Danone abre 50 vagas para pessoas com deficiência

Para se candidatar é necessário ensino médio completo ou superior completo e/ou cursando

Douglas Terenciano
Publicado em 07/10/2016, às 14h05

A Danone está com inscrições abertas para seu processo seletivo para pessoas com deficiência. São cerca de 50 vagas em diversas áreas como administrativa, financeira, recursos humanos, vendas, marketing e TI.

Para se candidatar é necessário ensino médio completo ou superior completo e/ou cursando.

As posições estão divididas em sete localidades, incluindo o escritório central da companhia em São Paulo (SP) e também nas fábricas localizados nas cidades de Jundiaí (SP), Poços de Caldas (MG), Itapecerica da Serra (SP), Jacutinga (MG), Nova Iguaçu/Tinguá (RJ) e Maracanaú (CE).

Inscrições

Os interessados devem enviar currículo para a área de recrutamento e seleção da Danone no e-mail recrutamentoeselecao@danone.com.

Currículo atrativo

Muitos candidatos são vetados para uma vaga de emprego, estágio ou trainee muito antes de chegar na entrevista com o recrutador. Um dos motivos mais comuns para essa desclassificação prematura é um currículo pouco atrativo. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para ajudá-lo a ter um currículo vencedor.

Cadastre seu currículo por 7 dias gratuitos para concorrer a vagas de emprego

Um resumo conciso de suas qualificações e experiências pessoais, abaixo das suas informações de contato, oferece aos empregadores uma visualização rápida e resumida de suas principais habilidades e ambições de trabalho. Geralmente, é o primeiro lugar que o recrutador olha quando pega um currículo na mão, portanto, detalhe suas realizações e qualificações de maneira objetiva.

Outra dica é corresponder a descrição da oportunidade, tentando utilizar adjetivos que sejam semelhantes aos utilizados no anúncio da vaga. Por exemplo, se o empregador dá prioridade para alguém com “capacidade de liderança eficaz”, certifique-se de demonstrar isso na primeira parte de seu currículo, utilizando o espaço destinado ao resumo profissional e características pessoais.

Além disso, não adianta enfatizar seus triunfos profissionais no currículo se você não terá como comprová-los posteriormente. Ao listar suas realizações, a recomendação é ter em mente que o que realmente impressiona os empregadores são os números. Exemplificando, se o candidato puder ilustrar suas conquistas com fatos e números, ou seja, descrever o quanto de receita que trouxe para o negócio naquele ano ou como clientes aumentaram seu investimento na marca, faça com objetividade.

Comentários

Mais Lidas