Empregos AlmavivA 2021 Inscrições Abertas

Orgão: AlmavivA - AlmavivA do Brasil
Nº vagas: 80
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Teleoperador, Consultor
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário:
Estados com Vagas: SP

Publicado em 25/08/2008, às 09h42 - Atualizado em 28/04/2021, às 09h09


A AlmavivA do Brasil, especializada em Customer Experience e business process outsourcing (BPO), está com 80 vagas abertas para Consultor de Relacionamento Jr. para realizar atendimento diferenciado de novos clientes com o objetivo de fidelizar, acolher e resolver problemas.

Para se candidatar é preciso cursar ou ter concluído o ensino superior, ter comunicação clara disposição para trabalhar em um ambiente dinâmico. As vagas são para trabalho presencial em São Paulo/SP.


Cronograma

Abertura das inscrições03/11/2020
Encerramento das inscrições31/12/2021

Notícias do concurso AlmavivA 2021

Provas AlmavivA - AlmavivA do Brasil

Nenhuma prova encontrada

Sobre AlmavivA - AlmavivA do Brasil

A AlmavivA do Brasil é uma empresa de Contact Center e especializada gestão do relacionamento com clientes (CRM) e business process outsourcing (BPO) do País. Atende as mais variadas empresas nacionais e multinacionais, líderes em setores como telecom, bancos digitais e de investimento, meio de pagamento, seguradoras, varejo/e-commerce, bens de consumo e de utilities, oferecendo um portfólio de soluções multicanais que combinam a inovação tecnológica à ampla experiência em relacionamento com o cliente. A AlmavivA do Brasil possui sites e escritórios em Aracaju (SE), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Guarulhos (SP), Itu (SP), Juiz de Fora (MG), Jundiaí (SP), Limeira (SP), Maceió (AL), São Paulo (sede e central na capital) e Teresina (PI). A companhia pertence ao Grupo AlmavivA, líder italiano em tecnologia da informação e comunicação, com um total de 65 sedes distribuídas em oito países: Itália, Bélgica, Brasil, China, Colômbia, Estados Unidos, Romênia e Tunísia.


Comentários

Mais Lidas