MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

27% dos trabalhadores vendem parte das férias para complementar a renda, informa pesquisa

Muitos profissionais estão começando a prestar mais atenção em como se sentem em relação ao seu trabalho e ao atual cenário do mercado de trabalho

Trabalhadores vendem parte das férias para complementar a renda
Trabalhadores vendem parte das férias para complementar a renda - Freepik
Douglas Terenciano

Douglas Terenciano

douglas@jcconcursos.com.br

Publicado em 28/04/2023, às 09h57 - Atualizado às 10h21

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O site de empregos Indeed realizou uma nova pesquisa com mais de 900 trabalhadores brasileiros para entender sobre seus períodos de férias, dias de folga e horas extras. O objetivo do estudo foi analisar o que esses profissionais pensam sobre o assunto e como isso afeta a vida pessoal e profissional, já que muitos profissionais estão começando a prestar mais atenção em como se sentem em relação ao seu trabalho e ao atual cenário do mercado de trabalho.

A pesquisa do Indeed também mostrou que 23% dos funcionários costumam fazer horas extras pelo menos três vezes por semana, e 12% não recebem nenhum tipo de remuneração por esse tempo extra. Confira todos os dados!

Férias e folgas

Quando perguntados sobre seus atuais benefícios de férias, 66% dos entrevistados disseram que tiram todos os dias disponíveis, enquanto 27% vendem uma parte de seus dias de férias para complementar a renda. Além disso, 20% afirmaram ter menos de 30 dias de férias e 7% afirmaram não ter nenhum benefício de férias oferecido pela empresa em que trabalham.

Segundo Felipe Calbucci, Diretor de Vendas do Indeed no Brasil, não tirar folga e diminuir a quantidade de dias disponíveis para descanso e lazer pode ter um impacto significativo na saúde física e emocional dos trabalhadores. “Os resultados mostram que 7% dos trabalhadores não têm férias no local de trabalho e, embora pareça um número pequeno, representa muitos trabalhadores no país. Fazer pausas é essencial, pois o cansaço também afeta a produtividade e reduz o bem-estar no dia a dia, alivia a ansiedade e o estresse, estimula a criatividade e a felicidade, além de recuperar da agitação da vida no trabalho”.

Além de melhorar o bem-estar dos funcionários e a cultura empresarial, estabelecer horários de trabalho aceitáveis também melhora a reputação organizacional, e potencialmente atrairá mais talentos, e é uma medida que as empresas devem seguir. Essa também é uma preocupação dos candidatos em busca de emprego, pois eles tendem a buscar informações sobre as empresas antes de se candidatar ou mesmo aceitar uma proposta. A ferramenta de análise de empresas no site do Indeed, por exemplo, permite que candidatos conheçam mais sobre as experiências de outras pessoas em empresas e avaliem as melhores opções.

Trabalhar horas extras e administrar o tempo

Gerenciamento de tempo pode ser um desafio às vezes. Mesmo trabalhando de casa ou no escritório, é recomendável equilibrar as tarefas para não ultrapassar a carga horária pré-estabelecida entre a empresa e o funcionário. De acordo com a nova pesquisa do Indeed, 56% dos entrevistados tendem a continuar trabalhando mesmo quando o turno oficial termina, e 35% sentem que não conseguem concluir todas as tarefas dentro do horário de expediente. Mesmo assim, 59% dos funcionários fazem mais horas extras quando trabalham remotamente e 23% fazem horas extras pelo menos três vezes por semana.

Outro aspecto importante a ser considerado é que 71% dos entrevistados revelaram sentir que as horas extras refletem em seu comprometimento com o trabalho e com a empresa. E enquanto a maioria dos trabalhadores é remunerado em dinheiro pelas horas extras trabalhadas (45%), ou tem a possibilidade de guardá-las em um banco de horas para usar como folga (31%), 12% afirmam que não recebem nada por esse trabalho extra, o que representa que 1 em cada 8 pessoas fazem horas extras sem nenhum tipo de remuneração.

Folga ilimitada

Em termos de bem-estar no local de trabalho, muitas empresas internacionais já implementaram novos benefícios para seus funcionários, como forma de contribuir para o bem-estar de sua força de trabalho. Uma dessas novas vantagens oferecidas é a folga remunerada ilimitada. Segundo o Indeed, 79% dos trabalhadores brasileiros disseram que seriam ainda mais produtivos com esse benefício, enquanto 38% afirmaram que ainda não ouviram falar sobre isso.

“Os funcionários que trabalham em empresas que oferecem esse benefício podem tirar quantas folgas quiserem ou precisarem, por motivos diversos e pessoais, sem restrição de tempo de afastamento, desde que continuem fazendo suas tarefas e usem seu tempo com sabedoria”, afirmou o Diretor de Vendas do Indeed no Brasil.

Apesar de ser uma novidade, as estatísticas indicam que os funcionários já consideram a folga ilimitada algo muito interessante, já que 85% afirmam que isso os ajudaria a equilibrar melhor a vida pessoal e profissional.

Siga o JC Concursos no Google Newsempregos

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.