Site oferece 13.270 vagas na área da tecnologia

A área de tecnologia da informação é bastante ampla e os profissionais podem atuar como técnicos, programadores, professores, dentre outras funções

Douglas Terenciano
Publicado em 07/08/2017, às 14h37

No próximo dia 15 de agosto será comemorado o Dia do Informática, que aliás, tecnologia é uma das áreas que mais crescem no mercado de trabalho. Atualmente, o site da Catho está com 13.270 vagas disponíveis na área de TI em todo o país.

Segundo o Guia de Profissões e Salários da Catho, a área de tecnologia da informação é bastante ampla e os profissionais podem atuar como técnicos, programadores, professores, podendo até ocupar cargos mais altos como gerência e diretoria.

O salário médio brasileiro de um técnico em TI é de R$ 1.729,54. Já um programador tem salário médio de R$ 2.461,53, mas a média salarial de um gerente ou diretor da área pode subir para R$ 9.145,13 e R$ 16.666.67, respectivamente.

Inscrições

Quem quiser concorrer a umas das vagas oferecidas deve cadastrar currículo no site www.catho.com.br.

Currículo atrativo

Muitos candidatos são vetados para uma vaga de emprego, estágio ou trainee muito antes de chegar na entrevista com o recrutador. Um dos motivos mais comuns para essa desclassificação prematura é um currículo pouco atrativo. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para ajudá-lo a ter um currículo vencedor.

Um resumo conciso de suas qualificações e experiências pessoais, abaixo das suas informações de contato, oferece aos empregadores uma visualização rápida e resumida de suas principais habilidades e ambições de trabalho. Geralmente, é o primeiro lugar que o recrutador olha quando pega um currículo na mão, portanto, detalhe suas realizações e qualificações de maneira objetiva.

Outra dica é corresponder a descrição da oportunidade, tentando utilizar adjetivos que sejam semelhantes aos utilizados no anúncio da vaga. Por exemplo, se o empregador dá prioridade para alguém com “capacidade de liderança eficaz”, certifique-se de demonstrar isso na primeira parte de seu currículo, utilizando o espaço destinado ao resumo profissional e características pessoais.

Além disso, não adianta enfatizar seus triunfos profissionais no currículo se você não terá como comprová-los posteriormente. Ao listar suas realizações, a recomendação é ter em mente que o que realmente impressiona os empregadores são os números. Exemplificando, se o candidato puder ilustrar suas conquistas com fatos e números, ou seja, descrever o quanto de receita que trouxe para o negócio naquele ano ou como clientes aumentaram seu investimento na marca, faça com objetividade.

Comentários

Mais Lidas