Estudante deve manter rotina de estudos na reta final

Opinião é da coordenadora do Cursinho do XI, Augusta Aparecida Barbosa, que revela ainda como o vestibulando pode se preparar física e emocionalmente nesses cinco dias antes do exame.

Redação
Publicado em 18/10/2011, às 09h47

No próximo fim de semana, os 6.221.697 estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deverão enfrentar a maratona de provas aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro.

Para quem já está pensando em levantar as chuteiras e descansar para a avaliação, a coordenadora do Cursinho do XI e professora de literatura e gramática, Augusta Aparecida Barbosa, alerta que manter a rotina de estudos é indispensável nesta reta final.  “Estudante é como um atleta, treina até o último dia para não perder o ritmo, não pode parar uma semana antes da competição”.

Para Augusta, a manutenção das horas diárias de atividade fará com que o estudante aguente fisicamente as aproximadas quatro horas de exame. “Se ele parar o ritmo agora, vai relaxar demais, no dia da prova pode ficar mais tenso, achar que sabe menos ainda”, adverte. O ideal, na visão da professora, é que o vestibulando tire apenas a sexta-feira para passear e relaxar.

Mas em relação à preparação, o que ainda pode ser feito nessa reta final? “A essa altura, conteúdo que poderia ser apreendido já foi assimilado”, avalia a professora, referindo-se ao formato da avaliação, composta de quatro provas objetivas, contendo cada uma delas 45 questões de múltipla escolha, e uma redação – no dia 22, é a vez das provas de ciências humanas e de ciências da natureza (durante 4h30) e no dia seguinte, pelo período de 5h30, das avaliações de linguagens e códigos, redação e matemática.

Tendo em vista a estrutura da prova e sua feição essencialmente interpretativa, Augusta aconselha os vestibulandos a focarem sua atenção na leitura de atualidades e no treinamento da compreensão de textos, já que a prova do Enem exige o entendimento interdisciplinar de conceitos: ou seja, um assunto deve ser entendido à luz de diversos campos do conhecimento. “A prova vai depender muito da sua leitura, capacidade de ler e interpretar. O exame exige um entendimento geral com “g” maiúsculo”, insiste.

Já na área de exatas, mais do que decorar fórmulas, Augusta pondera que a resolução de exercícios deve se mantida nessa semana.

Programe-se

Nos dois dias, as provas começarão a ser aplicadas a partir das 13h. No entanto, os estudantes poderão ingressar no local de aplicação da avaliação a partir das 12h, horário em que os portões serão abertos.  

Os locais de prova podem ser encontrados por meio do endereço eletrônico do exame: www.enem.inep.gov.br.

Correção ao vivo

Os vestibulandos poderão acompanhar no site do JC&E (www.jcconcursos.com.br) a correção em vídeo após o término da avaliação, com os comentários de professores de cada matéria sobre as questões aplicadas.

A resolução e divulgação do gabarito extra-oficial serão feitas por meio de parceria entre o JC&E, o Complexo Jurídico Damásio de Jesus e o portal UOL.

Luana Almeida

Veja também:

Coca-Cola: Programa Trainees está em busca de recém-formados

Trainee:Auditoria e consultoria BDO abre 30 vagas em 5 Estados

Comentários

Mais Lidas