Deloitte recebe inscrições para programa de trainee

Há vagas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco, além do Distrito Federal

Douglas Terenciano
Publicado em 05/04/2018, às 15h01

A prestadora de serviços Deloitte está com inscrições abertas para o Programa Novos Talentos 2018, com vagas para recém-formados e universitários ultimanistas de diversas áreas. Há oportunidades disponíveis nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco, além do Distrito Federal.

Programa Novos Talentos 2018

Podem se inscrever estudantes de administração de empresas, ciências contábeis, ciências atuariais, economia, estatística e matemática, matriculados a partir do segundo ano da graduação ou recém-formados com até três anos de conclusão. Já para alunos de direito, engenharia de automação, engenharia civil, engenharia da computação, engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia eletrotécnica, engenharia mecânica, engenharia mecatrônica, engenharia de produção, relações internacionais e cursos de tecnologia da informação é necessário estudar a partir do penúltimo ano de graduação ou ser recém-formados com a até três anos.

Além disso é preciso ter nível básico no inglês para a área de outsourcing e a partir do nível intermediário para as demais áreas; conhecimentos em informática, especialmente no pacote Office; experiência profissional de, no mínimo, seis meses para os departamentos contábil, financeiro e fiscal; e disponibilidade para trabalhar em período integral e para viagens.

A Deloitte oferece plano de carreira, remuneração compatível com o mercado, mais os benefícios de vale-transporte, vale-refeição, plano de saúde, previdência privada, seguro de vida em grupo e PLR – programa de participação nos resultados.

O objetivo do Programa Novos Talentos 2018 é proporcionar oportunidades de aprendizado e desenvolvimento, para que os jovens profissionais coloquem em prática suas habilidades e gerem impactos positivos no mundo, transformando os negócios e as pessoas. Segundo o hotsite do programa, a empresa busca candidatos que valorizam o autoconhecimento e desenvolvimento, que sejam protagonistas de suas carreiras e tenham vontade de transformar a si mesmo para ser fonte de inspiração positiva das transformações ao seu redor. Também é importante comunicar-se com clareza, respeitar e considerar as opiniões dos colegas, construir relacionamentos e ter uma atitude de trabalho positiva, contribuindo com a equipe e com o negócio.

A Deloitte tem escritórios em São Paulo/SP, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Joinville/SC, Porto Alegre/RS, Ribeirão Preto/SP, Rio de Janeiro/RJ, Recife/PE e Salvador/BA.

Como se inscrever

Quem quiser participar do processo seletivo deve cadastrar currículo no site www.vagas.com.br/v1628274.

Dicas para entrevista

Considerada um dos momentos mais decisivos do processo da seleção profissional, a entrevista de emprego oferece ao recrutador a possibilidade de conhecer as habilidades técnicas e comportamentais do candidato, além de saber o que o concorrente espera da organização e de que forma poderá contribuir para o alcance dos objetivos da empresa. Por outro lado, o entrevistado tem a chance única de fazer uma boa apresentação pessoal, o que poderá colocá-lo à frente dos demais que disputam a vaga.

A principal recomendação para o candidato é apresentar-se de forma positiva, expondo com clareza suas habilidades e evidenciando seus objetivos profissionais. Geralmente, as companhias esperam que o postulante possua as competências para a vaga solicitada e, é no momento da entrevista, que essa qualificação será avaliada.

Antes da entrevista, a dica é pesquisar sobre as missões e valores da empresa e fazer uma lista de perguntas que poderão ser feitas pelo entrevistador para tentar respondê-las. Outro ponto determinante é relacionar seus pontos fortes e fracos, procurando soluções para minimizar os desfavoráveis. Além disso, é fundamental buscar informações sobre a vestimenta adequada para o ambiente em questão e o acesso ao local da entrevista, evitando chegar atrasado.

Na hora da entrevista, seja transparente e responda de forma tranquila, sem mentiras ou exageros. Tente apontar os pontos fortes e fracos de maneira sincera e especifique as qualidades para o cargo desejado, sem exceder quanto ao seu potencial. Também é importante evitar falar mal da empresa ou dos colegas com quem trabalha ou trabalhou e, em hipótese alguma, coloque no currículo ou crie histórias que não poderão ser comprovadas.

Evite erros no português

Muitos candidatos perdem boas oportunidades de inserção no mercado por conta do uso inadequado da língua portuguesa. Com as empresas adotando ferramentas como testes ortográficos e redações para funcionar como filtros, o número de trabalhadores e estudantes que não passam sequer na primeira etapa é cada vez maior.

A facilidade da tecnologia contribui para o problema. Com o acesso à tecnologia e aplicativos de correções automáticas de texto, pesquisar informações resumidas sem a necessidade de fazer uma busca integral sobre determinado assunto, dificultam o enriquecimento do vocabulário e a organização linguística.

Outro motivo que acaba influenciando na vida profissional dos candidatos é o costume de abreviar o português nas redes sociais. Ou seja, nem todos conseguem se adequar às mudanças exigidas quando o ambiente sai do universo dos perfis virtuais. É comum casos de pessoas que usam muito esse tipo de “escrita encurtada” e acabam cometendo erros, tanto na elaboração de algum texto, quanto no envio de um simples e-mail profissional.

Vale destacar que a conhecida “Era Digital” também possui seus benefícios e permite o fácil acesso às obras e clássicos da literatura, inclusive por meio de smartphones. Por outro lado, um dos principais dilemas modernos está na mentalidade de pessoas que não praticam o hábito da leitura. Enfim, lembre-se: quanto mais usar linguagens da internet no dia a dia, maior a chance de descuido em momentos importantes, como por exemplo, um teste para uma vaga no mercado de trabalho.

Comentários

Mais Lidas