 40 horas (1), ginecologista e obstetra (CR), pediatra (CR), psiquiatra (CR), procurador jurídico (CR), professor de séries finais do ensino fundamental - português/inglês (1), professor de atendimento educacional especializado (2) e psicólogo (CR). 
Consta no edital do concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas que os salários iniciais oferecidos aos futuros servidores ficarão entre R$ 853,20 e R$ 8.846,73, para jornadas de 20 a 40 horas semanais.

Mais detalhes do concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas


Sob a organização da empresa Objetiva Concursos, o processo seletivo aceitará as inscrições somente pela internet até 27 de dezembro. A ficha cadastral está disponível em www.objetivas.com.br
Depois de preencher o formulário de participação no site da banca organizadora, é necessário realizar o pagamento do boleto bancário da taxa de inscrição, cujos valores vão de R$ 34,59 a R$ 103,76, dependendo do cargo pretendido.
A triagem ocorrerá por meio de provas objetivas para todas as carreiras; teste prático para borracheiro/lavador, mecânico, motorista e operador de máquinas; e análise de títulos para professor (todas as áreas).
Compostas por 40 perguntas de múltipla escolha, as avaliações objetivas estão marcadas para o dia 28 de janeiro de 2018, em locais e horários a serem revelados oportunamente na página eletrônica da Objetiva Concursos.
Continuar lendo

Atualizado: 28/09/2017 - 11:14

São João do Polêsine/RS: concurso com inscrição aberta

Oferta no concurso da Prefeitura Municipal de São João do Polêsine é de uma vaga imediata e cadastro reserva para os cargos de fiscal, contador e farmacêutico

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Já estão abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de São João do Polêsine, localizada no Estado do Rio Grande do Sul. A seleção é destinada ao preenchimento de uma vaga imediata, além de formação de cadastro reserva (CR) para futuras oportunidades. 
O cargo de fiscal (1 vaga) exige ensino médio completo e carteira de habilitação na categoria B. O salário inicial é de R$ 2.720,50. 
Nível superior é requisito para os empregos de contador (CR) e farmacêutico (CR). As respectivas remunerações são de R$ 4.390,88 e R$ 2.195,44. 
Além dos vencimentos, a Prefeitura de São João do Polêsine ainda oferece para os seus servidores o benefício de auxílio-alimentação no valor de R$ 10 por dia trabalhado. 

Participação no concurso da Prefeitura de São João do Polêsine


O processo seletivo contará com a execução técnico-administrativa da empresa Objetiva Concursos. O formulário de inscrição estará disponível no endereço eletrônico www.objetivas.com.br até as 12h do dia 9 de outubro. Os valores da taxa são de R$ 120 para ensino médio e R$ 171 para nível superior. 
Todos os candidatos inscritos no concurso da Prefeitura de São João do Polêsine serão avaliados por meio de uma única etapa: prova objetiva. Ela será aplicada na data prevista de 19 de novembro, em locais e horários a serem divulgados em momento oportuno. 
Com duração máxima de três horas, o exame será composto por questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de português, matemática, informática, legislação, conhecimentos gerais e/ou conhecimentos específicos. 

