ADM Brasil inscreve para programa de trainee

Os candidatos devem possuir formação superior entre julho de 2011 e julho de 2014, nos cursos de administração, engenharia, economia, ciências contábeis, direito, relações internacionais ou comércio exterior; e inglês fluente

Renan Abbade
Publicado em 24/06/2014, às 10h14

A Archer Daniels Midland Company (ADM) no Brasil realiza as inscrições para seu programa de trainee que conta com 16 oportunidades.

Os candidatos devem possuir formação superior entre julho de 2011 e julho de 2014, nos cursos de administração, engenharia (produção, mecânica, mecatrônica, elétrica, química, agrônoma e alimentos), economia, ciências contábeis, direito, relações internacionais ou comércio exterior; e inglês fluente. Espanhol será um diferencial.

A empresa procura jovens protagonistas do seu desenvolvimento, com forte potencial para liderança, capacidade de adaptação às mudanças, que buscam uma carreira de sucesso e estejam dispostos a empreender em diferentes projetos e áreas de negócio, alinhados aos objetivos da companhia.

Além da remuneração, estão previstos benefícios como assistências médica e odontológica, plano de aposentadoria, programa de assistência ao empregado, subsídio para cursos de pós graduação e bônus de retenção.

As inscrições serão recebidas até o dia 13 de julho pelo endereço eletrônico www.vagas.com.br/vagas/v958424/programa-de-trainee-archer-daniels-midland-company-2014-2-semestre.

A seleção envolverá as etapas de testes on-line, análise de currículos, dinâmica de grupo, painel com gestor e entrevista final. As fases presenciais acontecerão nos Estados de São Paulo e Minas Gerais.

Com duração de dois anos, o programa terá início em agosto nas cidades de São Paulo/SP, Joaçaba/SC, Rondonópolis/MT, Campo Grande/MS, Uberlândia/MG, Lucas do Rio Verde/MT e Santos/SP. Os trainees atuarão nas áreas de TI, finanças, logística, grains, processing e operação/fábrica.

Sobre a empresa
Fundada em 1902, a americana ADM converte as sementes de oleaginosas, milho, trigo e cacau em produtos para alimentação, nutrição animal, aplicações industriais e energia. Chegou ao Brasil em 1997 e é a sexta maior exportadora. Conta com 31 mil colaboradores, sendo 4,7 mil no Brasil.

Comentários

Mais Lidas