Tudo Sobre

Empregos Asserttem

Entidade prevê a contratação de 26 mil temporários

O levantamento estima que, do total de vagas ofertadas, 10% poderão se tornar efetivas.



Redação
Publicado em 22/04/2010, às 15h47

De acordo com o levantamento realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem), o Dia das Mães deve gerar aproximadamente 65 mil postos de trabalho temporário, em todo o país, sendo que 39 mil vagas são remanescentes da Páscoa. “Serão abertas cerca de 26 mil novas vagas, 11% a mais que no ano anterior”, diz Vander Morales, presidente da entidade. O levantamento estima que, do total de vagas ofertadas, 10% poderão se tornar efetivas.

O Dia das Mães é considerada a segunda maior data para contratação de temporários, mas como, neste ano, a comemoração da Páscoa foi muito próxima, muitos dos contratos foram mantidos, fazendo com que diminuísse o número de ofertas no mercado.

Funções – Os setores que irão oferecer mais oportunidades são os de roupa, acessórios, perfumaria e aparelhos eletroeletrônicos. Vander Morales ressalta que “a linha de televisores também deve aumentar consideravelmente as vendas e, como consequência, as contratações temporárias por conta da Copa do Mundo”.

As áreas que mais disponibilizam vagas são as de atendimento, crediário, vendas e reposição.

Perfil das vagas – Segundo Jismália de Oliveira Alves, diretora de comunicação da empresa, 65% das vagas deverão ser preenchidas por trabalhadores entre 18 e 39 anos, e as mulheres representarão 45% das contratações temporárias. “Jovens em situação de primeiro emprego deverão representar 23% dos contratos”, informa a executiva.


Quanto ao perfil buscado pelas empresas estão candidatos com ensino médio completo, criativos, organizados e com bom relacionamento com o público. A experiência na área não é classificada como um pré-requisito.

Direitos – É importante saber que, mesmo como temporário, você tem os mesmos direitos do trabalhador efetivo. Segundo Morales, a única coisa que muda é que os temporários não têm direito ao aviso prévio indenizado.


Morales também recomenda que os trabalhadores admitidos de forma provisória exijam uma cópia do contrato de trabalho temporário e anotação na carteira de trabalho nesta condição.

Patricia Magalhães/SP

Veja também:

Emprega São Paulo: Mais de 2 mil vagas no setor de vendas

São Paulo: CST seleciona 1.848 para área de atendimento

+ Resumo Empregos Asserttem

Asserttem - Associação Brasileira do Trabalho Temporário
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

22/04/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas