Tudo Sobre

Concurso Polícia Federal

Provas da PF não ocorrem no próximo domingo (19)

A não realização das avaliações se deve à suspensão temporária do processo seletivo, de acordo com decisão liminar proferida pelo ministro presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)



Redação
Publicado em 15/08/2012, às 12h37

As provas do concurso da Polícia Federal para preencher 600 vagas nas carreiras de delegado, escrivão e perito não serão aplicadas no próximo domingo (19), como previa o edital.

A não realização das avaliações se deve à suspensão temporária do processo seletivo, de acordo com decisão liminar proferida pelo ministro presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) nos autos da reclamação nº 14.145.

Ainda não há previsão de uma nova data de aplicação dos exames e publicação de edital retificado, segundo informou o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), organizador da seleção. O Cespe pede aos candidatos que acompanhem novas informações que serão divulgadas nos sites www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_perito, www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_delegado e www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_escrivao.

Saiba mais
A presidência do Supremo Tribunal Federal havia deferido a liminar que suspendia o concurso. Segundo deferimento, a seleção ficaria suspensa até que a União publicasse editais retificadores estabelecendo reserva de vagas aos deficientes físicos.

Segundo informação no site da FENAPEF (Federação Nacional dos Policiais Federais), o STF acolheu a reclamação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, em que pedia a suspensão do processo seletivo.

Antes disso, já havia sido ajuizada, pelo Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI), uma ação civil pública contra a União e o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) para que o concurso respeitasse os percentuais de reserva de vagas às pessoas com deficiência. O procurador da República, Kelston Lages, autor da ação, pediu à Justiça uma liminar para que o Cespe retificasse o edital, fazendo constar o número de vagas específico para portadores de deficiência, com a abertura de novo prazo de inscrição.

A assessoria de comunicação da Polícia Federal afirma ter conhecimento da suspensão, mas que nenhuma notificação chegou até o departamento informando se as inscrições serão reabertas e que novos detalhes serão divulgados em breve.

As 600 oportunidades estão distribuídas entre as carreiras de delegado (150), escrivão (350) e perito criminal (100). Os cargos exigem nível superior dos candidatos em diversas áreas (escrivão e perito criminal) e em direito (delegado).

As remunerações são de R$ 7.514,33 (escrivão) e R$ 13.368,68 (delegado e perito) para jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

A seleção contará com as etapas de prova objetiva; prova discursiva; exame de aptidão física; exame médico; avaliação psicológica; avaliação de títulos (delegado e perito); prova prática de digitação (escrivão); e prova oral (delegado). As fases acontecem em todas as capitais e no Distrito Federal, exceto a prova oral para delegado que será aplicada somente na capital federal.

Renan Abbade/SP

+ Resumo do Concurso Polícia Federal

PF - Polícia Federal
Vagas: 600
Taxa de inscrição: R$ 125 e R$ 150
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica, Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 7514,33 Até R$ 13368,68
Organizadora: CESPE/UnB
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

15/08/2013 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas