Lacta abre seleção para 6.500 vagas temporárias

Para se inscrever é necessário ter idade mínima de 18 anos e ensino médio completo. Há ofertas de trabalho em praticamente todas as regiões do país

Douglas Terenciano
Publicado em 03/02/2017, às 15h10

Com intuito de reforçar o quadro de funcionários e atender a forte demanda da Páscoa, a fábrica de chocolates Lacta, marca pertencente ao grupo Mondelez Brasil, seleciona trabalhadores para aproximadamente 6.500 vagas temporárias de emprego. Há ofertas de trabalho em praticamente todas as regiões do país.

Requisitos

Para se inscrever é necessário ter idade mínima de 18 anos e ensino médio completo. Além disso, a prioridade será por candidatos com boa capacidade de comunicação e abordagem a clientes, proatividade e perseverança.

Os selecionados ajudarão no contato com os consumidores na escolha dos produtos nos pontos de venda e trabalharão até o mês de abril. O período de atuação desses profissionais começa ao longo de março e segue até o domingo de Páscoa. De acordo com assessoria de imprensa, a companhia já preencheu cerca de 1.000 posições para atuação nas fábricas.

Aceitar uma oportunidade de emprego temporário em momentos de crise financeira por ir além de uma renda extra. Historicamente, aproximadamente 13% dos trabalhadores são efetivados como promotores da Mondelez Brasil, informa a empresa.

Inscrições

Os currículos devem ser enviados de acordo com a localidade da vaga. Vale ressaltar que o número de oportunidades disponíveis pode sofrer alterações conforme o preenchimento dos cargos.

São Paulo – Trabalhadores interessados em atuar nos municípios de São Paulo/SP, Sorocaba/SP, Campinas/SP, Limeira/SP, Ribeirão Preto/SP, São José do Rio Preto/SP, Bauru/SP, Presidente Prudente/SP, além das regiões do Vale do Paraíba e litoral sul paulista, devem enviar currículo atualizado para o e-mail pascoa2017@spotpromo.com.br.

Já os candidatos das cidades de Diadema/SP, Mauá/SP, Ribeirão Pires/SP, Santo André/SP, São Bernardo do Campo/SP, São Caetano do Sul/SP, Suzano/SP, Guarulhos/SP, Mogi das Cruzes/SP e Poá/SP devem cadastrar os dados no site www.randstad.com.br.

Outros Estados – Confira, a seguir, o e-mail de contato para envio de currículos nas demais localidades do país: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais (pascoa2017@spotpromo.com.br); Rio de Janeiro (pascoarj2017@taolivemkt.com); Espírito Santo (tais@selloutpromocoes.com.br); Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul (selecaopascoalacta@empreza.com.br); Ceará (pascoa@dnapromo.com.br); Maranhão (pascoa.maranhao@outlook.com); Piauí (pascoa.teresina@outlook.com); Tocantins (pascoa.tocantins@outlook.com); Pará (pascoaplenu@outlook.com); Amazonas (pascoa.manaus@outlook.com); Rondônia (pascoarhesultados@outlook.com); Bahia, Alagoas e Sergipe (cadastro.dpromo@gmail.com); e Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte (pascoa@infinitopromo.com.br).

Saiba seus direitos

Se você optou por uma vaga temporária, que sempre oferece ao trabalhador uma alternativa para geração de renda, saiba que é preciso ficar atento às leis para um contrato correto. De acordo com o Ministério do Trabalho, o emprego temporário é permitido em apenas duas situações comprovadas. O colaborador só pode ser contratado pela necessidade transitória de substituição de empregados ou acréscimo extraordinário de serviço, como ocorre nos meses que antecedem o Natal, Dia das Mães e Páscoa, por exemplo.

De acordo com a legislação, são garantidos aos temporários os direitos de remuneração equivalente ao empregado da mesma categoria da empresa ou não havendo, o salário mínimo; limite diário e semanal de jornada; hora extra; repouso semanal remunerado; adicional noturno; seguro contra acidente; recolhimento de INSS e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); registro de temporário na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e indenização na rescisão antecipada, dentre outros.

Além disso, vale ressaltar que o contrato apenas pode ser firmado pelo prazo de três meses, salvo com autorização prévia do Ministério do Trabalho, pelo prazo máximo nove meses, quando houver justificativa plausível para os casos de substituição de empregados.

Currículo atrativo

Muitos candidatos são vetados para uma vaga de emprego, estágio ou trainee muito antes de chegar na entrevista com o recrutador. Um dos motivos mais comuns para essa desclassificação prematura é um currículo pouco atrativo. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para ajudá-lo a ter um currículo vencedor.

Um resumo conciso de suas qualificações e experiências pessoais, abaixo das suas informações de contato, oferece aos empregadores uma visualização rápida e resumida de suas principais habilidades e ambições de trabalho. Geralmente, é o primeiro lugar que o recrutador olha quando pega um currículo na mão, portanto, detalhe suas realizações e qualificações de maneira objetiva.

Outra dica é corresponder a descrição da oportunidade, tentando utilizar adjetivos que sejam semelhantes aos utilizados no anúncio da vaga. Por exemplo, se o empregador dá prioridade para alguém com “capacidade de liderança eficaz”, certifique-se de demonstrar isso na primeira parte de seu currículo, utilizando o espaço destinado ao resumo profissional e características pessoais.

Além disso, não adianta enfatizar seus triunfos profissionais no currículo se você não terá como comprová-los posteriormente. Ao listar suas realizações, a recomendação é ter em mente que o que realmente impressiona os empregadores são os números. Exemplificando, se o candidato puder ilustrar suas conquistas com fatos e números, ou seja, descrever o quanto de receita que trouxe para o negócio naquele ano ou como clientes aumentaram seu investimento na marca, faça com objetividade.

Dicas para entrevista

O desafio de superar os demais concorrentes durante uma entrevista de emprego fica cada vez mais acirrado. Quem está fora do mercado de trabalho por um longo período tende a sentir ainda mais esse peso, já que é comum afetar a autoestima e a confiança desses profissionais.

Normalmente, a insegurança diante dos questionamentos de um recrutador é grande, especialmente na hora de explicar os motivos de estar tanto tempo fora do mercado. Ter uma postura otimista e transparência a respeito das dificuldades de recolocação pode ajudar a conquistar o novo posto, mas também é fundamental deixar claro que os meses parados não foram desperdiçados. Ao contrário, o tempo foi usado para se reciclar, fazer cursos, aprender e voltar ao trabalho ainda mais preparado do que antes. É essencial que o candidato não deixe o desânimo, o medo e a insegurança predominar, pois pode afetar seu desempenho durante a entrevista ou dinâmica de grupo.

O trabalhador deve ser transparente e franco com relação ao momento vivido, mas, ao mesmo tempo, mostrar-se confiante e seguro de que está pronto para dar o melhor de si na nova oportunidade.

A instabilidade econômica do país faz com que muitas empresas cortem custos e, com isso, bons profissionais perdem seus postos. É importante analisar o campo de atuação em que busca uma vaga para observar as possibilidades. Lembre-se: cada setor/área tem uma característica, com maior ou menor velocidade de recolocação, mesmo nos tempos de crise.

Comentários

Mais Lidas