Tudo Sobre

Concurso Fuvest

Especialistas revelam o segredo da boa redação

O erro mais comum, segundo eles, é preocupar-se demais com a gramática e “esquecer-se” do tema proposto.



Redação
Publicado em 26/11/2010, às 09h39

Sair-se bem em uma prova de redação - que nada mais é que um teste para averiguar a capacidade do estudante em opinar e refletir - soa para alguns um feito quase impossível ou inatingível. Muitos acreditam que, preocupando-se exageradamente com a gramática e rebuscando a forma de redigir o texto, alcançarão nota máxima na avaliação.


A Diretora Executiva da FUVEST, Professora Maria Thereza Fraga Rocco, afirma que o melhor conselho a ser dado a quem vai fazer uma redação, seja ela da FUVEST ou não, é jamais fugir ao tema proposto. “O texto criado deve corresponder/responder à proposta feita”, enfatiza ela. “Produzir um texto que nada tenha a ver com o tema proposto é o pior erro que os candidatos podem cometer em redações de vestibulares”, alerta a professora.


É importante também fugir das opiniões do senso-comum, tampouco ficar "em cima do muro" (ora contra, ora a favor do tema). A falta de argumentos convincentes é facilmente detectada pelos examinadores, deixando o texto vazio.


O professor de cursos pré-vestibulares, Nélson Sartori, que ministra vídeo-aulas de Língua Portuguesa (Interpretação de Textos), na Área Vip do site JCConcursos, afirma que o importante, nesta prova, é iniciá-la lendo com calma a proposta do texto motivador e destacando seus pontos mais importantes. Em seguida, Sartori frisa que é fundamental selecionar argumentos que se identifiquem com a proposta.


E como conseguir tantos bons argumentos para um texto? A resposta você, vestibulando, já deve saber de cor: ler, ler e ler, depois escrever, escrever e escrever. Ninguém vira um ás da redação sem muito treino e diversas horas de leitura.


O hábito de ler ajuda a desenvolver a escrita, garante a professora de cursinhos pré-vestibulares, Rosana Garcia. “E quem redige textos frequentemente assimila com mais facilidade alguns padrões de textualidade”, informa a docente.


Outra dica da professora é ler artigos, editoriais, crônicas e textos assinados, que emitam opinião sobre um determinado tema. Assim, o vestibulando assimilará quais os melhores momentos para evidenciar suas próprias opiniões.


Rosana também chama atenção para os erros de gramática, que podem tirar alguns pontinhos do vestibulando conforme seu nível de gravidade. "Se o errinho cometido no texto interferir em seu sentido, ele será considerado pelos examinadores", garante a professora.


Com relação ao tipo de letra utilizado (se cursiva ou de forma), a docente diz que ela não precisa ser bonita, mas sim legível, pois do contrário não será possível corrigir o texto.


“Receita de bolo”
- O professor Sartori dá uma verdadeira “receita de bolo” para quem quer se sair muito bem nesta tão temida prova. Para facilitar a vida do vestibulando, ele elencou suas dicas em tópicos. Não deixe de segui-las à risca:

* Ler a proposta e destacar os pontos mais importantes dentro do texto motivador;

* Selecionar argumentos que se identifiquem com a proposta, que gerem tese adequada ao tema apresentado;

* Ter clareza de linguagem, sem vocabulário preciosístico (não exagerar nas palavras rebuscadas);

* Fazer períodos curtos com informações diretas, organizar o texto em parágrafos, que apresentem os argumentos selecionados;

* Dar visão clara ao examinador da estrutura de sua redação (começo, meio e fim), para que haja progressão do texto;

* Muita atenção com conectivos que estabeleçam coesão textual, para que não se comprometa a lógica do texto (coerência);

* Se solicitado pela banca, dê título à redação que represente com clareza a tese desenvolvida;

* Faça um rascunho e verifique possíveis erros antes de passar o texto a limpo (a estética é um dos fatores de sedução do leitor, alerta o professor Sartori!);

* Verifique nesse momento se há muitas palavras repetidas e as substitua por sinônimos ou outros temas que as represente;

* Finalmente, tente fazer uma letra legível, pois do contrário todo o seu esforço pode ser comprometido pela dificuldade de legibilidade.

Tema - A FUVEST disponibilizou em seu site 53 exemplos das melhores redações obtidas em seu último vestibular, que teve como tema “Um mundo por imagens”, considerado bastante complicado à época por muitos professores de cursinhos e por vestibulandos que fizeram a prova. Os textos foram digitalizados e estão disponíveis para leitura no endereço eletrônico http://www.fuvest.br/vest2010/bestred/bestred.html.

Para o vestibular deste ano, o docente de Língua Portuguesa da Área Vip do JCConcursos aposta em temas da atualidade, o que já vêm se tornando uma rotina em avaliações deste porte. “Geralmente o tema é focado em atualidades, que permita observar no candidato a sua capacidade de comunicação escrita objetiva sobre variados assuntos”, revela Sartori.

Cristiane Navarro Vaz/SP


Veja também:

Exclusivo: faça a prova virtual da Fuvest 2011

Endereços: Vestibulandos já podem acessar local de prova

Candidato/vaga: Medicina é o curso mais disputado desse ano

Especial: 1º lugar na Poli revela sua receita para ser aprovado

Especial: Tendências abrem portas para várias profissões

+ Resumo do Concurso Fuvest

Fuvest
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

26/11/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas