Tudo Sobre

Empregos Temporários

Brasil deve contratar 155 mil temporários até o Natal

Expectativa é 5,5% maior do que o registrado em 2011, quando 147 mil profissionais ocuparam posições na indústria e no comércio por tempo determinado



Redação
Publicado em 21/09/2012, às 15h05

A Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) e o Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo (Sindeprestem) divulgaram pesquisa estipulando a contratação de 155 mil temporários até o Natal em todo o país. Desse total, 20% (ou 31.000) das ofertas devem ser preenchidas por jovens em busca do primeiro emprego. 
Em relação a 2011, a expectativa de admissões é 5,5% maior, mas o setor industrial registra baixas. Em anos anteriores, a indústria costumava atrair 30% da mão de obra, enquanto o comércio ficava com 70% dos trabalhadores. Em 2012, a previsão é a de que as porcentagens sejam, respectivamente, de 25% e 75%, motivadas pela cautela no segmento industrial e pelo incremento do 13º salário e pela redução dos juros bancários no comércio.
Perfis buscados - No comércio, os homens devem levar vantagem, sendo responsáveis por 53% da procura. O mesmo quadro é aguardado na indústria, com 68% das posições preenchidas por candidatos do sexo masculino e 32% pelo sexo feminino.
Nos dois segmentos, a faixa etária que encontrará mais oportunidades será a classificada entre 18 e 39 anos, com 60% das admissões no comércio e 65% na indústria.
Para disputar posições no setor comercial, os interessados precisarão ter ensino fundamental ou médio completos, além de boa comunicação, habilidade para o trabalho em equipe e bom atendimento. A exigência para o setor industrial é um pouco maior: ensino médio concluído e qualificação técnica em automação industrial, eletrotécnica, mecatrônica, química, informática, segurança do trabalho, administração, secretariado e/ou cursos para funções específicas.
Enquanto, no varejo e atacado, as maiores demandas tendem a estar no comércio de rua, nos shoppings e nos supermercados, preferencialmente nos cargos de analista de crédito, embalador, estoquista, etiquetador e vendedor, bem como nas carreiras de atendimento e crediário, na indústria as líderes de contratação devem ser as empresas de bens de consumo (alimentos, bebidas, brinquedos, eletrônicos, vestuário e papel), especialmente nos postos de auxiliar (administrativo, de departamento financeiro, de laboratório e de serviços gerais), motorista, nutricionista, operador de empilhadeira e máquinas e técnico, em manutenção industrial e segurança do trabalho.
A média salarial é de R$ 872 no comércio, oscilando entre R$ 690 e R$ 1.055, com direito a benefícios como vale-transporte, vale-refeição e prêmios por metas atingidas.
Já no ramo industrial, as remunerações devem variar de R$ 920 a R$ 1.390, com média de R$ 1.155, mais vale-transporte e vale-refeição.
Distribuição no Brasil - A parcela mais representativa de contratações deverá estar em São Paulo, com a meta de 46.299 temporários admitidos. Na sequência, entre os onze melhores colocados, são aguardados os Estados de Minas Gerais (16.957), Rio de Janeiro (14.229), Paraná (10.525), Rio Grande do Sul (9.595), Santa Catarina (7.161), Bahia (6.076), Pernambuco (5.890), Goiás (5.875), Ceará (4.154) e Pará (3.708).
Efetivações - O estudo também definiu as oportunidades de manutenção do posto após o vencimento do contrato pelo tempo determinado.
Para quem pretende tentar um dos empregos temporários oferecidos nos próximos três meses, as chances de efetivação são de 15%. Isso significa que 23 mil brasileiros poderão conseguir uma oportunidade fixa no mercado depois do período das festas, desde que sigam a conduta apontada pela presidente da Asserttem, Jismália de Oliveira Alves. “É preciso demonstrar dedicação e interesse em ajudar e aprender. Agilidade também conta. No período que antecede o Natal, a rotina é agitada e o funcionário tem que ter jogo de cintura”, recomenda.
Pâmela Lee Hamer

+ Resumo Empregos Temporários

Temporários
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda

21/09/2013 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas