Tudo Sobre

Concurso FIESP

Indústria paulista cresce e abre 28 mil vagas

O mês de março deste ano é o melhor dos últimos seis anos.



Redação
Publicado em 16/04/2008, às 14h10

De acordo com a pesquisa realizada pelo Departamento de Economia da Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp/Ciesp), divulgada nesta terça-feira (15/4), o mês de março deste ano é o melhor dos últimos seis anos e neste primeiro trimestre já foram gerados 28 mil empregos.

Com ajuste sazonal, a alta foi de 1,05%. A maior parte das vagas (64%) foi gerada pelos setores ligados à produção de açúcar e álcool. No acumulado do ano o setor sucroalcooleiro representa 43 mil e 290 vagas enquanto os outros setores geraram aproximadamente 22 mil postos de trabalho. "Fechamos o primeiro trimestre com uma trajetória bastante positiva", afirmou Paulo Francini, diretor titular do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp e do Ciesp.


Segundo Francini, a indústria está em "boa forma" e quanto a uma possível decisão do Banco Central elevar a taxa de juros na reunião de amanhã do Copom, para conter a inflação, ele é categórico: "Isso será um banho de água fria na crença e no comportamento do empresário que vive um ciclo de crescimento virtuoso". Um aumento na taxa de juros afeta a atividade econômica e reduz a trajetória de crescimento".


Para o diretor, o aumento da taxa Selic afetará negativamente a produtividade da indústria e afirma que o ciclo que será inaugurado amanhã, pelo Banco Central será um freio na demanda. "É evidente que o aumento na taxa de juros cairá na taxa de câmbio e isso irá repercutir na balança comercial, mudando assim o ponto de equilíbrio entre a produção doméstica e a importação". De acordo com Francini o Brasil poderá mais uma vez, perder a chance de crescer acima do esperado e novamente a indústria pagará por algo que não é responsável. "Não tenho a inocência de que um aumentozinho aqui ou uma reduçãozinha aqui será só naquele momento. Pelo contrário vamos entrar num ciclo de crescimento de juros até o final do ano".

Indicadores setoriais
Dos 21 setores que compõem a amostra da pesquisa, 15 tiveram desempenho positivo em relação às vagas geradas no mês passado, quatro registraram desempenho negativo e dois mostraram estabilidade nas contratações. Os segmentos que mais contrataram no mês foram: Coque, Refino de Petróleo e Álcool (12,73%), Alimentos e Bebidas (4,33%) e Couros e Fabricação de Artefatos de Couro, Artigos de Viagem e Calçados (2,59%). A variação negativa ficou por conta dos setores Produtos de Madeira (-1,40%), Móveis e Indústrias Diversas (-0,52%) e Material Eletrônico e de Aparelhos e Equipamentos de Comunicações ( -0,24%).

Regiões
Das 36 Diretorias Regionais do Ciesp pesquisadas, 27 apresentaram bom desempenho no mês e nove registraram queda. Sertãozinho liderou as contratações, com crescimento de 11,42% puxado por Produtos Alimentares (15,98%) e Metalúrgica (2,18%). Araçatuba ficou em segundo lugar, com alta de 5,57%, puxada pela forte produção no setor de Álcool e Refino Petróleo (23,81%) e Produtos Alimentares (8,06%). Em terceiro lugar, São Carlos apresentou elevação de 5,44% na geração de empregos na indústria, com destaque também para Produtos Alimentares (33,05%) e Indústrias Diversas (0,31%). As regiões com desempenho negativo em março foram Matão (-4,01%), Diadema (-0,52%) e Mogi das Cruzes (-0,27%).

Fonte: Assessoria de Imprensa da Fiesp

+ Resumo do Concurso FIESP

FIESP
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Operacional
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

16/04/2009 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas