Mulheres, o que aprendo com elas

Artigo do professor Edison Andrades.

Redação
Publicado em 18/03/2013, às 10h19

Aproveitando que estamos no mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, desejo me render àquelas são as responsáveis pela perpetuação de nossa espécie! Todos sabem e admitem que as mulheres possuem algumas capacidades que nós, homens, jamais teremos. Alguns, por brincadeira ou não, buscam uma pequena disputa entre os sexos, ou seja, quem é melhor: o homem ou a mulher? Creio que não convém listar comparações, até porque Elas venceriam com vantagem, mas desejo, aqui, traçar características que as mulheres possuem e que, no mercado de trabalho, são de extrema relevância. Quero deixar claro que, ao mencionar características, não teremos o intuito de emitir elogios ou críticas, mas apenas pontos a serem analisados.

As mulheres, de forma natural, concorrem entre si. Observam o que há na outra e, por vezes, mimetizam aquele aspecto, tornando-se competitivas. Normalmente, buscam informações sobre moda, estética, perfumaria, gastronomia, desenvolvimento profissional, tendências de consumo e, por que não, sexo. Informações que, de certa maneira, acabam por torná-las mais presentes na vida. São mães, amigas, companheiras, consumidoras, profissionais de mercado e chefes de cozinha. Realizam diversas coisas de forma simultânea. Normalmente, são competentes em todas elas. Além de ecléticas e “multitarefas”, ainda precisam dar conta de serem sensuais e femininas. Uma verdadeira aula de gestão de carreiras.

Numa carreira, você deve ser competitivo, observe o que há de diferencial e, se possível, inspire-se nesses pontos fortes. Saiba que, ainda que não deseje, você imita, de forma natural e involuntária, pessoas e funções que lhe parecem promissoras. Assim como as mulheres, seja bem informado sobre o que gira em torno do mundo. Já vi muitos candidatos se darem bem por estarem a par de uma simples notícia da atualidade.

Saiba falar sobre tudo. Saiba fazer muitas coisas. Não se limite apenas à sua área. Seja alguém com quem as empresas possam contar também para opinar e se aventure conhecendo outros segmentos e funções. Elas (as mulheres) fazem isso com proeza. E o mais importante: mesmo diante de tudo isso, não podemos deixar de ser gente! O mercado aprecia grandes seres humanos sob a casca de competentes profissionais. Seduza o mercado com sua presteza, humanização e, principalmente, com seu caráter.  Percebo que muitos, com a premissa de buscarem grandes colocações, acabam perdendo grandes valores por onde passam. Isso é uma pena. Aprendamos com elas, que, além de tudo, possuem o dom de gerar vidas. Aliás, esse dom Deus reservou- lhes com exclusividade! PARABÉNS, MULHERES!

Prof. Edison Andrades é palestrante e sócio da Reciclare Treinamentos. Facebook.com/professor.edison.andrades 

Comentários

Mais Lidas