MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Confira 5 dicas para você entrar no mercado de trabalho em 2023

Apostar em uma graduação, fazer cursos complementares e desenvolver habilidades comportamentais podem ajudar nessa conquista

Dicas para entrar no mercado de trabalho
Dicas para entrar no mercado de trabalho - Freepik
Douglas Terenciano

Douglas Terenciano

douglas@jcconcursos.com.br

Publicado em 30/01/2023, às 11h40 - Atualizado às 11h42

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, enfrentar um processo seletivo pode ser cansativo e exige uma preparação muito boa dos candidatos. E se você está em busca de uma nova oportunidade para 2023, confira essas cinco dicas do especialista em mercado de trabalho, Tiago Mavichian, CEO da Companhia de Estágios, para você se preparar melhor, aumentar as suas chances e começar o ano com um trabalho bem bacana:

1 - Aprimore sua empregabilidade

Se você ainda não ingressou no ensino superior porque tem dúvidas sobre qual curso fazer, faça testes vocacionais e pesquise sobre as áreas de graduação. É importante também pesquisar se é um curso que o mercado costuma demandar profissionais, ou seja, se facilitará sua entrada no mercado de trabalho.

As formações mais solicitadas nos processos seletivos para estágio e trainee conduzidos pela Companhia de Estágios neste ano, por exemplo, foram administração, engenharia de produção, economia, engenharia mecânica, TI, ciências contábeis, marketing, comunicação social, engenharia elétrica, engenharia civil e direito.

Ter uma formação superior completa, além de abrir portas, tornará o seu currículo mais competitivo na busca por emprego. Porém, se você ainda não tiver uma graduação por falta de grana para bancar as mensalidades, a dica é considerar alternativas como o FIES (financiamento estudantil), programas de bolsa oferecidos pelas instituições de ensino ou cursos na modalidade a distância (que são mais acessíveis).

2 – Aposte em competências complementares

Além da graduação, vale a pena investir em conhecimentos adicionais que tendem a ser valorizados pelas empresas. Os mais valorizados e que abrem portas em muitas áreas são inglês e Excel, porém, cada área profissional pede aprendizados específicos para dar um upgrade no currículo.

Se você der uma olhada nas descrições de vagas de emprego com inscrições abertas, você conseguirá descobrir quais são. Em alguns casos, ferramentas como o Power BI e a metodologia ágil são bem requisitadas.

Para fazer cursos complementares, um bom ponto de partida são os cursos on-line de plataformas como Coursera, Allura, Udemy e Veduca, que possuem valores mais populares. Outro caminho é procurar instituições que oferecem vídeo-aulas gratuitas.

3 - Invista nas suas soft skills

Dizem que nove em cada dez profissionais são contratados pelo perfil técnico e demitidos pelo comportamental (soft skills). Isso quer dizer que as empresas vão analisar a sua formação e conhecimentos acadêmicos, mas também vão querer entender se você tem características como organização, gerenciamento do tempo, comunicação, liderança, escuta, pensamento crítico ou construção eficaz de relacionamentos. Para melhorar essas habilidades comportamentais, vale participar de atividades acadêmicas em grupo, esportes, trabalhos voluntários e outras iniciativas que facilitem que você desenvolva autoconhecimento e inteligência emocional.

4 – Busque oportunidades em redes sociais

Como você usa suas redes sociais? Sabia que elas não servem apenas para descontrair e interagir com amigos? As empresas também se relacionam, postam ofertas de empregos e até recrutam candidatos por meio delas. São muito usadas para divulgar processos seletivos para vagas de início de carreira, como aprendiz, estágio e trainee. Isso é chamado de social hiring, por isso é importante estar atento a como você se comunica nas suas redes., sendo o LinkedIn a rede mais voltada ao âmbito profissional. Então, se você não tem um perfil por lá, crie logo um e comece a seguir empresas, mostre seus conhecimentos e compartilhe suas conquistas.

5 – Tenha uma postura de busca ativa

Por fim, vale lembrar que você precisa estar no lugar certo e na hora certa para conquistar um emprego para chamar de seu. Com isso, cadastre seu currículo nos sites das empresas que sonha trabalhar. É importante também se cadastrar nas principais plataformas de empregos, pois costumam divulgar um grande volume de vagas de empresas de médio e grande porte para que possam ser acessadas a milhares de profissionais.

Baseadas em inteligência artificial, são sites que filtram os candidatos a partir dos requisitos exigidos para o posto. Ao se cadastrar nelas, você tem mais chances de encontrar um trabalho, além de ser notificado por e-mail sempre que aparece uma nova vaga com o seu perfil. Fique de olho também em portais que atuam como “agregadores de vagas”, isto é, consolidam as vagas divulgadas na internet, sendo os mais conhecidos Google Jobs, Indeed, Adzuna e Jooble. Têm alguns até com campos de busca por palavra-chave e a possibilidade de registro gratuito para receber as novidades.

Siga o JC Concursos no Google Newsempregosvagas de emprego

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.