Como você trata seus colegas de trabalho?

“Empresas perdem gente boa todos os dias, devido ao péssimo clima organizacional. Quem faz o clima?!”

Redação
Publicado em 31/08/2009, às 09h45

* Profº. Edison Andrades

“Empresas perdem gente boa todos os dias, devido ao péssimo clima organizacional. Quem faz o clima?!”

Recebo inúmeros e-mail’s sobre colaboradores que até gostam do que fazem, do salário e benefícios oferecidos pelas empresas, mas são extremamente maltratados internamente e pior, pelos próprios colegas de trabalho. Daí, acabam indo embora da empresa. Mas infelizmente encontrarão outros ”fuzileiros” em suas carreiras.

Por que isso existe?

A resposta é muito simples: Todos disputam a mesma fatia de oportunidades.

Muita gente, de forma até inconsciente, se preocupa muito mais com o desenvolvimento profissional do colega ao seu. Daí acostumam a tratar as pessoas de forma rígida e sem didática. Uma pesquisa revela que 70% do tempo em que ficamos acordados são dedicados ao trabalho. Com isso, estes “seres humanos” conseguem destruir até os 30% que sobrariam para que seus colegas desfrutassem com vossas famílias e outros lazeres.

A grande covardia, que existe no mundo corporativo, acontece logo na entrada do novo colaborador, pois além de muitas organizações não se prepararem para a chegada do “novato” ainda colocam verdadeiros “estúpidos’ para a acolhida (recepção) destes, portanto como o recém-chegado ainda teme o retorno ao mundo dos desempregados ao qual pertencia recentemente, acaba por se submeter aos maus tratos, e aquele (trabalho) que deveria ser a realização dos seus sonhos, se transforma num pesadelo em sua vida.

A grande decepção:

Refiro-me como decepção o fato de que uma das áreas que mais maltrata os colaboradores internos é justamente (quase uma ironia) a área de R.H. (Recursos Humanos), talvez porque muitos profissionais desta área ainda confundam: “recursos com humanos”, e decidem transformar gente em apenas recursos.

Quem nunca foi maltratado pelos colegas do D.P.(Departamento Pessoal)? Aquele departamento geralmente composto por um grupo de estressados que possui a “L.E.R. (Lesão por Esforço Repetitivo) devido à demasiada carga de pressão e cobrança em redigitar toda a folha de ponto, para que a empresa tenha uma bela apresentação mediante o Ministério do Trabalho. Então, um simples mortal (nós), que precisa também de uma simples informação sobre seu plano de saúde, por exemplo, é por vezes “escorraçado” dali. “Confesso que gostaria de estar exagerando.”

Desejo chamar a sua atenção para este assunto, já que muitas pessoas possuem este comportamento com seus colegas de forma proposital, ou seja, possuem o desejo estratégico de tornar aquele ambiente um caos para os que nele habitam. Outros, porém, se comportam assim sem perceber (e não estou salvando a pele deles, não). Muitas vezes reagimos de forma impulsiva às diversas ocorrências que em nossa frente se apresentam e, então, tentamos ser práticos, mas acabamos ofendendo ou magoando nosso colega de trabalho. Para estes, deixo uma mensagem: “Esteja sempre com o pensamento e intenção de ajudar os outros.” Não estou me referindo a dar esmolas, mas em nos colocarmos na posição do outro.

Muitas vezes somente o fato de entendermos o problema das pessoas, já ajuda a sermos mais pacientes e colaborativos.

As maiores empresas deste planeta ajudam seus clientes, muitas delas inclusive ajudam as pessoas a ajudarem seus entes. Quando alguém está empregado, consequentemente está levando seu pão para a sua família e agregados e nosso comportamento poderá fazer desabar toda esta engrenagem. Se não puder ajudar, pelo menos não destrua os sonhos dos outros.

   

 Ah! E nunca esqueça de incluir Deus em todos os seus planos.

Nosso espaço:

Agradeço à minha grande amiga, leitora assídua e afável Teresinha Marcelino Nakamura, pela indicação do tema.

Envie sua mensagem para nosso blog:  blog.jcconcursos.uol.com.br/professoredison ,

ou para o e-mail:  edison.andrades@terra.com.br. Terei imenso prazer em recebê-la.

Grande abraço.

* Profº Edison Andrades é Psicólogo - Especialista em desenvolvimento profissional e aconselhamento de carreira (Counseling); MBA; Escritor (autor do livro: Como Perder o Emprego (com competência)- Giz editorial); ex-Diretor de RH. É professor universitário atuando nas áreas de Administração e Marketing. Como consultor e palestrante atua em algumas das principais empresas nacionais e multinacionais do país. É palestrante e instrutor organizacional há mais de dez anos, onde destaca-se devido sua performance teatral, motivacional e irreverente ao transmitir conhecimentos. Marque uma consulta e conheça sua metodologia. contatos:  e-mail: edison.andrades@terra.com.br;  site: www.edisonandrades.com.br.

Comentários

Mais Lidas