Atribuições dos cargos da Prefeitura de São João do Polêsine


Fiscal - exercer, concomitantemente, com o inspetor tributário e o fiscal sanitário, a fiscalização da indústria, do comércio, dos produtores e prestadores de serviços fixos ou ambulantes verificando a regularidade do licenciamento, trânsito, estacionamento e numeração, inclusive de bancas ou caminhão feira, conferindo suas licenças, etc.; apreender por infração de leis e regulamentos, mercadorias, animais e objetos, expostos, negociados ou abandonados nas ruas e logradouros públicos, etc.; registrar o início, o encerramento definitivo e as alterações ocorridas nas atividades de prestação de serviços, comerciais e indústrias e de instalações domiciliares, para verificação da parte da secretaria municipal da fazenda; efetuar, no setor em que é responsável, notificações, intimações e quaisquer outras diligências solicitadas por órgãos da prefeitura; fiscalizar a atividade e os pontos de táxi; verificar e orientar o cumprimento das normas urbanísticas; entre outras. 
Contador - elaborar planos de contas e preparar normas de trabalhos de contabilidade; escriturar ou orientar a escrituração de livros contábeis de escrituração cronológica ou sistemática; fazer levantamentos e organizar balanços patrimoniais financeiros; fazer revisão de balanços; efetuar perícias contábeis; participar de trabalhos de tomadas de contas dos responsáveis por bens ou valores do município; orientar ou coordenar os trabalhos de contabilidade em indústrias ou quaisquer outras que, pela sua natureza, tem necessidade de contabilidade própria; executar outras tarefas correlatas.
Farmacêutico - manipular drogas de varias espécies; avaliar receitas, de acordo com as prescrições medicas; manter registros do estoque de drogas; fazer requisições de medicamentos, drogas e materiais necessários à farmácia; conferir, guardar e distribuir drogas e estabelecimentos entregues à farmácia; ter sob sua custodia drogas tóxicas e narcóticas; realizar inspeções relacionadas com a manipulação farmacêutica e aviamento do receituário medico; efetuar analises clinicas ou outras competência; responsabilizar-se por equipes auxiliares necessários à execução das atividades próprias do cargo; entre outras. 
Continuar lendo

Atualizado: 27/09/2017 - 14:10

Concurso em Guaporé/RS recebe inscrições para 16 vagas

Profissionais de níveis médio, técnico e superior devem garantir a participação no concurso da Prefeitura Municipal de Guaporé até o dia 3 de outubro

Salários de até R$ 4,5 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Guaporé, situada no Estado do Rio Grande do Sul, está com inscrições abertas de concurso público para provimento de 16 vagas. A seleção ainda contará com formação de cadastro reserva (CR) para futuras oportunidades. 
Aqueles que têm o ensino médio e/ou curso técnico estão aptos às carreiras de fiscal sanitário (1 vaga) e técnico em contabilidade (CR), cujo salário inicial é de R$ 2.731,18, além de agente administrativo (CR), com vencimento de R$ 2.055,72. 
Quem tem o nível superior pode concorrer para os cargos de veterinário (1), professor do ensino fundamental - anos iniciais (10) e professor do ensino fundamental - anos finais nas áreas de artes/música (2), geografia (1) e matemática (1). As remunerações são de R$ 1.655,64 para professores e R$ 4.551,96 para veterinário. 

Participação no concurso da Prefeitura de Guaporé


A empresa responsável pela execução do processo seletivo é a Objetiva Concursos. O formulário de inscrição estará disponível no endereço eletrônico www.objetivas.com.br até as 12h do dia 3 de outubro. Os valores da taxa são de R$ 49 para nível médio/técnico e R$ 99 para formação superior. 
Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha sobre as matérias de português, matemática, informática, legislação, didática, conhecimentos gerais e/ou conhecimentos específicos. 
Com três horas de duração, a avaliação será aplicada no município de Guaporé na data prevista de 19 de novembro, em locais e horários a serem divulgados no site da Objetiva Concursos, em momento oportuno. 
A etapa final do concurso da Prefeitura de Guaporé será a análise de títulos, exclusiva para os cargos de professores.
Continuar lendo

Atualizado: 21/09/2017 - 15:27

Prefeitura de Ivoti/RS abre concurso com 14 ofertas

Os salários iniciais oferecidos pela Prefeitura Municipal de Ivoti chegam a R$ 5,5 mil. Inscrições serão recebidas até o dia 28 de setembro

