Instituição aplica prova neste domingo

Os inscritos deverão resolver a prova num prazo máximo de quatro horas. A avaliação será composta por uma redação e 54 questões de múltipla escolha.

Redação
Publicado em 03/12/2010, às 14h27

A partir das 13h30 deste domingo (5) terá início a prova do vestibular para o primeiro semestre de 2011 das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo. Os inscritos deverão resolver a prova num prazo máximo de quatro horas.

A relação dos locais de exame pode ser encontrada no site da instituição: www.vestibularfatec.com.br.

A prova será composta por uma redação e 54 questões de múltipla escolha – 48 questões são ligadas ao núcleo comum do ensino médio (disciplinas de biologia, física, geografia, história, inglês, matemática, química e português) e outras seis são multidisciplinares, envolvendo raciocínio lógico.

No dia da avaliação, o candidato não pode esquecer de levar caneta esferográfica de tinta preta ou azul, lápis preto, borracha e o original de um dos seguintes documentos: cédula de identidade (RG); cédula de identidade de estrangeiros (RNE); carteira nacional de habilitação com foto; documento expedido por Ordens ou Conselhos Profissionais (exemplo: OAB, Coren e Crea, entre outros); carteira de trabalho e previdência social (CTPS) ou passaporte brasileiro.

O gabarito será divulgado ainda no domingo, a partir das 18h, nos sites das Fatecs e no do Centro Paula Souza (www.centropaulasouza.sp.gov.br). 

Ao todo estão disponíveis 10.250 vagas, distribuídas entre as 49 Fatecs. Os cursos de graduação tecnológica com maior índice de candidato/vaga são os noturnos, nas seguintes áreas: análise e desenvolvimento de sistemas, nas Fatecs Carapicuíba (19,2) e Zona Leste (14,8); automação industrial, na Fatec São Bernardo do Campo (14,7); construção civil – modalidade edifícios (14,28); e análise e desenvolvimento de sistemas (14,2), na Fatec São Paulo.

Luana Almeida

Veja também:

Pré-vestibular/SP:Anglo inscreve para concurso de bolsas

Em cinco instituições: estudantes podem cursar graduação gratuitamente

Comentários

Mais Lidas