Efetivação

Veja 5 dicas valiosas de como passar de funcionário temporário para fixo

O JC Concursos conversou com especialista sobre as atitudes importantes que ajudam na efetivação dos trabalhadores sazonais

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 02/12/2019, às 11h30 - Atualizado às 11h43

Emprego temporário
Divulgação

Com a proximidade das festas de fim de ano, especialmente o Natal, é grande o número de empresas que reforçam seus quadros de funcionários para atender a demanda de vendas no setor do comércio. Por outro lado, o trabalhador pode encontrar no emprego temporário uma porta de entrada para o mercado de trabalho se for efetivado. Conversamos com Prisicilah Plaça, consultora e especialista em vendas, que listou cinco dicas valiosas de como passar de funcionário temporário para fixo.

A especialista acredita que quem for contratado como temporário tem real chance de ser efetivado ao final do contato se estiver alinhado às expectativas do empregador, além de ter atitudes que fazem a diferença. "As pessoas que forem contratadas para essas vagas temporárias devem estar preparadas para apresentarem resultados no curto prazo. Quanto mais técnicas, mais conhecimento sobre a empresa, melhor será o seu desempenho. Fora isso, a proatividade e o ‘senso de dono’, são atitudes muito valorizadas pelos empregadores que ao final são determinantes no ‘sim’ pela contratação como fixo", explica Prisicilah.

Um outro ponto destacado por Priscilah é que os contratados devem aproveitar o curto espaço do contrato para entregar mais do que é esperado, conhecido popularmente como ‘o fazer além do que é pedido’. Na visão da especialista, essa atitude pode ser um grande diferencial. "Isso ele pode fazer seja por meio de uma sugestão de nova de estratégia de venda, ou mesmo de uma tomada de decisão que pode levar a melhores resultados. Com essa iniciativa, o temporário se destaca dos demais e pode trazer até de repente proporcionar uma nova visão que nem o empregador, ou a equipe efetiva ainda tiveram", ressalta.

Quer ser contratado? Confira as cinco dicas para passar de funcionário temporário para fixo

  • Não tenha cabeça, nem atitude de temporário, pois isso coloca o empregado em um patamar de descompromisso, sem responsabilidade com a empresa.
  • Aja como não fosse temporário, sendo proativo, entregando mais do que é esperado.
  • Leve as suas ideias - aproveite esse curto tempo pra dar o seu show, mostrar o seu comprometimento, seus objetivos profissionais e que o empregador ganhará com a presença definitiva do funcionário.
  • Faça a política da boa vizinhança, saiba trabalhar em equipe - é importante saber escutar os colegas e ter um bom relacionamento com todos.
  • Foco no resultado - mostre que está lá para ajudar o dono do negócio a ter um bom desempenho, não só quando aumenta a demanda no fim de ano, mas durante todo o ano.

Dicas para a entrevista de emprego

O desafio de superar os demais concorrentes durante uma entrevista de emprego fica cada vez mais acirrado. Quem está fora do mercado de trabalho por um longo período tende a sentir ainda mais esse peso, já que é comum afetar a autoestima e a confiança desses profissionais.

Normalmente, a insegurança diante dos questionamentos de um recrutador é grande, especialmente na hora de explicar os motivos de estar tanto tempo fora do mercado. Ter uma postura otimista e transparência a respeito das dificuldades de recolocação pode ajudar a conquistar o novo posto, mas também é fundamental deixar claro que os meses parados não foram desperdiçados. Ao contrário, o tempo foi usado para se reciclar, fazer cursos, aprender e voltar ao trabalho ainda mais preparado do que antes. É essencial que o candidato não deixe o desânimo, o medo e a insegurança predominar, pois pode afetar seu desempenho durante a entrevista ou dinâmica de grupo.

O trabalhador deve ser transparente e franco com relação ao momento vivido, mas, ao mesmo tempo, mostrar-se confiante e seguro de que está pronto para dar o melhor de si na nova oportunidade.

A instabilidade econômica do país faz com que muitas empresas cortem custos e, com isso, bons profissionais perdem seus postos. É importante analisar o campo de atuação em que busca uma vaga para observar as possibilidades. Lembre-se: cada setor/área tem uma característica, com maior ou menor velocidade de recolocação, mesmo nos tempos de crise.

Currículo objetivo ou completo - Qual usar?

empregos

Comentários

Mais Lidas