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Ivoti, localizada no Estado do Rio Grande do Sul, está com inscrições abertas de concurso público. Oportunidade é de 14 vagas imediatas, além de formação de cadastro reserva (CR). 
Aqueles que concluíram o ensino fundamental podem se inscrever para as funções de motorista (2 vagas + CR) e servente (CR), cujos respectivos salários iniciais são de R$ 1.811,85 e R$ 1.449,48. 
O cargo de auxiliar de serviços de saúde (1 + CR) exige ensino médio completo e o vencimento é de R$ 1.811,85. 
Nível superior é requisito para os postos de assistente social (CR), engenheiro civil (CR), fiscal ambiental (1 + CR), psicólogo (2 + CR), psicopedagogo (1 + CR), veterinário (CR), professor anos iniciais (3 + CR) e professor nas disciplinas de educação artística (1 + CR), história (CR), língua alemã (1 + CR), língua inglesa (CR), matemática (2 + CR) e português (CR). As remunerações partem de R$ 1.408,14 e chegam a R$ 5.580,50. 

Participação no concurso da Prefeitura de Ivoti


As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico www.fundatec.org.br. A ficha de cadastro estará disponível no site até o dia 28 de setembro. Os valores da taxa de participação são de R$ 68,10 para ensino fundamental, R$ 90,80 para nível médio e R$ 136,20 para formação superior.  
Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática/raciocínio lógico, informática, legislação, fundamentos da educação e/ou conhecimentos específicos. 
A avaliação será aplicada no município de Ivoti na data prevista de 22 de outubro, em locais e horários a serem divulgados em momento oportuno. 
O concurso da Prefeitura de Ivoti ainda será constituído das seguintes etapas: análise de títulos para as profissões de professores; e teste prático para as funções de motorista e servente. 
Continuar lendo

Atualizado: 20/09/2017 - 10:38

Prefeitura de Putinga/RS: concurso reúne 64 vagas

Oportunidades no concurso da Prefeitura Municipal de Putinga são para os cargos de agente comunitário de saúde, motorista, operário, agente administrativo, tesoureiro, professor, entre outros

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Já estão abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de Putinga, localizada no Estado do Rio Grande do Sul. A oferta é de 64 vagas imediatas e formação de cadastro reserva (CR) do seu quadro de efetivos. 
Para ensino fundamental, as chances são para as funções de agente administrativo auxiliar (3 vagas + CR), agente comunitário de saúde (4 + CR), atendente de creche (2 + CR), inseminador (1 + CR), motorista (9 + CR), operador de máquinas (3 + CR), operário (10 + CR), operário especializado (3 + CR), servente (9 + CR), telefonista (1 + CR) e vigilante (3 + CR). 
Aqueles que têm o ensino médio estão aptos às carreiras de agente administrativo (3 + CR), fiscal ambiental, obras e posturas (1 + CR) e tesoureiro (CR).
Nível superior é requisito para os cargos de agente de controle interno (1 + CR), farmacêutico (1 + CR), fonoaudióloga (CR), médico (2 + CR), nutricionista (1 + CR), professor (5 + CR), professor de educação física (1 + CR) e veterinário (1 + CR). 
Os salários iniciais oferecidos pela Prefeitura de Putinga partem de R$ 744,25 e chegam a R$ 6.582,27. 

Participação no concurso da Prefeitura de Putinga


As inscrições presenciais serão aceitas até o dia 19 de outubro, no horário das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h, na recepção da prefeitura, situada na Rua Duque de Caxias, nº 333, Centro. Os valores da taxa de participação oscilam entre R$ 100 e R$ 200. 
Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será aplicada na cidade de Putinga na data prevista de 29 de outubro, em locais e horários a serem divulgados em momento oportuno. 
O exame objetivo será composto por questões de múltipla escolha sobre as matérias de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e atualidades, legislação e informática e conhecimentos específicos. 
O concurso da Prefeitura de Putinga ainda contará com as seguintes etapas: análise de títulos para as profissões de professores; e teste prático para os empregos de motorista, operador de máquinas, operário e operário especializado. 
Continuar lendo

Atualizado: 06/09/2017 - 11:34

Cerro Largo/RS inscreve para concurso com 25 vagas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Cerro Largo deverá ser garantida até o dia 15 de setembro. Os salários iniciais chegam a R$ 5,6 mil

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Serão aceitas até o dia 15 de setembro as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de Cerro Largo, localizada no Estado do Rio Grande do Sul. A oportunidade é de 25 vagas, além de cadastro reserva (CR) para futuras oportunidades. 
Aqueles que têm o ensino fundamental podem se inscrever para as funções de auxiliar administrativo (1 vaga), auxiliar de serviços gerais em escolas e creches (1), instalador hidráulico (1), jardineiro (1), motorista de veículo pesado (1), operador de máquinas pesadas (1), operário (1), pedreiro (1), servente (1), telefonista/recepcionista (CR) e vigilante (CR). 
Quem tem o ensino médio está apto às carreiras de atendente de farmácia (1), fiscal de vigilância em saúde (CR), monitor de escola educação infantil (1), oficial administrativo (1), professor de educação infantil e cinco primeiros anos (1) e secretário de escola (1). 
Já para o cargo de técnico de informática (1), a exigência no concurso da Prefeitura de Cerro Largo é de curso técnico. 
Nível superior é requisito para os postos de assistente social (CR), bibliotecário (1), controlador interno (1), dentista (2), enfermeiro (2), fisioterapeuta (CR), licenciador ambiental (CR), médico (2), procurador (CR), psicólogo (1), professor de educação especializada (1) e professor nas disciplinas de letras (CR), matemática (CR), inglês (CR), história (CR), geografia (CR), ciências (CR), artes (CR), educação física (CR) e língua alemã (CR).
Os salários iniciais oferecidos pela Prefeitura de Cerro Largo partem de R$ 885,08 e chegam a R$ 5.673,60. 

Participação no concurso da Prefeitura de Cerro Largo


Interessados em concorrer a uma das vagas devem preencher a ficha de cadastro no endereço eletrônico www.institutoexcelenciapr.com.br. Os valores da taxa de inscrição variam entre R$ 40 e R$ 120, conforme o cargo pleiteado. 
Todos os candidatos executarão prova objetiva no dia 1° de outubro. Ela será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, informática, conhecimentos gerais, legislação e/ou conhecimentos específicos. 
O concurso da Prefeitura de Cerro Largo ainda será constituído das seguintes etapas: análise de títulos para as profissões de professores; e teste prático para as funções de instalador hidráulico, motorista de veículo pesado, operador de máquinas pesadas e pedreiro.
Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2017 - 09:27

Será que vale a pena prestar esse concurso?

A dúvida é bastante comum entre os concurseiros, já que são muitos os fatores em jogo, como atribuições, perfil da vaga, localidade, entre outras questões abordadas nesta matéria especial. Confira!

Especial

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Prestar um concurso sempre foi uma ótima alternativa para ingressar no mercado de trabalho, já que a carreira em órgãos públicos é mais estável comparada com a iniciativa privada e geralmente oferece boa remuneração. Mesmo assim, é grande a quantidade de concurseiros que ficam receosos na hora de efetuar a inscrição e se questionam: vale a pena prestar esse concurso? Afinal, o candidato precisa avaliar se tem o perfil da vaga, facilidade com as atribuições do cargo e ou se demandará mudança de cidade ou Estado. Pensando nisso, o JC Concursos conversou sobre o tema com professor especialista na área e também um concurseiro para ajudar você a esclarecer esses eternos dilemas na vida dos candidatos. Confira!

Antes de fazer a inscrição, Thállius Moraes, professor e coordenador no AlfaCon Concursos Públicos e Oficial de Justiça Federal, explica que o candidato deve avaliar vários fatores. “Primeiramente, deve ser escolhida uma área que se enquadre nos objetivos traçados, lembrando que se trata de um trabalho e que boa parte da vida será no desempenho do mesmo. Outros pontos como a remuneração e o local de trabalho (se é perto ou longe da família), por exemplo, também são bastante importantes na hora de se fazer o planejamento”.

Ás vezes um concurso é bem remunerado e com boas condições de trabalho, mas a localidade é muito distante. Talvez não seja tão atrativo a longo prazo quanto outro certame que possua um salário menor, porém, fica no local onde o candidato pretende morar. Vale lembrar que esta questão varia muito de cada pessoa. “A dica é manter a mente aberta, pois muitas vezes queremos apenas ficar próximos de casa, mas temos muitos lugares maravilhosos para conhecer e talvez a ‘cidade da vida’ da pessoa ainda esteja para ser descoberta”, incentiva Moraes.

Perfil

Quando perguntado sobre um candidato que pretende concorrer a uma vaga fora do seu perfil profissional, Thállius, responde que em alguns casos, o concurso servirá como um mero treinamento para outra seleção que é realmente almejada. Já em outras situações, se o certame for de um setor que foge muito da área pretendida, essa finalidade fica perdida e a tentativa poderá frustrar o candidato. Um exemplo seria o concurseiro que tem por objetivo uma carreira policial, que é bem específica, ser aprovado em outra área. Nesse caso, a ocupação de um cargo administrativo poderia gerar um servidor insatisfeito e infeliz. “Muitos que buscam apenas um trabalho bem remunerado e estável, sem querer um envolvimento muito grande com o cargo, terminam por se frustrar em algumas atividades de caráter mais intenso, com um contato direto com o público (muitas vezes de maneira não agradável) como nas funções de policial, fiscais em geral ou oficiais de justiça”, explica.

Muitas pessoas se inscrevem em seletivas fora do perfil, mas pensando em passos maiores, conhecidos como “concurso trampolim” ou “concurso escada”. Desta forma, podem complementar os estudos e treinar para outro certame. Este é o caso de Sidnei de Oliveira, morador de Indaiatuba, no interior paulista, que prestou o concurso para o cargo de escrevente do Tribunal de Justiça de São Paulo no último mês de julho. “Fiz a prova por causa das questões sobre direito. Sou estudante da área jurídica e queria testar meus conhecimentos, pois acredito que poderá ajudar para outras vagas”, comenta.

Thállius explica que “os concursos usados como escada fazem parte da vida de pessoas que almejam um cargo cuja preparação demanda um prazo maior, mas enquanto isso precisam de algo para se manter. O ponto positivo é que ao ter uma renda, a pressão no estudo fica um pouco mais aliviada. O ponto negativo é justamente o perigo de se acomodar com essa renda e deixar de batalhar por um cargo mais atrativo, além, é claro, da diminuição do tempo disponível para estudar”. Outra orientação é ficar atento aos postos públicos que pagam pouco e exigem muito no trabalho, a chance de ficar preso em uma situação assim poderá colocar em risco o objetivo final.

Ter familiaridade com a função deve ser levada em consideração? Não necessariamente, explica Moraes. “Varia muito de acordo com a área pretendida. Caso a busca seja por uma atribuição mais tranquila e com boa remuneração, os cargos de natureza administrativa são os mais procurados. Mesmo que sejam em órgãos distintos, as atribuições são semelhantes. Contudo, em algumas áreas que possuem atribuições especiais, são também muito buscadas pelos candidatos, que objetivam a remuneração como algo secundário, pois o real desejo é por determinado cargo em particular”.

Pouco tempo

Candidatos com pouco tempo para estudar devem direcionar a preparação de maneira produtiva. “Fazer questões anteriores, simulados e resumos são algumas das ferramentas que irão auxiliar nessa preparação. Com o tempo mais escasso, deve-se priorizar sempre as matérias mais cobradas e os pontos mais importantes, mas essa estratégia também varia um pouco de acordo com a banca e o cargo desejado”, afirma Thállius.

Sidnei acrescenta que sua conduta é sempre a mesma, independente do concurso. “Preciso focar minha atenção na prova e estudar o que for preciso. Posso não ter interesse no cargo, mas se relaxar, não será proveitoso. Se não levar a sério, corro o risco de apenas perder tempo e dinheiro”, diz.

Outro ponto a ser observado é sobre dificuldade com uma ou mais disciplinas do conteúdo programático, fato que geralmente desanima o candidato. Um bom planejamento pode ajudar a encarar esse desafio, contudo, vale ressaltar que raramente alguém tem sintonia com todas as matérias do edital, afinal, é comum uns sentirem mais dificuldades em língua portuguesa, outros em matemática, alguns em determinadas matérias de direito e assim por diante. “A dica é pensar na disciplina como um simples meio para se alcançar um fim. Não precisa gostar, basta apenas aprender a responder a questão”, orienta Moraes. Muitas vezes o bloqueio com determinado tema é criado pelo próprio candidato. “Pensar de forma positiva, esforçar-se mais e manter-se sempre estudando, mesmo que em alguns momentos o resultado pareça não chegar, é fundamental”, complementa o professor do AlfaCon Concursos.

Vale a pena?

Para o indaiatubano Sidnei, de 27 anos, conhecer o cargo e suas atribuições pode incentivar, mas independentemente dessa identificação, o que muitas vezes faz a diferença é o aprendizado. “Acredito que vale muito a pena tentar! Sinto que saio mais fortalecido a cada concurso que tento a sorte. Na dúvida, sempre opto por fazer a prova. Como meu objetivo é maior, acho que é interessante pela preparação. Isso é muito válido”, conta.  

Ainda sobre motivação, Thállius dá a dica. “O estudo é na maior parte do tempo frustrante, cansativo e solitário, por isso tantos desistem no meio do caminho. O importante é aprender com os erros, ter em mente que desistir não é uma opção e manter sempre uma postura positiva. Pode demorar um pouco, pode ser difícil e exaustivo, mas aqueles que não desistem conseguem chegar lá”, finaliza.

Continuar lendo

Atualizado: 21/07/2017 - 10:22

Pouso Novo/RS: ofertas em concurso

A cidade de Pouso Novo, no estado do Rio Grande do Sul, está com inscrições abertas em concurso público. Os salários chegam até R$ 3,1 mil

Nível superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Pouso Novo, no Rio Grande do Sul, está com concurso púbico aberto. O processo seletivo tem como intuito o preenchimento de quatro vagas disponíveis para pessoas de nível superior de escolaridade. Os cargos oferecidos são de farmacêutico, fiscal municipal, nutricionista e psicólogo. Para se candidatar, é necessário ter curso de graduação de ensino superior específico e registro no órgão da profissão. Os vencimentos são de R$ 2.306,92 para os dois primeiros e R$ 3.130,82 para os dois últimos e as jornadas de trabalhos podem ser de 20, 30 ou 40 horas semanais.

Concurso de Pouso Novo/RS: participação


As inscrições para o concurso da Prefeitura de Pouso Novo já estão abertas e serão recebidas pela internet. Os interessados devem acessar o site www.schnorr.com.br e preencher formulário eletrônico até o dia 3 de agosto. O valor da taxa de participação varia de R$ 80 a R$ 100.
Os candidatos executarão uma prova objetiva, composta por 60 questões de múltipla escolha. A avaliação será aplicada no dia 19 de agosto, com início às 8h30 e tempo máximo de duração de três horas. 
Os resultados e demais informações a respeito do concurso público de Pouso Novo serão divulgados no endereço eletrônico www.schnorr.com.br, afixados no mural da Prefeitura Municipal e publicados na imprensa local.
Continuar lendo

Atualizado: 19/07/2017 - 15:45

Governo autoriza 1.000 vagas para concursos federais

Oportunidades liberadas pelo Ministério do Planejamento são para cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino. Iniciais chegam a R$ 15,4 mil

AGU, MAPA e Abin

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Esta semana começou muito bem e pegou de surpresa milhares de brasileiros. Apesar das várias especulações sobre a não realização de concursos federais, o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) liberou nada menos do que 1.000 vagas para o quadro de servidores de três órgãos.
As instituições contempladas são a Advocacia-Geral da União (AGU), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). O aval para a Abin foi concedido na última segunda-feira (17), o do MAPA ocorreu nesta quarta-feira (19), já o da AGU será publicado esta semana no Diário Oficial da União.
Todos os editais deverão ser publicados, no máximo, até janeiro de 2018, mas como os órgãos enfrentam grande defasagem de pessoal, é grande a probabilidade de que os certames saiam bem antes do prazo total. Os salários iniciais ficarão entre R$ 4.100 e R$ 15.461.
Confira a seguir mais detalhes sobre cada seleção e comece os estudos o mais rápido possível!

Concurso AGU


A assessoria de imprensa da AGU confirmou que o Planejamento liberou a abertura de 100 oportunidades, mais cadastro reserva, para postos de níveis médio e superior. O órgão não revelou os cargos, mas divulgou que corre para iniciar os preparativos para a escolha da banca organizadora. Se você ficou interessado por esta seleção, confira a matéria completa aqui

Concurso MAPA


O sindicato da categoria vinha pressionando o MPDG a autorizar certame para auditor fiscal federal agropecuário. A associação chegou a decretar "greve" na fiscalização no início desta semana e ameaçou que faria nova paralisação na próxima semana. Ao todo, o ministro Dyogo Henrique Oliveira permitiu a contratação de 600 profissionais, sendo 300 efetivos e 300 em caráter temporário. Se você ficou interessado por esta seleção, confira a matéria completa aqui.

Concurso Abin


A autorização para a Abin foi de 300 ofertas distribuídas entre as carreiras de agente de inteligência, oficial de inteligência e para oficial técnico de inteligência. A primeira posição exige ensino médio, enquanto as demais necessitam de formação superior. Se você ficou interessado por esta seleção, confira a matéria completa aqui.
Continuar lendo

Atualizado: 13/07/2017 - 11:15

Estrela/RS: concurso público aberto

A cidade de Estrela, no estado do Rio Grande do Sul, está com inscrições abertas para concurso público. Os salários iniciais chegam até R$ 5,1 mil

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Estrela, no Rio Grande do Sul, está com concurso público aberto. O processo seletivo tem como intuito o preenchimento de 29 vagas disponíveis para pessoas com níveis médio e superior de escolaridade.
Para se candidatar aos cargos de fiscal de trânsito e monitor da educação, é necessário possuir ensino médio completo. Os salários mensais e carga horária por semana são de R$ 1.673,09 e 40 horas para o primeiro, e R$ 1.122,47 e 30 horas para o segundo. 
Já para concorrer à função de fiscal sanitário, é preciso ter ensino superior em medicina veterinária e registro no órgão fiscalizador da profissão. Os vencimentos são de R$ 5.106,06 por mês e a jornada de trabalho de 35 horas semanais. 
A Prefeitura Municipal também oferece, além da remuneração mensal, auxílio alimentação no valor de R$ 15 por dia trabalhando.

Concurso de Estrela/RS: participação


As inscrições para o concurso da Prefeitura de Estrela já estão abertas e serão recebidas pela internet. Os interessados devem acessar o site www.schnorr.com.br e preencher formulário eletrônico até o dia 30 de julho. O valor da taxa de participação é de R$ 60 para nível médio e R$ 80 para nível superior.
Os candidatos executarão uma prova objetiva, composta por 40 questões de múltipla escolha. A avaliação será aplicada no dia 26 de agosto, com início às 8h30 e tempo máximo de duração de duas horas e meia. 
Os resultados e demais informações a respeito do concurso público de Estrela serão divulgados nos endereços eletrônicos www.estrela.rs.gov.br e www.schnorr.com.br e afixados no mural da Prefeitura Municipal.
Continuar lendo

Shopping