SP Parcerias: prorrogado prazo de concurso para analista

As chances no concurso da empresa pública paulista são para candidatos que possuem nível superior em qualquer área de conhecimento

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro
Publicado: 20/08/2018 - 11:53 | Atualizado: 20/08/2018 - 11:53

Foram prorrogadas até as 14h do dia 22 de agosto as inscrições do concurso para analista técnico da São Paulo Parcerias (SP Parcerias), empresa pública paulista criada em 2017, pela lei 16.665, pelo ex-prefeito João Doria. A seleção visa o provimento de quatro vagas imediatas, sendo uma reservada a candidatos negros, além de cadastro reserva de eventuais oportunidades.  

Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior em qualquer área de conhecimento. A remuneração inicial oferecida é de R$ 6.200. 

Entre as atribuições do cargo, estão: apoiar os gerentes na formulação, implementação, execução, monitoramento e avaliação de projetos e atividades da SP Parcerias. As competências do analista técnico também envolverão, entre outras, a prestação de apoio às áreas de concepção, estruturação, gestão, avaliação e execução de projetos, gestão de políticas públicas, execução de estudos técnicos, gestão de processos participativos, bem como modernização da gestão e racionalização de processos. Envolverão ainda, a prestação de suporte à gestão das áreas e das equipes envolvidas nas atividades de planejamento, orçamento, finanças, contábil, administrativa, recursos humanos, infraestrutura, tecnologia da informação, administração de contratos e gestão de patrimônio.

Etapas do concurso da SP Parcerias

A empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção é a Fundação Carlos Chagas. As inscrições devem ser realizadas na página eletrônica www.concursosfcc.com.br. A taxa custa R$ 75. 

Os participantes serão avaliados por meio de provas objetiva e de estudo de caso, ambas de caráter eliminatório e classificatório. Com duração máxima de 4h30, elas serão aplicadas na cidade de São Paulo/SP no dia 30 de setembro, no período da manhã. 

A prova objetiva será composta por 60 questões de múltipla escolha, sendo 30 de conhecimentos básicos (peso 1) e 30 de conhecimentos específicos (peso 2). Já a prova de estudo de caso constará de uma questão discursiva sobre conhecimentos específicos, para a qual o candidato deverá apresentar, por escrito, a solução. 

Somente serão avaliadas as provas de estudo de caso dos candidatos habilitados e mais bem classificados na objetiva, até a 90ª posição. Serão julgados: domínio técnico de conteúdo do tema abordado, consideradas a coesão, a coerência e a argumentação; a experiência prévia do candidato; e a adequação às atribuições do cargo.

Plano de carreira 

De acordo com o plano de carreiras, o cargo de analista técnico é dividido em quatro níveis. Após dois anos de ingresso no nível I, o servidor pode passar para o II, com remuneração de R$ 6.510. Além disso, nos dois níveis posteriores, os salários passam para R$ 6.835,50 e R$ 7.177,28.

A carreira ainda conta com mais três padrões, com quatro níveis cada. Para o analista técnico II, as remunerações são de R$ 8.300 no nível I, R$ 8.715 no II, R$ 9.150,75 no III e R$ 9.608,29 no IV. No padrão III, R$ 10.400 no nível I, R$ 10.920 no II, R$ 11.466 no III e R$ 12.039,30 no IV. Finalmente, no quarto, R$ 12.400 no nível I, R$ 13.392 no II, R$ 14.463,36 no III e R$ 15.692,75 no IV.

Mais informações sobre a SP Parcerias

A SP Parcerias, antiga SP Negócios, é vinculada à Secretaria Municipal de Desestatização e Parcerias, e constitui uma sociedade de economia mista, que atua na estruturação e desenvolvimento de projetos de concessão, privatização e parcerias. 

O órgão tem como missão promover bem-estar socioeconômico, mediante processos de privatização, concessão comum e parcerias público-provadas de projetos definidos como prioritários para a administração pública. 

Vídeos Prefeitura São Paulo

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping