Amapá espera gerar milhares de empregos no ano

Apenas em 2011, o Estado atingiu a marca de 7 mil novos postos de trabalho gerados.

Redação
Publicado em 22/12/2011, às 11h17

O Estado do Amapá segue registrando bons índices de geração de empregos, de acordo com os mais recentes dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Segundo o levantamento, o Estado foi, proporcionalmente, o que mais gerou empregos com carteira assinada em todo o país nos últimos 12 meses. O crescimento foi da ordem de 10,87% (ou seja, foram abertas 6.679 novas vagas), posicionando o Amapá à frente de todos os demais estados da Federação.


Apenas no mês passado foram gerados 496 empregos com carteira assinada, sendo este o melhor desempenho do Amapá para um mês de novembro desde 2003. Em relação ao mês anterior (outubro/11) registrou-se uma alta de 0,76%.


Na série com ajustes, que inclui informações declaradas fora do prazo nos primeiros onze meses deste ano, foram computados 7.130 novos postos – um crescimento de 11,69%.


Setores em alta –
O setor da construção civil lidera o ranking do número de empregos criados, segundo o Caged: apenas em novembro foram abertos 303 novos postos. Outros setores com boa geração de oportunidades de trabalho foram os de serviços, com 217, e extrativismo mineral, com 30.


De acordo com informações fornecidas pela Secretaria de Planejamento do Estado (Seplan), a construção civil deve manter o ritmo de crescimento registrado este ano, mantendo a liderança entre os setores que mais vão gerar empregos com carteira assinada. Em 2011, o setor responde por 2.620 empregos do saldo de 7.130 empregos abertos até o mês passado.


Esse aquecimento na construção civil deve ser garantido pela continuidade das obras já iniciadas neste ano e com o início de novas intervenções, com obras que receberão R$ 189 milhões, recursos de operação de crédito junto ao BNDES. Esses recursos serão investidos na construção de hospitais, escolas, na modernização fazendária do Estado, abertura e pavimentação de estradas estaduais, ampliação do serviço de abastecimento e água e distribuição residencial de energia elétrica, entre outros.


Concursos públicos
– Segundo a assessoria de imprensa do Governo, os concursos públicos promovidos pela administração amapaense também deverão contribuir para a geração de empregos em 2012, com a criação de cerca de 3 mil novas vagas.


Incentivos -
A Agência de Fomento do Amapá (Afap) funciona como grande incentivadora do empreendedorismo no Estado, financiando os micro e pequenos empreendedores e promovendo, desta forma, o desenvolvimento econômico do Estado por meio da geração de emprego e renda.


Mais informações podem ser obtidas pelo site www.afap-ap.com.br.


Cristiane Navarro Vaz/SP

Veja também:

Ainda dá tempo: Work Able contrata 350 temporários em todo o país


Temporários: Rede de supermercados tem cerca de 50 vagas

Comentários

Mais Lidas