Kraft Heinz recruta para programa de estágio

O candidato deverá estar no penúltimo ou último ano de graduação, possuir inglês avançado e alta capacidade analítica. Prazo se encerra em 22 de outubro

Patricia Lavezzo
Publicado em 06/10/2017, às 13h44

Estão abertas as inscrições do programa de estágio da Kraft Heinz Brasil, com vagas em São Paulo e Goiás. A companhia busca jovens com espírito empreendedor, inovador e muita atitude. “Nós sonhamos grande, temos desafios enormes e, para sermos os melhores, precisamos das melhores pessoas. Com compromisso e dispostas a fazer acontecer”, diz o gerente de Gente & Performance, Raphael Bozza. 
Os candidatos têm como pré-requisito estar no penúltimo ou último ano de graduação, possuir inglês avançado e alta capacidade analítica. A Kraft Heinz oferece ticket-refeição, ticket-alimentação, vale-transporte e bolsa-auxílio compatível com o mercado. 
Com início em fevereiro de 2018, o programa de estágio durará seis meses e também requer atitude e alto desempenho. Os estagiários precisam se envolver em projeto interno e o de mais destaque tem chance de passar para a fase final do trainee.
De acordo com Pedro Drevon, presidente da Kraft Heinz no Brasil, todos têm oportunidade de uma carreira acelerada. “Na Kraft Heinz acreditamos na meritocracia e no senso de dono. Se você está disposto a trabalhar duro e tem uma entrega de resultados excepcional, com certeza terá um crescimento rápido.” 
Para participar é necessário preencher o formulário de inscrição, que está disponível no site http://eunakraftheinz.com.br. O cadastro deverá ser realizado até a data limite de 22 de outubro.  Os candidatos serão avaliados por meio das seguintes etapas: testes online de inglês, lógica e perfil; vídeo de apresentação; entrevista online; dinâmica presencial e café com diretores.  

Sobre a Kraft Heinz


A Kraft Heinz Company é a 5º maior empresa de alimentos e bebidas do mundo. Detentora de um portfólio de marcas icônicas, os produtos da companhia são líderes de vendas em 50 países e podem ser encontrados em mais de 200 países ao redor do mundo.

Comentários

Mais Lidas