Tudo Sobre

Concurso Emprega São Paulo

Emprega SP soma 4.477 vagas em todo o Estado

O nível de escolaridade exigido é bastante variado, com oportunidades para candidatos de níveis fundamental, médio, técnico e superior



Douglas Terenciano
Publicado em 04/08/2016, às 13h39

O programa Emprega São Paulo/Mais Emprego, agência pública de empregos gerenciada pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (Sert), oferece 4.477 vagas de trabalho em diversos cargos e setores. As oportunidades estão espalhadas em todo o Estado de São Paulo.

Vagas

Há ofertas de emprego nas carreiras de auxiliar de cozinha, motorista, operador de caixa, auxiliar de carga e descarga, porteiro, atendente de balcão, recepcionista, auxiliar administrativo, vendedor, operador de telemarketing, gari, pintor, balconista, vigia, pedreiro, dentre outras profissões.

O nível de escolaridade exigido é bastante variado, com oportunidades para candidatos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os salários e os benefícios oferecidos não foram informados, no entanto, variam de acordo com a vaga e empresa contratante.

Cadastre seu currículo por 7 dias gratuitos para concorrer a vagas de emprego

Por meio de assessoria de imprensa, a Sert informa que é importante o usuário manter seus dados cadastrais atualizados para não perder futuras oportunidades de trabalho.

Inscrições

Interessados devem acessar o site www.empregasaopaulo.sp.gov.br, criar login, senha e informar os dados solicitados. Outra opção é comparecer a um Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) com RG, CPF, PIS e Carteira de Trabalho. Os endereços também podem ser obtidos pelo site.

Currículo atrativo

Muitos candidatos são vetados para uma vaga de emprego, estágio ou trainee muito antes de chegar na entrevista com o recrutador. Um dos motivos mais comuns para essa desclassificação prematura é um currículo pouco atrativo. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para ajudá-lo a ter um currículo vencedor.

Um resumo conciso de suas qualificações e experiências pessoais, abaixo das suas informações de contato, oferece aos empregadores uma visualização rápida e resumida de suas principais habilidades e ambições de trabalho. Geralmente, é o primeiro lugar que o recrutador olha quando pega um currículo na mão, portanto, detalhe suas realizações e qualificações de maneira objetiva.

Outra dica é corresponder a descrição da oportunidade, tentando utilizar adjetivos que sejam semelhantes aos utilizados no anúncio da vaga. Por exemplo, se o empregador dá prioridade para alguém com “capacidade de liderança eficaz”, certifique-se de demonstrar isso na primeira parte de seu currículo, utilizando o espaço destinado ao resumo profissional e características pessoais.

Além disso, não adianta enfatizar seus triunfos profissionais no currículo se você não terá como comprová-los posteriormente. Ao listar suas realizações, a recomendação é ter em mente que o que realmente impressiona os empregadores são os números. Exemplificando, se o candidato puder ilustrar suas conquistas com fatos e números, ou seja, descrever o quanto de receita que trouxe para o negócio naquele ano ou como clientes aumentaram seu investimento na marca, faça com objetividade.

Dicas para entrevista

O desafio de superar os demais concorrentes durante uma entrevista de emprego fica cada vez mais acirrado. Quem está fora do mercado de trabalho por um longo período tende a sentir ainda mais esse peso, já que é comum afetar a autoestima e a confiança desses profissionais.

Normalmente, a insegurança diante dos questionamentos de um recrutador é grande, especialmente na hora de explicar os motivos de estar tanto tempo fora do mercado. Ter uma postura otimista e transparência a respeito das dificuldades de recolocação pode ajudar a conquistar o novo posto, mas também é fundamental deixar claro que os meses parados não foram desperdiçados. Ao contrário, o tempo foi usado para se reciclar, fazer cursos, aprender e voltar ao trabalho ainda mais preparado do que antes. É essencial que o candidato não deixe o desânimo, o medo e a insegurança predominar, pois pode afetar seu desempenho durante a entrevista ou dinâmica de grupo.

O trabalhador deve ser transparente e franco com relação ao momento vivido, mas, ao mesmo tempo, mostrar-se confiante e seguro de que está pronto para dar o melhor de si na nova oportunidade.

A instabilidade econômica do país faz com que muitas empresas cortem custos e, com isso, bons profissionais perdem seus postos. É importante analisar o campo de atuação em que busca uma vaga para observar as possibilidades. Lembre-se: cada setor/área tem uma característica, com maior ou menor velocidade de recolocação, mesmo nos tempos de crise.

+ Resumo do Concurso Emprega São Paulo

Emprega São Paulo
Vagas: 4477
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Alfabetizado, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior, Não informado
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

04/08/2017 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas