MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Demissões em massa na Microsoft e empresas de TI preocupa

A Microsoft pretende demitir 10 mil funcionários até março deste ano

Microsoft pretende demitar até março deste ano
Microsoft pretende demitar até março deste ano - Divulgação
Victoria Batalha

Victoria Batalha

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/01/2023, às 10h09 - Atualizado às 10h15

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Vem acontecendo uma onda de demissão em massa em diversas empresas de tecnologia em todo o mundo, causando preocupação no mercado de trabalho. Ontem (18), a Microsoft anunciou que vai desligar dez mil funcionários até o final de março. Este corte deve afetar cerca de 5% dos profissionais da empresa. A justificativa foi que precisam fazer uma redução de gastos.

A Microsoft expandiu suas operações durante a pandemia do Covid-19, assim como outras empresas de tecnologia. Cerca de 75 mil pessoas foram contratadas pela empresa de 2019 para cá. Ainda assim, mesmo com um crescimento no lucro de 58% nos últimos anos, as demissões estão sendo justificadas pela Microsoft como uma incerteza sobre a economia e desaceleração no setor de TI nos Estados Unidos.

Porém, mesmo que a Microsoft queira fazer um corte de gastos, as demissões irão custar US$ 1,2 bilhões.

Mais empresas de TI estão demitindo

Muitas empresas gigantes de tecnologia, também chamadas de big techs, também fizeram grandes demissões em 2022 como uma forma de lidar com a crise. 

AAmazonfoi uma das empresas que também anunciou desligamentos em massa, mais de 18 mil colaboradores devem ser demitidos, ou seja, cerca de 6% dos funcionários da Amazon devem ser cortados, sendo o maior corte de toda a história das empresas de tecnologia.

O Meta, empresa responsável e dona do Facebook, anunciou em novembro de 2022 a demissão de 11 mil funcionários, cerca de 13% do seu quadro. Além disso, a empresa decidiu fazer corte de gastos e congelar as contratações durante o primeiro trimestre de 2023. Segundo o CEO, Mark Zuckerberg, esses cortes tem como objetivo tornar a empresa mais eficiente.

Um levantamento realizado pela plataforma Layoff.fyi, que faz monitoramento de demissões em massa das empresas de tecnologia, mostrou que 91 empresas realizaram cerca de 24 mil cortes de funcionários apenas em 2023. Apenas nos primeiros 15 dias do ano, a média de desligamentos foi de 1,6 mil por dia.

Siga o JC Concursos no Google News

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.