Eletronuclear e Furnas têm 66 vagas no RJ

As empresas Eletronuclear e Furnas Centrais Elétricas que, juntamente com a Eletrobrás, fazem parte do Grupo E

Redação
Publicado em 18/01/2008, às 12h04

As empresas Eletronuclear e Furnas Centrais Elétricas que, juntamente com a Eletrobrás, fazem parte do Grupo Eletrobrás, anunciam oportunidades no Estado do Rio de Janeiro para jovens que desejam ingressar no mercado de trabalho como aprendiz.

Através de processo seletivo, realizado por meio do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), ambas as empresas concedem um total de 66 vagas no município de Angra dos Reis, com inscrições abertas somente na segunda e terça-feira, dias 21 e 22.

Vagas

A Eletronuclear conta com o maior número de vagas: 22 chances para o cargo de Assistente Administrativo. Essas oportunidades são dirigidas a jovens com idade entre 14 e 18 anos incompletos e que estejam cursando ensino fundamental a partir da 7ª série. A empresa também possui outras 43 vagas para alunos da mesma faixa etária, matriculados a partir do 8º ano do mesmo nível.

No caso de Furnas, há apenas uma vaga para a função de Eletricista Instalador Predial, voltada a estudantes de 14 a 18 anos incompletos e que cursem a partir da 8ª série do ensino fundamental.

Benefícios

Os aprendizes selecionados atuarão durante um ano. Nesse período, terão jornada de trabalho de 20 horas, com direito a recebimento de um salário mínimo, além de auxílio-transporte e auxílio-alimentação ou refeição, benefício que poderá ser substituído por refeição na própria empresa.

Inscrições

As inscrições devem ser feitas no Colégio Estadual Almirante Álvaro Alberto, localizado na Praça da República, s/nº - Vila Residencial de Mambucaba – Parati/RJ. O horário de atendimento é das 9 às 12 horas e das 13 às 16 horas.

A seleção dos candidatos será composta de reunião de informação profissional e prova escrita (cuja data de realização será informada no ato da inscrição), composta por questões objetivas de Português e Matemática.

O edital está disponível abaixo.


 

Rogerio Jovaneli

Comentários

Mais Lidas