Trio de irmãos é excluído de concurso por esquema de ‘cola’

De acordo com processo, grupo respondeu prova do concurso da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) de forma exatamente idêntica. Justiça decidiu pela eliminação dos candidatos em votação unânime

Samuel Peressin | samuel@jcconcursos.com.br
Publicado em 03/09/2020, às 11h26 - Atualizado às 11h31

Caderno de prova
EBC

Três irmãos que prestaram o concurso da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), no Pará, tiveram sua participação anulada pela Justiça. O motivo da exclusão? O trio realizou a prova no mesmo local e conseguiu a façanha de preencher o cartão de respostas de forma exatamente idêntica.

Diante da coincidência nos gabaritos, a 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) decidiu, por unanimidade, pela eliminação do grupo, reformando sentença da 20ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal que mantinha um dos irmãos na seleção caso ele obtivesse pontuação suficiente para aprovação.

De acordo com o TRF1, um software ajudou a banca organizadora a identificar a irregularidade ao revelar que os três candidatos da mesma família responderam todas as perguntas, no modelo 'certo' ou 'errado', de maneira igual.

O relator do processo, juiz federal Ilan Presser, justificou que a exclusão decorre da impossibilidade de haver similaridade integral entre as provas caso os irmãos realizassem a avaliação de forma independente. “Sendo assim, tais coincidências somente seriam possíveis com a utilização de algum tipo de 'cola' nas provas”, disse o magistrado.

concursos autorizadosconcursos abertosconcursos 2020provas anteriores

Comentários

Mais Lidas