Tudo Sobre

Concurso Língua Afiada

Crase com possessivos

* por Prof. Cláudio Moreno



Redação
Publicado em 12/06/2007, às 13h40

* por Prof. Cláudio Moreno

"Prezado Moreno: ao responder a uma pergunta minha, escreveste: " cheguei À tua consulta de dezembro do ano passado...". Existe essa crase antes de pronome possessivo? Outro abraço e obrigado mais uma vez." Klein

______________________


Meu caro Klein: eu podia ser chato no bodoque e te responder: "Se eu usei, é porque tem, ora!". Mas, como sou um eterno professor, lembro-te que não se trata de "existir crase" antes dos possessivos. A crase é a aproximação da preposição "A" com o artigo feminino "A" - mais ou menos como aproximar um fósforo da gasolina. Se eles entrarem em contato, nada vai impedir a combustão; da mesma forma, se os "As" se encontrarem, vai acontecer o fenômeno chamado de crase.

Lê o que escrevi sobre "à Maria, a Maria": verás que antes dos nomes próprios podemos usar (ou não) artigo; dessa forma, nossa decisão vai influir na ocorrência (ou não) do artigo necessário para que a crase ocorra. Algo semelhante acontece antes dos possessivos: nosso idioma nos permite optar entre usar - ou não - o artigo antes deles. Uns dizem "a janela de meu quarto"; outros, "do meu quarto". "Leve isso a meu filho" ou "ao meu filho". No feminino, portanto, "entregue isso A minha filha" (só preposição) ou "entregue isso À minha filha" - preposição + artigo = bingo! Temos uma crase, que deverá ser acentuada. Tudo depende da tua escolha quanto ao emprego do artigo.

Alguns autores dizem que aqui a crase seria opcional; seria o mesmo que dizer que, juntando o fósforo à gasolina, a explosão vai ser opcional. Claro que não é; o que depende de nossa opção é aproximarmos ou não o maldito fósforo. Uma vez tomada a decisão, as conseqüências fogem a nosso controle. A maior prova disso aparece quando usamos possessivos no plural; aí a trama fica bem visível. "Entregue isso a minhas filhas" (o "A" é preposição pura, sem acento) ou "entregue isso ÀS minhas filhas" (o "s" revela que o artigo está presente, e a acentuação é obrigatória). Abraço. Prof. Moreno


* Cláudio Moreno é professor, escritor e doutor em Letras.

* Matéria extraída, na íntegra, do site Sua Língua (www.sualingua.com.br).

+ Resumo do Concurso Língua Afiada

Língua Afiada
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Educação
Escolaridade: Alfabetizado, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior, Não informado
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

11/06/2008 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas