MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Aplicativo oferece 220 vagas para manicure e pedicure; saiba como se inscrever

"É uma profissão que exige habilidade e dedicação, e que merece ser valorizada”, afirma o especialista. Confira todos os detalhes do processo seletivo

Vagas abertas para manicures
Vagas abertas para manicures - Divulgação / APP Trampolim
Douglas Terenciano

Douglas Terenciano

douglas@jcconcursos.com.br

Publicado em 16/06/2023, às 13h30 - Atualizado às 13h57

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O aplicativo Trampolim está com 220 vagas abertas para o cuidado de mãos e pés, sendo 187 oportunidades para manicure e 32 para pedicure. Somente em São Paulo há cerca de 115 vagas ativas, localizadas principalmente no ABC Paulista (28 vagas) e Guarulhos (15 vagas).

“Além de contribuir para a autoestima e bem-estar dos clientes, as manicures são fonte de emprego e renda para muitas pessoas. É uma profissão que exige habilidade e dedicação, e que merece ser valorizada”, afirma o especialista Bruno Rizzato, diretor do app Trampolim.

Segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a cada mês surgem no Brasil sete mil novos salões de beleza. É nesse cenário que cargos como o de manicure crescem no mercado de trabalho. No Brasil, a profissão foi reconhecida oficialmente pela Justiça no Brasil em 2012, a partir da Lei nº12.592 que regulamenta os direitos trabalhistas de profissionais da área.

Para se candidatar, os interessados devem acessar o link https://trampolim.app/aplicativo e cadastrar currículo. Vale destacar que somente em São Paulo há cerca de 115 vagas ativas, localizadas principalmente no ABC Paulista (28 vagas) e Guarulhos (15 vagas).

Dicas para entrevista de emprego

O desafio de superar os demais concorrentes durante uma entrevista de emprego fica cada vez mais acirrado. Quem está fora do mercado de trabalho por um longo período tende a sentir ainda mais esse peso, já que é comum afetar a autoestima e a confiança desses profissionais.

Normalmente, a insegurança diante dos questionamentos de um recrutador é grande, especialmente na hora de explicar os motivos de estar tanto tempo fora do mercado. Ter uma postura otimista e transparência a respeito das dificuldades de recolocação pode ajudar a conquistar o novo posto, mas também é fundamental deixar claro que os meses parados não foram desperdiçados. Ao contrário, o tempo foi usado para se reciclar, fazer cursos, aprender e voltar ao trabalho ainda mais preparado do que antes. É essencial que o candidato não deixe o desânimo, o medo e a insegurança predominar, pois pode afetar seu desempenho durante a entrevista ou dinâmica de grupo.

O trabalhador deve ser transparente e franco com relação ao momento vivido, mas, ao mesmo tempo, mostrar-se confiante e seguro de que está pronto para dar o melhor de si na nova oportunidade.

A instabilidade econômica do país faz com que muitas empresas cortem custos e, com isso, bons profissionais perdem seus postos. É importante analisar o campo de atuação em que busca uma vaga para observar as possibilidades. Lembre-se: cada setor/área tem uma característica, com maior ou menor velocidade de recolocação, mesmo nos tempos de crise.

Siga o JC Concursos no Google Newsempregosvagas de emprego

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.