Escola de idiomas abre 600 vagas em todo o país

A companhia não exige experiência anterior no exercício da função, no entanto, é desejável e serve como requisito diferencial na seleção dos candidatos.

Redação
Publicado em 25/07/2011, às 10h35

A rede de escolas de idiomas Fisk abriu processo seletivo com intuito de contratar 600 profissionais visando atender a demanda deste segundo semestre em todas as unidades espalhadas pelo país. As oportunidades de trabalho são em diversos setores da empresa.

As vagas são para os cargos de professor de inglês, professor de espanhol, profissionais das áreas administrativa, secretaria e promoção de vendas. A companhia não exige experiência anterior no exercício da função, no entanto, é desejável e serve como requisito diferencial na seleção dos candidatos.

Com exceção do Estado do Piauí, a Fisk busca trabalhadores em todo o Brasil. Em média, serão entre 12 e 25 novos profissionais contratados por Estado, variando conforme a demanda da empresa. Além de recolocações, novas contratações estão prevista ao longo do ano. “Planejamos para este ano abrir 50 unidades, e isso possibilita este crescimento em função de um mercado cada vez mais aquecido e propício ao empreendedorismo, expansão das franquias e o aumento de mão de obra para preparar profissionais com idiomas”, destaca o VP da Fundação Fisk, Bruno Caravati.

A companhia oferece o piso salarial de cada categoria. O valor oscila de acordo com cada Estado. Algumas unidades oferecem prêmios em dinheiro e comissão na vendas dos cursos.

O processo de seleção dos candidatos varia conforme a localidade e o cargo pretendido entre dinâmicas, testes de idiomas para os professores e entrevistas com gestores de recursos humanos.

Os interessados devem cadastrar currículo no site www.fisk.com.br.

Douglas Terenciano

Veja também:

São Paulo: consultoria recruta 60 auxiliares de farmácia

Teleoperador: Atento e Contax oferecem 3.086 oportunidades

Comentários

Mais Lidas