Jovens buscam estudar no exterior para fugir da crise

Cresce o número de jovens que buscam experiências internacionais, como cursos de idioma e especialização profissional, visando amenizar a crise e, ainda, potencializar o currículo

Douglas Terenciano
Publicado em 18/11/2015, às 15h23

Com o Brasil passando por um momento de cautela na economia, muitos jovens buscam experiências internacionais, como cursos de idioma e especialização profissional, visando amenizar a crise e, ainda, potencializar o currículo.

Além de uma demanda do mercado profissional, a experiência de uma viagem internacional proporciona ao jovem vivenciar novas culturas, conviver com pessoas de realidades socioeconômicas diferentes, dentre outros benefícios.

Demanda

De acordo com dados da IE, agência especializada em educação internacional e carreira, a procura por intercâmbios entre jovens entre 18 e 25 anos cresceu 22% nos últimos 12 meses, reforçando a tendência da procura por opções para alavancar a carreira e impulsionando o mercado. “Se com a crise as pessoas cancelam viagens internacional, no segmento de intercâmbio a necessidade pela qualificação aumenta, com a motivação de investir no futuro ao invés de comprar um carro que não garante uma colocação melhor no mercado de trabalho”, relata Marcelo Melo, diretor da companhia.

Nos últimos dois anos a agência vem sentindo um aumento nas vendas de pacotes de diferentes formatos para um mesmo cliente. O perfil desses intercambistas se modifica de acordo com a sua idade, foco, situação acadêmica/profissional no momento em que vão planejar a sua viagem. A primeira viagem de intercâmbio costuma ser para por cursos de idioma que resolvam a necessidade falar inglês. Com o passar do tempo, as expectativas vão mudando e o foco passa a ser a qualificação técnica na área de atuação, para assim fortalecer e impulsionar seu currículo.

Destinos

Os destinos preferidos são Austrália, Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, Irlanda, Malta, África do Sul e Nova Zelândia. As atividades ainda podem ser combinadas com outros interesses, como trabalho temporário, ações culturais, aprendizado acadêmico ou aulas técnicas. Para os jovens que buscam uma universidade para graduação ou pós, o sonho costuma ser permanecer legalmente em outro país, o que é comum em países como o Canadá.

Vale ressaltar que os jovens que têm interesse em fazer intercâmbio devem pesquisar bastante sobre as culturas locais do país pretendido antes de se aventurar mundo afora!

Comentários

Mais Lidas